Quando um bebê deve começar a beber água?

· 5 de novembro de 2018
A alimentação exclusiva com leite até os seis meses de idade vai garantir que o bebê se mantenha hidratado. Seu filho tomará a água que necessita através do leite, seja materno ou de fórmula.

O título deste artigo tem uma resposta óbvia. O bebê deve começar a beber água desde o nascimento. E, de fato, ele bebe. Só não de forma pura, mas sim a água que está presente no leite.

O leite que o bebê em amamentação recebe durante seus primeiros seis meses de vida, é capaz de proporcionar a água que ele precisa para se manter hidratado.

A água no leite materno

A Organização Mundial da Saúde considera que o bebê deve ser alimentado com o leite materno de forma exclusiva.

Isso quer dizer que ele não precisa de nenhum outro alimento, nem água, nem frutas, nem cereais, que não seja leite durante seu primeiro semestre de vida.

O leite materno tem a proporção perfeita de água e nutrientes que um bebê recém-nascido precisa. Quando o bebê é amamentado de maneira exclusiva, ele não precisa de água, porque o leite se encarrega de mantê-lo hidratado.

Leia também: 5 erros de hidratação mais comuns

Quando a mãe oferece o peito, o primeiro leite que ele recebe é mais aquoso. O leite final é o mais rico em nutrientes, proteínas e gorduras.

Ao oferecer água para um bebê de menos de seis meses, você estará dando algo desnecessário. Isso se deve ao fato de que o consumo de água pode afetar o consumo regular de leite materno. Isso pode gerar sérias consequências no desenvolvimento e crescimento do bebê.

Os bebês alimentados com fórmulas lácteas

Quando o bebê é alimentado com fórmulas lácteas, ele também não precisa beber água. Seu único alimento, o leite, contém toda a água necessária para mantê-lo com vida. O mesmo vale caso ele tenha uma alimentação baseada em leite materno e fórmulas lácteas.

A água potável devidamente fervida é a que será utilizada para preparar o leite com a fórmula. Faça o preparo de acordo com as proporções indicadas pelo fabricante.

Dar mais água para “hidratar” o bebê é completamente desnecessário. No leite preparado está a proporção ideal de água e alimento que o bebê precisa para satisfazer a sua fome e sede.

É normal ouvir por aí que bebês que tomam fórmulas precisam comer a cada três horas. Isso é um erro. A alimentação deve seguir a vontade do bebê.

 

O bebê pode começar a beber água na mamadeira

O bebê chora quanto tem sede e isso não necessariamente coincide com a fome. Se você oferecer a mamadeira, ele tomará a quantidade necessária para matar a sede.

A água depois dos 6 meses

Quando o bebê começa a alimentação complementar por volta dos seis meses, ele pode começar a beber água. Porém, não é uma regra. Isso depende de como ele está se desenvolvendo.

Para bebês alimentados exclusivamente com a amamentação materna, o início da alimentação complementar pode ser adiado até os oito ou dez meses. Até esse momento, não é necessário induzir a água.

Todos os alimentos têm uma proporção de água. Sejam consumidos crus, como as frutas, ou preparados como sopas, papinhas, purês ou sucos. O corpo do bebê vai absorver a água necessária através dos alimentos.

Conforme vão sendo incorporadas as verduras e os legumes, o bebê deve seguir tomando leite, seja materno ou de fórmula. No leite, o bebê terá a água que precisa para se manter hidratado. Se você oferecer água e ele recusar, não se preocupe. Ele não precisa beber no momento, só isso.

Recomendamos que você leia: Por que algumas crianças pedem água antes de dormir?

Ao começar a beber água, qual é a quantidade necessária?

Não é necessário especificar quanto líquido o bebê precisa para começar a beber água. A sede é o sistema regulatório perfeito para informar quanta água é necessária.

Bebê começando a beber água

Além disso, “água” provavelmente será uma das primeiras palavras que ele aprenderá. O bebê vai associar a sede à água e vai pedir.

No entanto, há alguns sinais que podem indicar se ele está bem hidratado ou não.

Se o bebê estiver ativo, tiver saliva, urina bastante e as fezes estiverem macias, é porque ele está bem hidratado. Se ele estiver com a boca seca, não urinar muito ou a cor da urina for escura e as fezes estiverem mais duras, então, ele precisa de mais hidratação.

O que fazer se houver sinais de desidratação?

Se o seu bebê tiver menos de seis meses, antes de dar água, é melhor dar mais leite. Nessa etapa, a desidratação está associada às carências nutricionais. Então, sem dúvida, seu bebê precisa de leite. Não é hora de começar a beber água.

Ao iniciar a ingestão de alimentos, você deve avaliar como o peso do bebê está evoluindo. Se o peso estiver abaixo do esperado, ofereça leite em vez de água. Se o peso estiver bom, ofereça leite ou água. O bebê vai aceitar ou recusar a água conforme sentir vontade.

Caso a desidratação persista, consulte um médico. O especialista vai determinar se o caso é mais complexo e precisa de um diagnóstico mais detalhado ou tratamento.