Como fazer um polvo ao molho picante?

O polvo é um prato considerado uma iguaria. Embora possa ser acompanhado de vários tipos de molho, o picante destaca de forma notável o seu sabor.
Como fazer um polvo ao molho picante?

Última atualização: 07 Setembro, 2021

O polvo ao molho picante é uma receita deliciosa que todos os que amam o sabor deste molusco deveriam experimentar. Embora também possa ser combinado com outros tipos de molhos, esta opção irá destacar de forma excepcional o sabor do prato.

O que se destaca nesta preparação é a combinação de sabores e texturas. Para isso, temos que cozinhar o polvo e, enquanto isso, preparar o molho. Se você seguir o passo a passo que compartilhamos abaixo, não vai ter nenhum problema.

O polvo ao molho picante envolve uma certa técnica

Para cozinhar o polvo deve-se levar em conta que existe uma técnica especial de cozimento. Resumindo, a forma como este prato é cozido é fundamental para evitar que o polvo desfie ou fique borrachudo e elástico.

Este prato é a opção ideal para um jantar especial ou para compartilhar com seus amigos e familiares. Anote os ingredientes necessários e siga as instruções para prepará-lo.

Ingredientes

  • 2 cebolas.
  • Suco de 1 limão.
  • 2 dentes de alho.
  • 1 dose de conhaque.
  • 1 quilo de polvo fresco.
  • 1 copo de vinho branco
  • 600 gramas de tomate.
  • 1 fio de azeite.
  • 1 colher de sopa de pimenta-do-reino
  • 500 mililitros de caldo de peixe.
  • Sal grosso a gosto, gengibre fresco, 8 folhas de coentro, tabasco a gosto.
Polvo à galega
A cocção do polvo tem um ponto específico que evita que suas propriedades organolépticas sejam arruinadas.

Passo a passo para preparar o polvo ao molho picante

Para fazer esta receita, você tem que cozinhar o polvo e, em seguida, preparar o molho.

Cozinhe o polvo

  1. Leve a água para ferver em uma panela grande. Quando começar a ferver, segure o polvo pela cabeça e mergulhe-o na panela. A técnica recomendada é repetir este processo 3 vezes seguidas. O que se consegue ao cozinhar desta forma é que o molusco não se desintegre.
  2. Em seguida, cozinhe o polvo por cerca de 20 minutos. Após este tempo, verifique se está cozido enfiando um palito num dos tentáculos. Se entrar facilmente, é porque está pronto.
  3. Em seguida, retire a panela do fogo e deixe o molusco descansar na água por mais 15 minutos. Enquanto espera, prepare o molho para acompanhar este delicioso prato.

Faça o molho

  1. Para fazer este molho, comece a preparar o fundo de vegetais. Descasque e pique o alho e a cebola. Coloque o fio de azeite numa frigideira e comece a refogar.
  2. Enquanto os vegetais estão no fogo, descasque os tomates e corte-os em pedaços. A seguir, coloque-os no liquidificador para que fiquem totalmente triturados.
  3. Agora, coloque os tomates na panela, acrescente o sal e a pimenta. Mexa e cozinhe por 3 minutos. Após este tempo, adicione o vinho e o conhaque e deixe evaporar o álcool da bebida.
  4. Em seguida, adicione o molho de peixe e, enquanto ferve, pique o coentro.
  5. Para finalizar a elaboração, junte o gengibre, o suco de limão, o coentro picado e a pimenta tabasco. Mexa por alguns minutos e desligue quando o molho engrossar.
  6. Por fim, corte o polvo e sirva em um prato. Adicione o molho picante a gosto e aprecie o sabor desta receita.

Benefícios de comer polvo

De acordo com o que consta do Livro Alimentar Espanhol, o polvo é uma fonte de proteínas. Especificamente, fornece 10,6 gramas deste nutriente em cada 100 gramas.

Também se destaca pelo teor de minerais e vitaminas, como selênio, iodo, fósforo, cálcio e zinco. Por esse motivo, a incorporação deste alimento na dieta habitual pode trazer os seguintes benefícios.

Fortalece a saúde geral

Seu alto teor de cálcio pode promover a saúde óssea e manter o esmalte dentário. Além disso, este mineral também ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue, transmitir impulsos nervosos, promover a atividade neuromuscular e regular a frequência neuronal.

Favorece a função da tireóide

Especificamente, o iodo é o mineral de que a tireoide precisa para produzir hormônios. Se as quantidades necessárias não forem fornecidas, pode haver problemas de deficiência. Com isso, podem ocorrer alterações no funcionamento normal do metabolismo.

Contribui para o funcionamento do sistema nervoso

As vitaminas do complexo B fornecidas por este molusco são essenciais para a transmissão do impulso nervoso. Evidências científicas mostram que a deficiência, principalmente de vitamina B12, pode levar à anemia, perda de memória e falta de apetite.

No caso das gestantes, a deficiência provoca alterações fetais, principalmente defeitos no desenvolvimento do tubo neural.

Contribui para o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos

O zinco é um mineral necessário para o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos. Além disso, facilita a produção de proteínas, por isso é fundamental na reparação dos tecidos do corpo.

Alimentos com vitamina B12
O complexo B de vitaminas é essencial para o bom funcionamento do corpo humano. A B12 está presente em boas quantidades nos frutos do mar.

Leia também: Poke, a comida da moda

Contraindicações do polvo ao molho picante

Algo que você deve saber antes de preparar este prato é que o polvo faz parte da categoria de animais conhecidos como frutos do mar. Por isso, consumi-lo pode causar reações em pessoas alérgicas.

Nesse sentido, diversas pesquisas sobre o assunto indicam que os sintomas mais comuns são as doenças respiratórias e cutâneas. Assim, os seguintes problemas podem aparecer:

  • Urticária ou coceira na pele
  • Inchaço na face, principalmente nos lábios, língua e pescoço.
  • Congestão nasal com falta de ar.
  • Dor abdominal, diarreia, náuseas e vômitos.
  • Tontura ou desmaio

Se uma pessoa tiver um alto grau de alergia a frutos do mar, terá uma reação grave conhecida como anafilaxia. Isso pode levar a uma queda na pressão arterial, um inchaço repentino da garganta e até à morte.

Experimente esta receita de polvo ao molho picante

Esta receita tem um certo grau de complexidade porque exige que o polvo seja devidamente cozido. Se preferir, você pode comprá-lo já cozido e só se dedicar ao preparo do molho.

Não importa qual opção você escolha. Lembre-se de que este prato tem um sabor único que vai agradar a todos que o experimentarem.

Pode interessar a você...
Delicioso polvo galego, receita caseira
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Delicioso polvo galego, receita caseira

Para fazer a receita de polvo galego corretamente, você precisa obedecer a um procedimento que é bastante curioso. Na Galiza, chama-se "susto".



  • Paz, R. D., & Hernández-Navarro, F. (2006). Manejo, prevención y control de la anemia megaloblástica secundaria a déficit de ácido fólico. Nutrición Hospitalaria21(1), 113-119.
  • González, L. W., Eslava, N., Guevara, F., & Troccoli, L. (2015). Biología y pesquería del pulpo Octopus vulgaris (Octopoda: Octopodidae) en las costas del estado Nueva Esparta, Venezuela. Revista de Biología Tropical63(2), 427-442.
  • Zúñiga, O., Olivares Paz, A., & Torres, I. (2011). Evaluación del crecimiento del pulpo común Octopus mimus del norte de Chile alimentado con dietas formuladas. Latin american journal of aquatic research39(3), 584-592.
  • Múnera, M., Gómez, L., & Puerta, L. (2013). El camarón como una fuente de alérgenos. Biomédica33(2), 306-318.
  • Cardona, V., & Guilarte, M. (2007). Alergia a alimentos. Revista Española de Enfermedades Digestivas99(3), 172-172.
  • Pulpo. FEN. Libro la alimentación Española. Disponible en: https://www.fen.org.es/storage/app/media/imgPublicaciones/2018/libro-la-alimentacion-espanola.pdf