Prove estes remédios naturais para melhorar a circulação

· 22 de junho de 2018
O problema da circulação é silencioso, por isso deve-se estar muito alerta aos sintomas e agir o quanto antes.

A má circulação é uma doença cardiovascular silenciosa que começa a se gerar graças aos maus hábitos alimentares e de conduta. Os sintomas costumam surgir pouco a pouco e se notam quando o problema está avançado.

Porém, existem remédios naturais que podem ajudar a melhorar a circulação do sangue e o bom funcionamento do corpo.

Como saber que eu tenho má circulação?

Geralmente é simples detectar quando há problemas de circulação sanguínea. Por exemplo, ter sensação de frio nos braços e pernas é um dos sintomas frequentes.

O frio se deve ao fato de que o sangue custa a chegar aos extremos do corpo, por isso a temperatura nestas áreas cai. A sensação de formigamento costuma acompanhar ao frio nas extremidades e quer dizer que algum depósito de gordura obstrui o fluxo sanguíneo.

A má circulação faz com que o sangue não percorra normalmente o corpo todo, por isso o oxigênio e demais nutrientes não chegarão rápido aos órgãos.

Isso causa cansaço constante no corpo. Além disso, a pele costuma apresentar uma coloração azulada nos dedos ou lábios, visto que não tem acesso a todo o oxigênio que precisam.

Veja também: 4 sinais de uma má circulação sanguínea

5 remédios naturais para melhorar a circulação

Varizes indicam problmas de circulação

Dentre tantos remédios naturais que existem, aqui te apresentamos 5 dos que são mais efetivos para melhorar a circulação sanguínea. Você pode consumi-los diretamente em seu estado natural, preparar uma infusão, fazer suco ou até misturá-los com outros ingredientes para potencializar seu efeito.

1. O alho

O alho se destaca por seus múltiplos usos e benefícios. Um deles é fazer com que os vasos sanguíneos se dilatem e que o sangue não coagule. A forma mais simples e cômoda é adicioná-lo com mais frequência nas refeições diárias.

Desta maneira, a comida terá um sabor diferente e intenso, ao mesmo tempo em que a circulação no corpo melhora. O ideal é comer um alho por dia, preferencialmente em jejum.

A seguir apresentamos uma mistura de alho que pode ser preparada com limão, como uma espécie de suco, que poderia chegar a ser ainda mais proveitoso no tratamento deste problema.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho
  • 3 colheres de sopa de suco de limão (45 ml)
  • 1 copo de água (200 ml)
  • Canela (opcional)

O que fazer?

  • Em primeiro lugar, descasque e corte os três dentes de alho em pedaços muito pequenos e adicione-os em um copo de água.
  • A seguir, adicione as colheres de sopa de suco de limão e misture bem.
  • Se desejar, pode adicionar também um toque de canela. Recomenda-se tomar esta mistura de alho cru em jejum e antes de dormir.

2. O ginkgo biloba

A infusão de Ginko Biloba ajuda a melhorar a circulação

É uma planta medicinal que ajuda a dilatar os vasos sanguíneos. Em lojas de produtos naturais é possível conseguir extratos líquidos de ginkgo biloba, assim como em cápsulas. De modo que pode escolher a apresentação que te seja mais cômoda para consumir.

Este remédio não é recomendado para pessoas grávidas, que sofram de insônia ou ansiedade. Ao ter acesso às folhas dessa planta, só basta preparar uma infusão simples e tomar uma xícara por dia.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de folhas secas de ginkgo biloba (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

O que fazer?

  • Esquente a água durante 5 minutos e depois adicione a colher de sopa de ginkgo biloba. Tire do fogo, coe e adoce.
  • Recomenda-se tomar uma xícara diária desta infusão.

3. O rusco

O rusco pode ser conseguido com facilidade nas farmácias ou lojas de produtos naturais. É recomendado para prevenir varizes, hemorroidas, inchaço nas pernas e tornozelos. Podemos usar cremes que tenham o rusco como ingrediente principal e massagear as pernas com ele.

Para ingeri-lo pode-se preparar uma infusão e bebê-la, ou preparar banhos tendo a esta planta como base da mistura.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de folhas de rusco (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

O que fazer?

  • Esquente a água por 5 minutos, adicione a colher de sopa de folhas secas de rusco, retire do fogo e deixe repousar.
  • Coe e adoce a gosto. Pode tomar uma xícara deste chá pela manhã e uma à noite.

Leia também: Conheça a planta que ajuda o fígado a se regenerar

4. Dente de leão

O dente de leão é uma erva floral comum que tem numerosos benefícios, como manter a saúde dos seus olhos, o bom funcionamento do fígado e evitar a acne.

Também ajuda a perder peso, já que elimina os líquidos retidos do corpo e também melhora a circulação do sangue. Um remédio simples com esta planta em forma de infusão servirá para aproveitar suas vantagens.

Ingredientes

  • 3 colheres de raiz de dente de leão (45 g)
  • 1 colher de sopa de alguma erva aromática (15 g)
  • 4 xícaras de água (1 litro)

O que fazer?

  • Ferva o dente de leão no litro de água durante 5 minutos.
  • retire do fogo, adicione os ramos ou o pó das ervas aromáticas e deixe repousar por 5 minutos.
  • Antes de tomar, deve-se coar e adoçar a gosto. Recomenda-se tomar pelo menos 2 xícaras desta infusão por dia.

5. A cúrcuma

A cúrcuma é um condimento usado para melhorar a circulação sanguínea, porque diminui a inflamação, tem antioxidantes e uma grande variedade de benefícios para a saúde do corpo. Seu ingrediente ativo, a curcumina, ajuda a diminuir os coágulos do sangue e a formação de placas nas artérias.

Consumir cúrcuma ajuda a melhorar a circulação

Ingredientes

  • 2 colherinhas de cúrcuma em pó (10 g)
  • 1 colherinha de mel (7,5 g)
  • 1 copo de leite quente (200 ml)

O que fazer?

  • Coloque a colher de sopa de cúrcuma e o mel no leite quente e misture bem com uma colherzinha.
  • Recomenda-se beber um ou dois copos diários.

Nas lojas de produtos naturais também pode-se conseguir suplementos de cúrcuma que melhoram a circulação. Além disso, é recomendável consultar um especialista.

As doenças cardiovasculares são perigosas, já que muitas vezes podem causar um ataque cardíaco. O melhor que se pode fazer é prevenir e levar uma vida mais saudável que inclua exercício físico frequente, uma dieta balanceada e livre de vícios.