Por que não terminamos se a relação já não dá mais certo?

Forçar algo que não dá mais pode nos afetar de forma significativa. Por que não terminamos se a relação já não dá mais certo? Conheça os motivos e aprenda a reconhecer os fatores que indicam que é melhor dizer adeus.
Por que não terminamos se a relação já não dá mais certo?

Última atualização: 17 Maio, 2021

Quando tudo indica que um relacionamento amoroso chegou ao fim, terminar é a decisão mais lógica e correta. Então, por que não terminamos mesmo o relacionamento não funcionando mais? O que nos faz continuar com algo que não tem mais solução? Você já tentou de tudo, mas nada mais é igual e parece que nunca vai voltar a ser.

No entanto, você segue firme. Muitas vezes, somos incapazes de tomar a complicada decisão de terminar oficialmente um relacionamento que já acabou. É ainda mais difícil quando a relação é duradoura e houve amor sincero nela. A seguir, vamos apresentar razões para que isso aconteça.

O que nos fazer insistir em um relacionamento que não dá mais certo?

Dizer adeus e seguir com a vida é a decisão mais sensata, mas, às vezes, tentamos nos convencer de que é algo momentâneo ou nos acostumamos a conviver com um problema que não existia no começo.

Muitas pessoas ao nosso redor talvez enxerguem claramente que, no nosso caso, é melhor terminar o relacionamento. No entanto, não é uma decisão tão fácil. Por que não terminamos se a relação já não dá mais certo? Há diversos motivos:

  • Crianças envolvidas.
  • Culpa
  • Temor em relação ao desconhecido.
  • Medo do confronto.
  • Negação em perder o que se investiu.
  • Preocupação com o julgamento social.
  • Incerteza e expectativas apreensivas.
  • Falta de amor próprio e medo da solidão.
  • Medo da perda e da tristeza que ela pode causar.
  • Em uma relação deteriorada, não há distinção entre a necessidade de terminar e a possibilidade de reparar os problemas.
  • Pensamentos irracionais, como o fato de que você ficará sozinho para sempre, ninguém mais vai amar vocês, etc.

Qualquer término gera uma perda, e isso certamente causa dor, pois indica uma mudança brusca na vida, um destino completamente diferente. Um dos nossos maiores medos é o de nos arriscar, pois vivemos uma rotina durante muito tempo e quebrá-la tem um preço.

Às vezes, permanecemos em um relacionamento por problemas de autoestima. É comum pensar: “Não importa se você não me ame. Eu amo você e um dia você vai sentir o mesmo por mim”. A ilusão de que algo pode ser diferente chega a frustrar os planos de reconquista que revelam uma grande falta de amor-próprio.

A aversão à perda

Um dos motivos que explicam por que não terminamos se a relação já não dá mais certo é “a aversão à perda” ou a dificuldade para desapegar do que foi investido. O insistente pensamento de que termos apostado muito em um relacionamento nos limita na hora de tomar a decisão de abandonar a luta.

Também há influências provenientes do meio social em que vivemos. A pergunta: “Mas o que os outros vão dizer” é poderosa. Não só tememos o fracasso, mas tememos também que  os outros o vejam. Dessa forma, manter as aparências de uma vida feliz e perfeita, às vezes, acaba nos acorrentando.

Outra causa é a existência de filhos e o medo de que com a separação possamos prejudicá-los. Esse fator pode fazer com que um casamento viva anos sem intimidade e em um ambiente hostil que, ironicamente, também não é bom para os filhos.

 

Sinais de que o relacionamento acabou

Uma relação deixa de funcionar quando um dos dois, ou ambos, não têm mais motivação para continuar. Às vezes, há dúvidas, mas existem sinais inegáveis, como os da lista a seguir, de que o vínculo passou do prazo de validade.

  • Desconfiança.
  • Falta de interesse.
  • Ambiente hostil.
  • Ausência de comunicação.
  • O sexo deixa de ser satisfatório ou é inexistente.
  • É melhor estar longe dessa pessoa do que na presença dela.
    Não contribui com nada de positivo ou nos impede de realizar seus planos para o futuro.

Nós merecemos ser felizes e, diante desses sinais, é evidente que há algo que precisa mudar. Portanto, ao identificá-los, é melhor aproveitarmos como uma oportunidade para aprender a andar sozinhos.

Seja porque o momento do relacionamento já passou ou porque a continuidade acabaria sendo destrutiva, há momentos em que a realidade exige o término. Deixar a pessoa partir, perdoar se necessário e seguir em frente são as coisas mais importantes para continuar com uma vida saudável.

Se você não souber lidar com a situação, o mais sensato é pedir ajuda profissional. Por que não terminamos se a relação já não dá mais certo? Por costume, por medo de perder, pelo julgamento das pessoas. Como você pode ver, existem muitos fatores para que isso aconteça.

De qualquer forma, podemos mascarar ou nos acostumar com os problemas, mas o melhor a se fazer é dizer adeus. Não é muito romântico, mas é mais fácil compreender as razões do cérebro do que as do coração.

Pode interessar a você...
Como terminar um relacionamento de modo saudável
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como terminar um relacionamento de modo saudável

Qual é a melhor maneira de terminar um relacionamento? O ideal seria finalizar a relação de um modo maduro e saudável. Veja dicas aqui.