7 consequências de dormir pouco

· 2 de fevereiro de 2018
Se estivermos acostumados a dormir pouco, provavelmente notaremos as consequências em nossos níveis de concentração, e inclusive em nossa pele, que mostrará rugas de maneira prematura.

Muitas vezes o trabalho e o resto de nossas atividades diárias nos fazem pular ou diminuir as horas de sono. Até parece que isso é o mais normal no mundo de hoje, mas você já se perguntou quais são as consequências de dormir pouco? 

A maioria das pessoas se esquece de que dormir é tão importante quanto comer, se hidratar e descansar.

E não, descansar e dormir não são a mesma coisa, já que você pode descansar vendo televisão ou lendo um livro, mas não estará dormindo.

Continue lendo e descubra as consequências de dormir pouco. Depois, mude seus hábitos caso você esteja dormindo menos do que o devido e não queira ver os efeitos negativos em um futuro próximo.

Principais consequências de dormir pouco

Níveis de ansiedade altos

Mulher com dor de cabeça

Quando você dorme seu corpo se repara e elimina a tensão muscular causada pelo estresse do dia.

Por isso, uma das consequências de dormir pouco é que o estresse se acumula e duplica. Isto faz com que seja mais difícil enfrentar os desafios do dia seguinte.

A conexão do corpo com a mente é muito intensa, por isso, se você não repara o estresse através do sono adequado, ele se manifesta como ansiedade.

A ansiedade também pode ser causada pela liberação crônica de adrenalina, algo comum em quem dorme pouco à noite.

Por isso, trate de dormir bem e por várias horas durante a noite.

Depressão

Outra das consequências de dormir pouco é a depressão, já que a falta de sono interfere em nossos neurotransmissores.

Em última instância, isto pode levar a uma diminuição da sinapse entre os neurônios que regulam seu estado de humor.

Por isso, sempre que sentir um mal-estar ou desânimo, pense em quantas horas você dormiu. Talvez descubra que não é porque sua vida vai mal, mas sim porque não dormiu bem o suficiente.

Falta de concentração

Homem com dificuldade de concentração

Ainda que você não acredite, dormir interfere diretamente no pensamento e na aprendizagem, por isso uma das consequências de dormir pouco é o dano causado nestes processos cognitivos.

Quando você dorme menos de 7 horas, sua atenção, seu estado de alerta, raciocínio e a maneira como resolve os problemas são gravemente afetados.

Isto faz com que o processo de aprendizagem seja quase nulo.

Além disso, os ciclos do sono desempenham um papel importante no reforço das memórias na mente. Assim que, se você não dorme as horas adequadas, não poderá se lembrar do que aprendeu.

Problemas de obesidade e pressão arterial

A melatonina regula os hormônios que nos fazem sentir fome (grelina) ou saciedade (leptina).

  • Quando dormimos menos, os níveis de grelina aumentam e os níveis de leptina diminuem. Isso cria o cenário perfeito para o ganho de peso e a obesidade.
  • Além disso, as pessoas que não dormem corretamente têm menos probabilidade de fazer exercício porque se sentem muito cansadas. Também têm mais probabilidade de comer alimentos cheios de gorduras saturadas e açúcares.

Se as consequências anteriores não lhe parecem nada demais, você deve saber que sua saúde cardiovascular também será enfraquecida.

Dormir só 5 a 6 horas por noite aumenta a pressão arterial. O sono controla os hormônios do estresse que, por sua vez, regulam e mantêm uma pressão arterial saudável.

Problemas no sistema imunológico

Sistema imunológico forte

Quando você dorme, seu sistema imunológico produz citoquinas protetoras, anticorpos e células que combatem infecções. Isto é necessário para combater substâncias estranhas, como bactérias e vírus.

Uma das consequências de dormir pouco é que seu sistema imunológico não tem a oportunidade de recuperar a força e a vitalidade.

Se você não dorme o suficiente, é mais provável que seu corpo não seja capaz de se defender das infecções e, por isso, você pode adoecer com frequência.

A privação do sono a longo prazo aumenta o risco de desenvolvermos doenças crônicas como a diabetes e as doenças cardiovasculares.

Envelhecimento precoce da pele

Outra consequência de dormir pouco são as olheiras que aparecem debaixo dos olhos. Quando não dormimos pelo menos 6 horas, o cortisol, o hormônio do estresse, é liberado em grandes quantidades.

As mulheres que dormem mal ou pouco costumam mostrar sinais de envelhecimento precoce, tais como as rugas.

O cortisol em grandes quantidades pode romper o colágeno, por isso sua pele deixa de ter elasticidade e exibir saúde e suavidade.

Se você quer que sua pele fique saudável mas não consegue resultados com os cremes e tratamentos feitos pra isso, talvez seja uma boa ideia dormir antes das 10 da noite.

Lembre-se de que o período em que a pele se regenera vai das 10 da noite às 2 da manhã.

Evite as consequências de dormir pouco

Se você é das pessoas que dormem pouco, talvez tenha se identificado com alguma dessas consequências.

Caso já esteja lidando com alguns destes problemas, melhore seus hábitos. Talvez isso seja tudo o que você precisa.