Pernas inchadas: 8 dicas para tratá-las

A estimulação da circulação através de massagens e o consumo de alimentos diuréticos podem ajudar a diminuir o inchaço das pernas, e outros sintomas relacionados.
Pernas inchadas: 8 dicas para tratá-las

Última atualização: 24 Fevereiro, 2021

Ter pernas inchadas pode ser o resultado de esforço físico, má circulação, ou da retenção de líquidos. Esse sintoma, que geralmente atinge às mulheres, é descrito como uma sensação de peso que às vezes dificulta o movimento.

Muitas vezes desencadeia episódios de dor prolongada, que só diminuem com o repouso. Além disso, pode ser acompanhada de formigamento, dormência e outros sintomas, cuja falta de controle pode reduzir significativamente a qualidade de vida. Como aliviar isso?

Embora na maioria dos casos desapareça sem a necessidade de tratamentos, existem algumas medidas para controlar esse mal naturalmente. Em seguida, queremos rever suas principais causas, e dar 8 dicas simples para acelerar sua recuperação.

Quais são as causas das pernas inchadas?

Pernas inchadas: tratamento com massagens

A principal razão pela qual esta condição aparece é porque a circulação sanguínea não flui de forma adequada na parte inferior do corpo. A lei da gravidade adicionada à pressão causada pelo peso, dificulta o retorno normal do fluxo sanguíneo ao coração.

Por sua vez, outro gatilho comum é a retenção de líquidos que ocorre devido a dificuldades na função renal. Este distúrbio geralmente resulta do consumo excessivo de sódio, mas também de vários tipos de doenças.

O que mais influencia o aparecimento de pernas inchadas? De acordo com uma publicação do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido , as causas mais comuns são:

  • Estar acima do peso ou ser obeso.
  • Gravidez.
  • Sofrer golpes ou traumas.
  • Levar uma vida sedentária.
  • Tem insuficiência cardíaca ou renal.
  • Consumir medicamentos para controlar a diabetes ou a hipertensão.
  • Ficar muito tempo na mesma posição, seja em pé ou sentado.

Sintomas das pernas inchadas

As pernas inchadas são caracterizadas por inflamação perceptível em áreas como os joelhos e panturrilhas. No entanto, esse desconforto tende a desencadear outros sintomas desconfortáveis, cuja intensidade varia dependendo da causa subjacente. Os mais comuns incluem:

  • Formigamento, coceira e cãibras.
  • Pernas vermelhas e quentes ao toque.
  • Aparecimento de verizes e vasinhos.
  • Sensação de peso e fadiga nas pernas.
  • Dor que aumenta ao fazer algum tipo de esforço físico.

Dicas para aliviar as pernas inchadas naturalmente

Quando as pernas inchadas são o sintoma de alguma doença, geralmente é necessário usar medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos para o seu alívio. No entanto, não importa qual seja a causa, as dicas a seguir podem ajudar a controlá-la.

Agora, independentemente da causa, além de aplicar as recomendações do médico, as dicas a seguir podem ser levadas em consideração para obter o alívio.

1. Levante suas pernas

Dicas para aliviar as pernas inchadas naturalmente: elevar as pernas

Colocar as pernas para o alto por alguns minutos pode ajudar a reativar a circulação sanguínea. Desse modo, facilitamos o retorno do sangue à parte superior do corpo. Da mesma forma, este simples exercício relaxa os músculos e diminui essa sensação de tensão.

2. Use sapatos confortáveis

O uso de calçados confortáveis ​​e ventilados pode aliviar o inchaço das pernas. Portanto, em vez de usar saltos ou sapatos apertados, é melhor optar por um calçado baixo do tamanho apropriado.

3. Aumente o consumo de água

Beber entre 6 e 8 copos de água por dia pode minimizar esses desequilíbrios inflamatórios, que produzem desconforto na área inferior. Este líquido estimula as funções linfáticas e promove uma eliminação adequada dos líquidos retidos nos tecidos.

4. Tome banhos frios

Banhos frios
Um banho morno seria ideal para evitar a exposição do corpo aos riscos da água muito quente.

Uma das melhores terapias naturais para aliviar as pernas inchadas é a aplicação de água fria. Na verdade, essa temperatura pode estimular o fluxo sanguíneo e ajudar a prevenir complicações como as verizes. Além disso, relaxa os músculos e reduz a dor.

5. Consuma alimentos diuréticos

Acredita-se que alimentos como o abacaxi, aipo ou alcachofra são ideais para combater a retenção de líquidos que afeta as pernas. Devido à sua capacidade de aumentar as funções renais, eles poderiam aumentar a produção de urina e regular os líquidos.

6. Faça exercício físico

Praticar alguma atividade física tem vários benefícios contra os descontroles inflamatórios que limitam o movimento das pernas. Em primeiro lugar, ajuda a combater o excesso de peso, um gatilho da inflamação. Além disso, combate a retenção de líquidos e promove a circulação.

7. Use sais de Epsom

Dicas para acelerar o alívio de pernas inchadas: sais de Epsom

Banhos com sais de Epsom são o remédio clássico para melhorar a condição das pernas inchadas. Além disso, este ingrediente age como um relaxante muscular, diminuindo a rigidez e a tensão.

8. Aplique massagens

A aplicação de massagens, preferencialmente com óleos essenciais, estimula as funções linfática e circulatória. Isso permite que o inchaço das pernas diminua.

Quando ver o médico?

Finalmente, se o inchaço nas pernas for persistente e não diminuir, é importante consultar o seu médico. Isso, para estabelecer as causas e encontrar o tratamento adequado conforme o caso.

Às vezes, mesmo que essas dicas sejam aplicadas, outras complicações ocorrem devido a condições não diagnosticadas. Portanto, é aconselhável, sempre que necessário, procurar a ajuda de um profissional.

It might interest you...
Alivie as pernas inflamadas com estes 6 remédios naturais
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Alivie as pernas inflamadas com estes 6 remédios naturais

Estes remédios são muito eficazes para aliviar as moléstias relacionadas com inflamação e o peso das pernas, assim como os formigamentos.



  • Gunderson, Craig G., and John J. Chang. “Risk of deep vein thrombosis in patients with cellulitis and erysipelas: a systematic review and meta-analysis.” Thrombosis research 132.3 (2013): 336-340.
  • Steichen, O., and C. Bachmeyer. “Pierna hinchada y roja.” EMC-Tratado de Medicina 22.2 (2018): 1-6.
  • Valencia, Cayo Martín. “Patologías dolorosas de brazos y piernas.” Natura Medicatrix: Revista médica para el estudio y difusión de las medicinas alternativas 20.3 (2002): 140-141.
  • United Kingdom National Health Service. Swollen ankles, feet and legs (oedema). (2018). Recuperado el 14 de mayo de 2020. https://www.nhs.uk/conditions/oedema/