Chá de gengibre: um grande aliado quando se trata de emagrecer

Além de nos ajudar a nos sentirmos saciados, o gengibre possui propriedades termogênicas que nos ajudam a acelerar o metabolismo e a queimar gordura mais rapidamente.
Chá de gengibre: um grande aliado quando se trata de emagrecer

Última atualização: 28 Janeiro, 2021

O chá de gengibre é um remédio medicinal com muitas propriedades. Uma delas é a de nos ajudar a emagrecer de modo saudável.

Esta raiz de sabor levemente picante pode se tornar o aliado perfeito para nos ajudar não somente a perder a gordura que temos sobrando, mas também para aliviar as dores, por ser um dos melhores anti-inflamatórios naturais que existem.

A seguir, analisamos qual é a maneira mais adequada de emagrecer com o delicioso chá de gengibre. Além disso, vamos conhecer em quais situações o seu consumo não é recomendado.

Por que o chá de gengibre nos ajuda a emagrecer?

Por que o chá de gengibre nos ajuda a emagrecer?

Se você notou que ganhou um pouco de peso ultimamente, que a região do abdômen e dos quadris aumentaram, e que não pode colocar as roupas de antes, é o momento de tomar medidas.

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que, para emagrecer, não devemos nos limitar a consumir exclusivamente chá de gengibre durante dias. De jeito nenhum.

O chá de gengibre é um aliado, um complemento para a nossa dieta. Portanto, é importante reduzir o excesso de gorduras em seu dia a dia, se esforçar para comer melhor com saladas ou legumes no vapor, e não descuidar da ingestão de proteínas, fibras e água abundante ao longo do dia.

Se, além disso, você praticar um pouco de atividade física e acrescentar uma xícara de chá de gengibre após as refeições, conseguirá chegar ao seu peso ideal em aproximadamente 5 semanas. Isso requer esforço e força de vontade, não há dúvida, mas vale a pena. Descubra a seguir por que o chá de gengibre é bom para emagrecer:

1. Facilita a digestão

Um dos benefícios principais do gengibre é que facilita a digestão. Isso porque tem propriedades naturais para induzir o movimento regular do estômago e dos intestinos. Com isso, o alimento se processa muito melhor e os nutrientes são sintetizados de modo adequado. Dessa forma, o corpo se desfaz de tudo o que o organismo não necessita.

2. Efeito termogênico

Você sabe o que quer dizer que um alimento é um bom termogênico? Significa que ele pode elevar a nossa temperatura corporal, fazendo com que possamos ativar o metabolismo para conseguir queimar mais gordura.

A raiz de gengibre é uma das plantas mais eficazes para emagrecer de forma natural. Seu efeito termogênico é exatamente um de seus principais benefícios.

3. Nos ajuda a nos sentirmos saciados

Certamente isso já ocorreu com você alguma vez. Você termina o almoço, volta ao trabalho e, em pouco tempo, sente um vazio insuportável no estômago. 

É então que caímos no erro de beliscar a primeira coisa que aparece na nossa frente: um biscoito salgada, um bolo… Para combater este problema, o gengibre é uma boa opção, já que é conhecido também por ser um supressor natural do apetite.

Desta forma, é benéfico beber uma xícara de chá de gengibre logo após as refeições. Se você se alimenta de forma equilibrada, não há motivo para beliscar entre as refeições, e o ideal é aguentar bem até o jantar. O gengibre te ajuda a eliminar essa vontade, esse desejo de comer algo o tempo todo. Que tal colocar esta dica em prática hoje mesmo?

4. O gengibre é um maravilhoso antioxidante

O chá de gengibre é uma das bebidas naturais com mais propriedades antioxidantes. Como resultado, nos ajuda a eliminar as toxinas que nos adoecem e inflamam nosso corpo, além de favorecer o bom funcionamento dos órgãos e a queima de gordura acumulada.

Como preparar o chá de gengibre

Como preparar o chá de gengibre

Ingredientes

  • 1 copo de água (200 ml)
  • 30 gramas de gengibre (corte uma lâmina da raiz da grossura do seu dedo)
  • Suco de ½ limão
  • Uma colher de mel (20 gramas)

Preparação

  • Aqueça a água em um bule de cobre ou barro. Bules de alumínio ou metal não preservam tão bem as propriedades das plantas medicinais.
  • Quando começar a ferver, adicione o gengibre e cozinhe por 20 minutos.
  • Desligue o fogo e deixe descansar por 10 minutos.
  • Adicione o suco de meio limão. Mexa bem e adicione o mel.

Quando tomá-lo?

Tome duas xícaras por dia depois do almoço e do jantar, durante 15 dias. Descanse uma semana e comece novamente. Junto a isso, lembre de manter uma dieta adequada e fazer um pouco de exercício.

Quando não é recomendável consumir gengibre?

Quando não é recomendável consumir gengibre?

Não é adequado consumir gengibre se você estiver tomando alguma medicação para a diabetes ou para a hipertensão. Este tipo de medicamento não deve ser combinado com esta planta medicinal.

Por último, tenha em mente que você também deve evitar tomá-lo se estiver grávida ou em processo de amamentação.

Tire proveito de suas grandes vantagens sem comprometer seu bem-estar!

Pode interessar a você...
As melhores dietas para emagrecer sem sofrer
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As melhores dietas para emagrecer sem sofrer

Quando pensamos em fazer um regime alimentar automaticamente pensamos em um período terrível, mas é possível emagrecer sem sofrer!



  • Maharlouei N, Tabrizi R, Lankarani KB, Rezaianzadeh A, Akbari M, Kolahdooz F, Rahimi M, Keneshlou F, Asemi Z. 2018. The effects of ginger intake on weight loss and metabolic profiles among overweight and obese subjects: A systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/clipboard
  • Adei S., Prakash J., Chemical composition and antioxidant properties of ginger root. Journal of Medicinal Plants Research, 2010.
  • Mansour MS., Ni YM., Roberts AL., Kelleman M., et al., Ginger consumption enhances the thermic effect of food and promotes feelings of satiety without affecting metabolic and hormonal parameters in overweight men: a pilot study. Metabolism, 2012. 61 (10): 1347-1352.
  • Masuda Y., Kikuzaki H., Hisamoto M., Nakatani N., Antioxidant properties of gingerol related compounds from ginger. Biofactors, 2004.21 (1-4): 293-6.