Pragas e doenças de plantas

12 Dezembro, 2019
As pragas e doenças de plantas aumentaram nos últimos anos. O grande problema é que ameaçam a segurança alimentar e podem significar grandes perdas para os agricultores. Quais são as mais frequentes?
 

A disseminação de pragas e doenças de plantas aumentou nos últimos anos e, de fato, atingiu dimensões epidêmicas. Embora seja um problema que receba cada vez mais atenção, ainda não foram desenvolvidas estratégias suficientes para reduzir o impacto que geram nos níveis econômico e ambiental.

Surtos e pragas são responsáveis ​​por grandes perdas de cultivos e pastagens em muitos países. Portanto, também se tornaram grandes inimigos dos agricultores e, além disso, estão classificados como uma ameaça à segurança alimentar de milhares de pessoas.

Quais são as mais comuns? Fique sabendo neste artigo.

Guia básico sobre pragas e doenças de plantas

Falar sobre pragas e doenças de plantas pode ser um tópico muito extenso e difícil de entender. Felizmente, hoje, temos uma grande variedade de informações sobre parasitas, insetos, vírus, fungos e bactérias que podem afetar os pomares.

Essas informações têm sido fundamentais para saber como atacam e qual é a melhor maneira de controlá-los. Por isso, neste artigo, queremos compartilhar um guia básico sobre as pragas e doenças mais comuns que podem afetar as plantas de nossos pomares e jardins. Portanto, continue conosco e não perca!

Não deixe de ler também: 7 plantas perigosas que você não deve ter em casa

Afídio (Aphididae)

É o parasita mais conhecido e existem várias espécies dele. Em geral, possuem um pico de sucção que lhes permite perfurar as folhas e caules das plantas para se alimentar da seiva.

 

Estão relacionados a problemas de deformação e ondulação de brotos e folhas. Geralmente afetam as culturas de feijão, couve, batata e ervilha, entre outros.

Mosca-branca (Aleyrodidae)

São fáceis de identificar porque têm uma cor esbranquiçada muito peculiar. Geralmente se instalam na parte de trás das folhas dos cultivos e voam quando movemos as folhas com as mãos.

Sua presença pode causar danos prematuros às folhas e amarelecimento das mesmas. São comuns nos cultivos de tomate, feijão, pimentões, cebola e repolho, entre outros.

Mosca-branca entre as pragas e doenças de plantas

Ácaro rajado ou aranha vermelha

Seu nome científico é Tetranychus urticae. São aranhas vermelhas muito pequenas que geralmente se hospedam na parte de trás das folhas. Seus danos são reconhecíveis a olho nu, pois produzem manchas amareladas nas folhas. Além disso, quando a praga se espalha, as folhas secam e caem.

Esta praga pode ser encontrada em uma grande variedade de cultivos, incluindo árvores frutíferas, plantas de jardim ou plantações de alimentos, como batatas, abóboras, feijões e amendoeiras.

Tripes

São pequenos insetos que podem atacar todas as partes da planta. Quando proliferam, fazem com que os frutos, folhas e caules adquiram uma coloração cinza-metálica muito particular. É muito frequente que danifiquem também as flores. Os cultivos mais afetados incluem:

 
  • O tomateiro
  • Feijões
  • Berinjela

Nematoides

São parasitas muito comuns em pomares, especialmente quando os solos estão muito úmidos. Eles podem danificar as raízes e, portanto, também chegam a matar a planta.

Às vezes, é difícil reconhecê-los, pois os sintomas são semelhantes aos sofridos pela planta devido à falta de água ou nutrientes. Eles costumam afetar as plantas de berinjela, batata e cebola.

Quer saber mais? Então leia: 9 dicas para cuidar de plantas de interior

Cavaleiro Cinzento, Tricoloma Sujo

É um tipo de fungo (Tricholoma terreum) associado ao melaço, uma substância açucarada que pode ser secretada por pulgões ou mosca branca. Pode ser identificado principalmente, pelo aparecimento de uma camada preta em pó nos frutos e no caule.

Em geral, podem causar perda de produção porque afetam o vigor da planta. São frequentes em batatas, ervilhas, repolhos, abobrinha e pimentões.

Doenças nas plantações

Ferrugem

É outra variedade de fungos (Pucciniomycetes) que pode causar o aparecimento de pústulas vermelhas na parte posterior das folhas das plantas. As folhas acabam caindo porque ficam danificadas. É comum que proliferem, por exemplo, nos cultivos de feijão, ervilha e vagem.

 

Podridão mole

Causada pelo gênero da bactéria Erwinia, manifesta-se inicialmente como uma mancha opaca e úmida na superfície da fruta. Entretanto, quando avança, a mancha se estende e a fruta acaba apodrecendo completamente. Afeta uma infinidade de cultivos, incluindo batatas e pimentões.

Cancro bacteriano

É uma das pragas e doenças das plantas que causam danos às hastes e brotos, além de frutas. É causada por bactérias do gênero Clavibacter, que produzem manchas alongadas nas hastes e manchas circulares nas frutas. Os cultivos mais suscetíveis são os de tomates e de pimentões.

Vírus do mosaico do tomateiro

Para finalizar esta lista de pragas e doenças de plantas, destacamos o vírus do mosaico do tomateiro. O nome deriva das manchas que causa nas folhas de tomate, que se assemelham a um mosaico em tons de verde. Além disso, também pode afetar as plantações de pimentões.

Você conhecia essas pragas e doenças de plantas? Se você os identificar em seu jardim, pergunte sobre como controlá-los. Entretanto, lembre-se de que as pragas só devem ser erradicadas quando danificarem plantas e cultivos. Não se esqueça!

 
  • National Research Council (US) Committee on Biosciences. New Directions for Biosciences Research in Agriculture: High-Reward Opportunities. Washington (DC): National Academies Press (US); 1985. 5, Plant Diseases and Insect Pests. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK216440/
  • Gurr GM, Liu J, Johnson AC, et al. Pests, diseases and crop protection practices in the smallholder sweetpotato production system of the highlands of Papua New Guinea. PeerJ. 2016;4:e2703. Published 2016 Dec 7. doi:10.7717/peerj.2703
  • Ratnadass, A., Fernandes, P., Avelino, J., & Habib, R. (2012). Plant species diversity for sustainable management of crop pests and diseases in agroecosystems: A review. Agronomy for Sustainable Development. https://doi.org/10.1007/s13593-011-0022-4