8 coisas sobre as quais você deve conversar honestamente com o seu parceiro

Conversar com seu parceiro é fundamental para chegar a um entendimento. É possível que tenham momentos nos quais você não tem vontade de conversar, mas você deverá fazer isso pelo bem do relacionamento.

O matrimônio é um ato de amor maravilhoso e precisa de trabalho, compaixão e compromisso para ter sucesso.

Porém, com a taxa de divórcios em um de seus máximos históricos, a realidade é que as pessoas têm dado esse passo sem saberem o que as espera.

Uma vez que a lua de mel acabe, é preciso voltar para a realidade e continuar com a vida.

Em muitos casos, apesar das dificuldades, você ficará para enfrentá-las junto com seu parceiro. Porém, é possível também que o casamento chegue a uma ruptura se as coisas não estiverem bem.

Se você acaba de dar o grande passo ou está para fazê-lo, considere estas coisas que deve conversar honestamente com seu parceiro antes de se casar.

1. A chama do amor não brilhará para sempre como no primeiro dia

Casal emburrado

Quando pessoas renunciam ao casamento porque sentem que a chama está desaparecendo?

Pode ser difícil imaginar que esse sentimento que experimenta agora vá se desvanecer, mas é preciso averiguar por você mesmo qual é o verdadeiro significado do amor.

Não se trata necessariamente de um capricho de filme romântico com um “final feliz”. Deve estar preparado para suportar etapas difíceis. Ambos devem entender que, ainda que a chama brilhe mais fraca, não significa que seu casamento seja um fracasso.

2. O amor cresce de formas diferentes

Não necessariamente deve estar apaixonado com alguém para saber que está amando e ter um casamento de sucesso. O amor de verdade requer tempo e esforço.

Precisa de uma grande quantidade de cuidados para que floresça. Pode ser que você seja dessas pessoas que consideram que só existem dois extremos, amar ou não, deixando de lado as etapas que estão no meio.

Permita que o casamento siga seu curso e não analise muito os “buracos”. Isso fará você se perguntar se você ama sua parceira o suficiente.

3. A atração nem sempre estará presente

Parceiros de mãos dadas

Assuma o fato de que nem sempre sentirá atração física por seu (a) parceiro (a). Apesar de ser muito importante em nossa sociedade, consciente da aparência física, frequentemente pode acontecer que ainda esteja com alguém que lhe atraia muito, a relação não funcione.

Isso pode trazer fases de dúvida sobre se isso significa que deixou de amar o outro. Questionar seu relacionamento quando os períodos de atração mudam é algo normal, por isso converse honestamente com seu parceiro sobre isso.

Deverá mostrar amor, inclusive em momentos nos quais não queira fazer isso

As coisas nem sempre irão às mil maravilhas. Por esse motivo, é fácil se comportar de maneira quase infantil quando seu parceiro machucar você.

Quando estiver neste tipo de situação, é possível que seu sentimento de amor diminua e que se sinta relutante a dar demonstrações de afeto.

Para que um casamento sobreviva é importante que às vezes se desfaçam do orgulho e realizem atos de amor, inclusive quando não quiserem.

Assim, é melhor que comece a se planejar para compartilhar uma xícara de chá e conversar honestamente com seu (a) parceiro (a) após uma discussão.

Os pequenos atos de mesquinhez podem causar ressentimentos tanto consigo mesmo quanto com seu parceiro.

5. A vida de casados é uma viagem

Parceiros conversando

Pode ser que sinta ter conseguido chegar ao objetivo final com seu parceiro, mas o matrimônio é difícil e precisa de ajuda para crescer e prosperar, tanto com seu parceiro quanto por você.

Há momentos difíceis que parecer ser feitos para pôr todas as emoções negativas e positivas dentro de você à flor da pele.

Use essas emoções para construir e não para derrubar.

Se o fizer bem, pode colher os frutos que o casamento tem para lhe oferecer. Se você decide conversar honestamente com seu casal, pode ser que ambos descubram inúmeras formas de crescerem juntos.

6. Ter filhos causa tensão no casamento

Todos sabem que ter filhos é uma parte maravilhosa da vida mas, ao mesmo tempo, é muito difícil em um casamento. É possível que, ainda que esteja vivendo o melhor dos casamentos, sofra de um período de tensão.

Por isso é importante conversar sobre o melhor momento que os dois consideram para ter filhos. Não deixe de lado seu casamento durante essa etapa.

Tome seu tempo e se esforce para desfrutar do tempo que passam juntos.

7. O amor físico precisa de conexão emocional

Relacionamento amoroso

A sexualidade no casal é uma forma vital de mostrar amor e apreço de um pelo outro. Trata-se de aprender a dar e receber de uma maneira amorosa e não uma forma de ganhar poder, segurança ou validação.

Se a conexão se baseia nos sentimentos, então o sexo tenderá menos a diminuir durante o casamento. Com o tempo irá mudando e isso é normal.

Lembre-se de conversar com seu parceiro e estar aberta com respeito ao que sente e quer.

Quer saber mais? Leia: Conselhos para desfrutar de uma sexualidade plena e satisfatória

8. O casamento não sobrevive sem comunicação

Conversar com seu parceiro te permitirá desfrutar de um casamento bem-sucedido. Os segredos e emoções reprimidas só causam dor e derivam na destruição do relacionamento.

Exponha seus sentimentos e emoções ao outro de forma construtiva. Isso fará com que ambos estejam mais felizes. Assim, as tensões no casamento serão eliminadas e a honestidade se manterá forte.

Isso nem sempre será fácil. Por isso devem trabalhar nisso juntos para superar as dificuldades.

Recomendados para você