Podemos recuperar horas de sono?

25 de julho de 2019
Não é possível recuperar horas de sono perdidas. Embora às vezes você possa se sentir menos fatigado, na realidade, os excessos aos quais você submeteu seu corpo e cérebro não podem ser compensados.

Se você é um daqueles que pensam que está equilibrando seu descanso ficando acordado até tarde hoje e dormindo mais amanhã, está errado. Recuperar horas de sono é biologicamente impossível. O sono perdido nunca é recuperado e, além disso, pode gerar problemas de saúde.

O corpo precisa de um certo número de horas de descanso por dia para poder funcionar normalmente. Um sono normal compreende entre sete e nove horas por dia. Se você dormir menos que esse tempo, mais cedo ou mais tarde sentirá os efeitos negativos.

O corpo trabalha por ciclos e não como um depósito cumulativo. Se o organismo não completar um ciclo, o próximo começa com esse déficit. No entanto, o ciclo seguinte não pega as horas de sono emprestadas do anterior para se equilibrar, mas é realizado de forma independente.

Descubra neste artigo como somos afetados pela perda de horas de sono e por que não é possível recuperá-las.

A perda de horas de sono

Não é possível recuperar horas de sono

O sono é um processo fisiológico fundamental para os seres humanos e para uma grande parte dos animais. Na verdade, o cérebro não descansa enquanto você dorme, mas, na verdade, fica mais ativo. Ele promove processos fundamentais de organização e recuperação.

Quando você não dorme o suficiente, a primeira coisa afetada são seus processos cognitivos. Você não pode processar informações da mesma maneira, você se torna menos apto a aprender e tem problemas de concentração. Além disso, seu estado de ânimo tende a piorar.

Agora, se seu estilo de vida exige que você deite muito tarde e acorde muito cedo, você estará em déficit todos os dias.

Se, por exemplo, você for dormir às 2 da manhã e acordar às 7, pelo menos terá uma dívida de duas horas por dia com seu corpo. Uma semana é equivalente a 14 horas, ou seja, duas noites inteiras de sono.

Quando isso dura por muito tempo, os efeitos também começam a ser permanentes. Isso quer dizer que, em geral, você terá um desempenho intelectual limitado, mau humor e vários problemas orgânicos.

Recuperar horas de sono é impossível. Portanto, esse estilo de vida é muito prejudicial.

Leia também: Tenho sono mas não consigo dormir

Recuperar horas de sono

Aqueles que acreditam que é possível recuperar horas de sono começam a organizar suas vidas em torno de ciclos irregulares de descanso. Além das consequências já mencionadas, um dos efeitos dessa situação é que o “ritmo circadiano” é afetado.

O ritmo circadiano é uma espécie de relógio biológico que todos nós temos. A consequência imediata de alterar o ritmo circadiano é uma espécie de caos na produção de hormônios.

Todo o organismo funciona de forma sincronizada e, se você alterar alguma coisa, todo o resto é alterado. É como se você alterasse o movimento de um dos ponteiros do relógio: os outros começariam a marcar um horário diferente, ou a máquina deixaria de funcionar.

As alterações na produção de hormônios são responsáveis ​​pelo aumento de peso, transtornos do apetite e problemas de pele, por exemplo.

A longo prazo, todo o metabolismo é modificado e isso o torna mais propenso a ter doenças graves, como por exemplo, diabetes, hipertensão e até problemas cardíacos.

Talvez você esteja interessado: Vença a insônia com estes 5 conselhos

A higiene do sono

É importante dormir bem todas as noites

Em vez de se preocupar em recuperar ou não as horas de sono, o correto é modificar seus hábitos para garantir o descanso adequado e cuidar da sua saúde.

Algumas medidas aconselháveis ​​são as seguintes:

  • Conheça o seu ritmo de sono. Faça um pequeno autodiagnóstico. Registre a hora em que você vai deitar e o horário em que acorda. Faça isso durante 15 dias. Isso lhe dará uma visão geral básica para saber quais são as medidas a tomar para melhorar seu descanso.
  • Prepare o ambiente antes de dormir. Elimine luzes fortes, ruídos e todos aqueles estímulos que possam alterar seu sono.
  • Uma boa cama. Se há algo no qual vale a pena investir dinheiro é uma boa cama, porque provavelmente, você passará a terceira parte da sua vida nela. Sendo assim, ela terá que ser confortável.
  • Estabeleça um horário. Sempre se deite à mesma hora e faça o mesmo para se levantar. Mantenha esse cronograma por mais de 45 dias e provavelmente o transforme em um hábito. Você sempre deve dormir pelo menos 7 horas.
  • Exercício e relaxamento. Para dormir melhor, é apropriado fazer pelo menos 15 minutos de exercício todos os dias. Entretanto, nunca faça isso próximo à hora do seu descanso. Quando chegar a hora de ir para a cama, os exercícios que você deve fazer são de relaxamento.
  • Leonardo, S. M. (2013). Trabajo en turnos, privación de sueño y sus consecuencias clínicas y médicolegales. Revista Médica Clínica Las Condes, 24(3), 443-451.
  • Sierra, J. C., Jiménez-Navarro, C., & Martín-Ortiz, J. D. (2002). Calidad del sueño en estudiantes universitarios: Importancia de la higiene del sueño. Salud Mental.
  • Miró, E., Cano-Lozano, C., & Buela-Casal, G. (2005). SUEÑO Y CALIDAD DE VIDA. Revista Colombiana de Psicología.