Por que a minha pálpebra treme?

19 Novembro, 2020
Na maioria das vezes, a pálpebra treme por razões que têm a ver com o estilo de vida que levamos. Apenas em pouquíssimos casos esse problema está relacionado a condições de saúde mais sérias.

Algumas pessoas sentem que a sua pálpebra treme de repente, sem qualquer razão para isso acontecer. Às vezes são tremores leves, quase imperceptíveis, e outras vezes são de maior intensidade. Quanto à duração, pode ser de alguns segundos até várias horas ou dias, até que finalmente se dissipe.

A sensação é muito incômoda, como se o olho vibrasse. Às vezes, a intensidade do movimento é tanta que parece que a pálpebra está sendo movida. No entanto, na maioria dos casos, não há nada com o que se preocupar.

Quase sempre trata-se de uma reação muscular que pode ser considerada normal e que, assim como chega, também vai embora, de repente e sem gerar nenhuma consequência. Apenas em alguns casos raros isso ocorre devido à presença de distúrbios mais graves.

Quando a pálpebra treme?

Saúde ocular

A maioria das pessoas já sentiu sua pálpebra tremer em algum momento. Normalmente é uma vibração suave, que desaparece por conta própria em um curto período de tempo. Esta condição é chamada de blefarospasmo, e corresponde a um espasmo involuntário ou contração dos músculos ao redor do olho.

Esses tipos de tremores só justificam uma consulta médica nesses casos:

  • O tremor das pálpebras se mantém por mais de uma semana.
  • O tremor afeta não só o olho, mas também outras partes do rosto.
  • A contração é tão forte que fecha completamente a pálpebra.
  • Há inflamação, vermelhidão ou descarga no olho em que a pálpebra treme.
  • A pálpebra superior cai. Isso é conhecido como “ptose”.

Em outros casos, esse tipo de problema se deve a causas que têm a ver principalmente com o estilo de vida. As principais razões para isso acontecer estão descritas abaixo.

Motivos pelos quais a pálpebra treme em alguns momentos

Estresse

Na maioria das vezes, a pálpebra treme em virtude do estresse. Essa condição causa uma série de alterações hormonais que afetam o funcionamento dos músculos. E são precisamente os músculos menores, como os do olho, que são os mais afetados. Então, esse tipo de movimento involuntário é um sinal de que você precisa relaxar.

Privação de sono

Outra razão pela qual o tremor das pálpebras aparece é a falta de sono. Quando você não dorme o suficiente, coloca seus olhos em tensão extra e leva suas pálpebras a enfraquecer. O tremor é uma reação ao excesso de esforço, por isso é recomendado dormir pelo menos sete horas por noite para evitar que isso aconteça.

Deficiência de nutrientes

Vitamina B12

Às vezes, os espasmos involuntários nos músculos são devido à deficiência de algumas substâncias, como vitamina B12, magnésio e potássio. Além disso, quando o corpo está desidratado, ele também tende a causar estas reações. A solução é comer mais alimentos ricos em vitamina B12, como peixes, carnes, ovos e laticínios, e manter-se suficientemente hidratado.

Descubra também: 6 alimentos com mais potássio do que a banana

Os problemas de visão podem explicar por que a pálpebra treme

Às vezes há deficiências oculares que fazem os olhos se esforçarem mais do que o normal. Quando esses problemas não foram detectados e tratados, através do uso de óculos, por exemplo, eles podem levar ao tremor das pálpebras. Por isso, é importante fazer consultas oculares regulares e seguir as recomendações do especialista.

Olho seco

O olho seco é uma condição em que não há umidade suficiente neste órgão. Neste caso, os tremores involuntários aparecem como um mecanismo para tentar hidratar o olho. Este é um problema muito comum em pessoas com mais de 50 anos, em quem trabalha muitas horas em frente a uma tela de computador, ingere anti-histamínicos ou usa lentes de contato. Existem hidratantes oculares para manter o olho nas condições certas.

Uso de substâncias

Existem algumas substâncias que desidratam o corpo. As mais comuns são café e álcool. Ambos fazem com que o corpo perca fluidos e, portanto, leva a tremores nas pálpebras. É melhor não se exceder no consumo dessas substâncias e beber água com frequência.

Alergias

Os portadores de alergia muitas vezes têm vermelhidão e coceira nos olhos, bem como uma produção excessiva de lágrimas. Quando os olhos ficam irritados, uma substância chamada histamina é liberada, que pode atingir as pálpebras e causar o tremor. O monitoramento da alergia é fundamental para que isso não aconteça.

  • León-Sarmiento, F. E., Gutiérrez, C., & Bayona-Prieto, J. (2008). Neurología funcional del blefaroespasmo. Medicina (Buenos Aires), 68(4), 318-324.