Por que ficamos resfriados?

25 Abril, 2020
Existem vários fatores que podem influenciar a presença dos resfriados. No entanto, em geral, esta é uma infecção viral. Quem ela afeta? Quais são os seus sintomas? Saiba tudo a seguir.

O resfriado é uma das patologias mais comuns em todo o mundo. Trata-se de um dos motivos mais freqüentes de consulta médica, e também um dos principais motivos de absenteísmo no trabalho e na escola. No entanto, você sabe dizer por que ficamos resfriados?

Em cada lugar e cultura, existem diferentes crenças a respeito do que desencadeia os resfriados. Em grande parte dos países europeus, acredita-se que o resfriado esteja sempre associado ao fato de ter pegado frio em algum momento anterior.

Curiosamente, existem textos egípcios de 1500 a.C. que já descreviam o resfriado. Hoje, devido aos avanços da medicina, podemos afirmar quais são suas reais causas e definir de maneira concreta o que acontece em nosso corpo durante um resfriado.

Portanto, neste artigo, vamos explicar por que ficamos resfriados e expor tudo que você precisa saber sobre o assunto. Assim, podemos deixar para trás mitos culturais sobre essa condição, que afeta praticamente toda a população em algum momento da vida.

Por que ficamos resfriados?

Um resfriado, de fato, é uma infecção por vírus. É uma das doenças mais comuns e geralmente ocorre devido ao rinovírus e ao coronavírus. Trata-se de uma condição autolimitada que geralmente não dura mais de 10 dias.

Jovem resfriada
Os resfriados não são causados ​​pelo inverno. Embora sejam mais frequentes nessa estação, sua verdadeira causa é uma infecção viral.

É importante notar que, embora seu nome cause confusão, não ficamos resfriados por pegar frio. Embora seja verdade que o frio e o inverno estejam relacionados a mais casos de resfriados, esse também não é o motivo. Deve ficar claro que se trata de uma infecção viral.

Os resfriados afetam pessoas de todas as idades. São vírus muito contagiosos que se espalham facilmente. Os sintomas mais comuns desta infecção são os espirros e a congestão nasal. Outros sintomas comuns são:

  • Olhos lacrimejantes e muita coriza.
  • Dor de cabeça ou garganta.
  • Cansaço e mal-estar.
  • Muco na garganta ou no peito.

Quando pegamos um resfriado, o vírus que o causou pode se espalhar de várias maneiras pelo corpo. Ao espirrarmos, tossirmos ou falarmos, o vírus pode se transportar para o ambiente e chegar a outra pessoa.

O mesmo acontece quando compartilhamos objetos ou tocamos uma pessoa resfriada. Essa é outra razão pela qual os resfriados sempre foram associados ao frio. As pessoas, quando faz frio, tendem a se proteger em lugares quentes onde há muita gente, e assim a propagação é favorecida.

Leia também: Receita medicinal com anis para tratar resfriados

Quais são os fatores de risco para os resfriados?

O fato de ser uma infecção viral não exclui certos fatores que facilitam que fiquemos resfriados. É aqui que incluímos o frio e o inverno.

Antes de tudo, devemos entender que, apesar de pegarmos resfriados com mais frequência no inverno, isso pode acontecer em qualquer época do ano. O mesmo vale para a idade; qualquer um pode pegar um resfriado.

Criança com tosse
Os resfriados geralmente são mais comuns em crianças, uma vez que os ambientes escolares facilitam a disseminação do vírus.

No entanto, a incidência em crianças com menos de 6 anos de idade é muito maior. Isso ocorre porque as medidas de higiene nessa idade não são muito frequentes e, principalmente, porque o contato entre as crianças é muito mais intenso quando estão brincando entre si.

Outro fator de risco para pegarmos resfriados com mais frequência é ter um sistema imunológico enfraquecidoO fato de ter adoecido recentemente ou ter alguma patologia crônica são aspectos com uma influência significativa.

Nosso sistema imunológico depende de muitos elementos e substâncias, por isso ele é exposto a inúmeras alterações e déficits que podem enfraquecê-lo. Entre eles, podemos citar a privação de sono e a deficiência de vitamina C.

Além disso, pesquisas demonstraram que a fumaça do cigarro também nos torna mais suscetíveis aos resfriados. Os fumantes ativos e passivos têm uma maior tendência a se resfriar. A razão é que a fumaça danifica as membranas mucosas do sistema respiratório e facilita a entrada do vírus em nosso corpo.

Você pode se interessar: Como evitar um resfriado no inverno

Conclusão

Em resumo, ficamos resfriados devido a uma infecção causada por um vírus, que pode ser de diferentes famílias. É importante entender que o frio e o inverno são fatores que podem facilitar o contágio, mas o frio não é a causa.

  • InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Common colds: Overview. 2006 Feb 14 [Updated 2018 Nov 15]. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279543/
  • Worrall G. Common cold. Can Fam Physician. 2011;57(11):1289–1290.
  • Arroll B. Common cold. BMJ Clin Evid. 2011;2011:1510. Published 2011 Mar 16.
  • Troullos E, Baird L, Jayawardena S. Common cold symptoms in children: results of an Internet-based surveillance program. J Med Internet Res. 2014;16(6):e144. Published 2014 Jun 19. doi:10.2196/jmir.2868