Adaptação à nova escola: como ajudar o seu filho

13 de janeiro de 2020
Mudar de escola não é fácil para as crianças. Elas precisam de um período de adaptação na nova escola até se sentirem confortáveis ​​com a nova realidade. Aprenda aqui como ajudá-los.

O primeiro dia em uma nova escola é um momento de muita ansiedade e medo para a maioria das crianças, independentemente da idade. De fato, o período de adaptação à nova escola geralmente dura alguns meses até que a criança se sinta realmente confortável com seu professor e colegas de classe.

Como pais, é nosso dever ajudar nossos filhos a superar essa ansiedade, olhar para o copo “meio cheio” e descobrir todas as coisas boas da nova experiência. Não perca o nosso conselho.

Por que os medos e a ansiedade aparecem?

Acompanhe seu filho a toda hora

Além da idade do seu filho, o aparecimento da ansiedade e diferentes medos costuma ser um fato, quando falamos sobre uma mudança dessa magnitude. Não é difícil entender o que acontece com as crianças, apenas precisamos exercitar a empatia.

Uma nova escola implica um novo começo para os pequenos (e não tão pequenos). Entre os principais fatores que produzem medo e ansiedade estão:

  • O desconhecido: tudo é novo e a criança não sabe como as coisas funcionam ou o que vai encontrar.
  • Não ter amigos: uma nova escola significa ingressar em um curso em que todos se conhecem. A criança entra em um grupo armado onde não tem um amigo. É lógico que essa situação gera medos.
  • Perder amigos: Outro medo bastante comum da criança é acreditar que se perderão os amigos da antiga escola, que será esquecida, e que nunca mais os verá.

Lembre-se: o período de adaptação varia de um filho para outro por causa de sua idade (as crianças pequenas tendem a se adaptar mais rapidamente que as crianças mais velhas) e de sua personalidade (crianças tímidas geralmente precisam de mais tempo para adaptar-se). Seja paciente e acompanhe seu filho nesse momento!

Você pode estar interessado em: Ajudar uma criança a enfrentar a morte de um familiar

Como ajudar a criança na nova escola

Embora seja provável que a mudança para uma nova escola também gere alguma ansiedade nos pais, estes devem mantê-la sob controle. Não esqueça que os pais são o espelho no qual nossos filhos se olham. Nós somos o seu exemplo a ser seguido.

Vejamos agora algumas boas dicas para ajudar a criança a adaptar-se à sua nova escola:

Antes da mudança de escola

Dê carinho ao seu filho

  1. Primeiramente, anuncie a mudança somente quando for um fato: conversar sobre possibilidades com seus filhos só gerará estresse. Informe-os de que irão para uma nova escola somente quando tiver certeza de que isso acontecerá.
  2. Além disso, explique os motivos: conversar com seus filhos sobre os motivos que motivam a mudança é a única maneira de fazê-los entender essa necessidade. Embora sejam pequenos, têm capacidade de racionalizar e entender. Arme-se com paciência para receber suas perguntas e… dialogue!
  3. Ademais, forneça informações importantes: diga a eles quando começarão na nova escola, como seus dias serão organizados, como a escola funciona e tudo o que você considerar necessário para minimizar a ansiedade de seus filhos.
  4. Por outro lado, seja empático: é um momento difícil para seus filhos. Coloque-se no seu lugar e não perca a calma. Seus filhos precisam de sua compreensão, amor e apoio nesse momento.
  5. Também, visite a escola: conhecer a nova escola antes do início das aulas (ou da hora da mudança) pode ser decisivo para os seus filhos entenderem a ideia. Pergunte na escola se é possível visitá-la.
  6. Finalmente, aproveite as atividades extracurriculares: se a escola oferecer atividades fora do horário das aulas, pode ser uma boa ideia matricular seu filho em uma delas. Escolha uma atividade que goste e deixe que se acostume gradualmente à nova escola e aos novos colegas de classe. Dessa maneira, quando chegar a hora, não se sentirá mais como um “novato”.

Leia também: 6 dicas para desenvolver talentos em seus filhos

O primeiro dia de aula na nova escola

Encoraje seu filho a entrar à escola

  1. Em primeiro lugar, acorde seu filho com amor: aproveite a oportunidade para tomar café da manhã com ele sem pressa, e tente acalmar sua ansiedade.
  2. Logo depois, acompanhe-o até a nova escola: não importa quantos anos tenha, seu filho precisará do seu apoio para enfrentar seus novos professores e colegas de classe. Seja seu pilar!
  3. Além disso, escute-o: faça-o sentir que você entende seus medos e inseguranças. Escute seu filho, deixe-o desabafar com você.
  4. Ademais, seja pontual: tanto quando você o deixar como quando o buscar. É importante que seu filho chegue a tempo na parte da manhã, e é essencial que encontre você esperando por ele quando sair da escola.
  5. Por outro lado, se seu filho chorar: (no caso dos pequenos) assegure-lhe de que tudo ficará bem, mas não volte para casa com ele!
  6. Por último, preste atenção aos sinais: algumas crianças não contam tudo o que aconteceu na escola ou têm problemas para expressar seus sentimentos. Observe seu filho e tente detectar se tem mudanças de personalidade ou atitudes, para saber como está vivendo tal mudança.

Durante o período de adaptação na nova escola

Adaptação à nova escola: como ajudar o seu filho na aula

  1. Em primeiro lugar, não esqueça que estamos falando de um período de adaptação: é impossível garantir quanto tempo seu filho precisará se sentir confortável na nova escola. Respire fundo e lembre-se de que cada pessoa precisa de uma quantidade de tempo diferente.
  2. Além disso, nunca perca a paciência se seu filho disser que não quer ir à escola: a adaptação pode ser muito complicada. Ouça o seu pequeno e acompanhe-o, não adicione estresse à sua vida com recriminações ou gritos.
  3. Por outro lado, entre em contato com outros pais do curso: Descubra de que criança o seu filho gosta e converse com o seu pai. Talvez você possa convidá-lo para uma brincadeira ou lanche em sua casa, para ajudar seu filho a quebrar o gelo.
  4. Finalmente, ouça mais e fale menos: permita que seus filhos se expressem, tente entendê-los e não lhes dê lições de moral. Cada pessoa vive o processo de mudança de maneira diferente.

Em conclusão, o processo de adaptação à uma nova escola pode ser longo e complexo, dependendo das características de cada criança. Tenha paciência e empatia! Só assim você poderá ajudar seus filhos nesse momento.