Por que já não queremos um príncipe encantado?

9 de janeiro de 2019
Estamos à espera de um príncipe encantado ou de um homem real que possa nos dar tempo de qualidade, amor sincero, e companhia em nossos projetos?

A ideia romântica, nascida de histórias infantis, perdeu força ao longo dos anos. E a verdade é que as mulheres não querem um príncipe encantado para escrever uma história. A fantasia do homem ideal que vem nos resgatar foi armazenada no baú das memórias.

À medida que crescemos e temos nossas primeiras experiências amorosas a ideia se desfaz. Nós não mais passamos a vida brincando de ser princesas, mas acreditamos que somos verdadeiras guerreiras da vida.

Descubra as razões pelas quais não queremos um príncipe encantado

1. A fantasia é apenas para brincadeiras

Embora muitas de nós tenhamos brincado como meninas que se vestem como princesas em um reino ideal, a vida é outra coisa. O avanço das mulheres em todas as áreas gerou uma mudança significativa em nossa visão. Somos independentes, e precisamos de um homem que nos acompanhe, não um salvador.

Queremos um homem simples com quem buscar nossos projetos, e nos valorizar como mulheres. Nós não queremos de um príncipe encantado que nos ofereça um mundo irreal. Assim, se você quiser se vestir para uma noite de jogos eróticos, aceite as propostas, mas nada além disso.

Descubra: 8 coisas sobre as quais você deve conversar honestamente com o seu parceiro

2. Os homens perfeitos são ideais da imaginação

É verdade que em nossa imaginação podemos visualizar um homem perfeito para nossos gostos. Mas também temos que reconhecer que se houvesse aquela pessoa que nos desse tudo servido, seria chato.

As mulheres querem uma vida normal com pessoas semelhantes a elas, que têm os pés no chão. E estamos certas de que muitos podem nos fazer mais felizes sem ser aquela imagem de nossos sonhos.

Príncipe encantado ou homens perfeitos são ideais da imaginação

3. A escolha é puramente pessoal

Em épocas anteriores as famílias procuravam acomodar suas filhas mulheres com um marido importante. Atualmente esse hábito foi abandonado, e escolhemos nosso parceiro por nossa vontade.

É claro que não queremos um príncipe encantado, mas alguém com quem se divertir e ter sexo apaixonado. Uma escolha pessoal baseada em preferências e valores, que nada têm a ver com os antigos.

4. Viver na sombra de um homem saiu de moda

Nós não queremos um príncipe encantado porque significa ser sua sombra em muitas ocasiões. Nós não somos mais pessoas submissas que ficam em casa com nenhum outro propósito, além de satisfazer nosso amor. De fato, muitas de nós nem sequer temos em mente começar uma família.

A liberdade tem um preço incalculável para muitas pessoas, e nós não a abandonaríamos por um homem imaginado. Muitos têm que entender que sequer podemos optar por ter relações casuais ou menos formais, sem que isso nos faça sentir insatisfeitos ou incompletos.

Também pode te interessar ler: Por que não conseguimos terminar um relacionamento mesmo quando ele não dá mais certo?

5. Um companheiro para toda a história

Outras mulheres têm o projeto de se casar e passar o resto de sua vida com um homem. Nesses casos, procuramos um homem com quem compartilhar cada dia e cada momento. Uma pessoa disponível, paciente, e atento às nossas ideias comuns.

O príncipe encantado é geralmente um personagem idílico que aparece apenas em poucos minutos da história. E como sabemos que não desaparecerá da mesma maneira mágica que chegou?

6. Os imperfeitos nos atraem mais

Verdadeiramente, ao olharmos em volta podemos nos assegurar que gostamos mais de homens imperfeitos. Na verdade, a maioria de nós escolhe aquele homem que nos dá segurança e diversão. Aquele que fisicamente é muito diferente do rapaz ideal da imaginação, mas isso não importa.

Às vezes, temos a sensação de que o homem perfeito perde muito tempo cuidando de seu corpo, e alimentando o seu ego. Nós não queremos um príncipe encantado com quem competir por um lugar em frente ao espelho.

O príncipe encantado é geralmente um personagem idílico

Nós queremos um tipo de relacionamento, não um tipo de homem

Enquanto nós podemos brincar ou jogar de dar características a um homem perfeito, a verdade é que isso nada tem a ver conosco. O que estamos procurando é um tipo de relacionamento que atenda às nossas expectativas.

Nós não queremos um príncipe encantado, porque entendemos que a verdadeira felicidade é alcançada com relacionamentos saudáveis. A interação e a conexão entre ambos é o que interessa. Obviamente, haverá discussões e crises, mas acima de tudo, muito amor e confiança.

Conselho

Ficar à espera de um príncipe encantado faz com que as expectativas sejam tão altas que nunca encontrem um parceiro. As frustrações podem acontecer umas às outras nesses casos. Ou a solidão ser a única companheira para toda a vida.

Em conclusão, o foco deve estar sempre em como levar adiante um relacionamento que nos satisfaça dia a dia. Mas não em um tipo de homem com quem, talvez, não tenhamos nada em comum.