Os riscos dos suplementos de colágeno

Os suplementos de colágeno são utilizados principalmente na prevenção e tratamento de condições relacionadas às articulações, ossos ou pele. A seguir, analisaremos os riscos de consumir esses produtos.
Os riscos dos suplementos de colágeno

Última atualização: 26 Outubro, 2020

Os suplementos de colágeno ajudam a reverter a perda natural de colágeno no corpo como resultado da passagem do tempo, mas eles também têm riscos. O colágeno é a proteína mais abundante no corpo humano, produzida pelo próprio organismo.

O colágeno possui uma estrutura na forma de fibras para dar consistência à epiderme, cabelo, ossos, tendões, cartilagem e dentes. Além disso, também é encontrado no tecido que envolve e protege os músculos e órgãos internos.

Os suplementos de colágeno são utilizados principalmente na prevenção e tratamento de condições relacionadas às articulações, ossos e pele.

Tipos de suplementos de colágeno

Podemos encontrar o colágeno em diferentes apresentações:

  • Injeções. Elas fazem a pele ficar com uma aparência melhor, eliminando rugas no rosto. Essas injeções têm mostrado sua capacidade de firmar a pele, embora não permanentemente. Os efeitos podem durar no máximo 12 semanas.
Colágeno em pó
Os suplementos de colágeno podem ser adquiridos em diferentes apresentações. As mais comuns são em pó ou em cápsulas a serem tomadas oralmente, ou em cremes. No entanto, ele também está disponível em injeções.

Quem não pode tomar suplementos de colágeno?

Em geral, qualquer um pode tomar estes suplementos. No entanto, é importante levar em conta as contraindicações do colágeno e saber que existem certos riscos se você tomar uma dose maior do que a recomendada.

Se você toma suplementos ou medicamentos com cálcio

Se você toma cálcio, deve evitar tomar colágeno marinho. Como essa proteína é extraída da cartilagem e dos ossos, os suplementos já contêm um alto nível de cálcio. Por essa razão, se você os combinar com suplementos de cálcio, pode ter hipercalcemia, com sintomas como:

  • Dor óssea.
  • Fadiga: quando o cálcio se acumula no sangue, os glóbulos vermelhos demoram mais para transportar oxigênio para diferentes partes do corpo.
  • Vômitos e diarreia.
  • Pulso irregular: o pulso é modificado porque o coração precisa trabalhar mais para bombear o sangue.

Gravidez e amamentação

Mulheres grávidas e lactantes podem tomar colágeno desde que seja puro, evitando substâncias adicionadas. Suplementos de colágeno de fontes bovinas também são preferíveis, pois peixes e mariscos têm um alto risco alergênico.

Efeitos colaterais e riscos dos suplementos de colágeno

Embora a aplicação de colágeno tópico seja segura, os suplementos podem provocar efeitos colaterais.

Problemas gastrointestinais

Embora esses efeitos colaterais sejam raros, existe a possibilidade de que eles ocorram. Esses sintomas incluem diarreia ou prisão de ventre, azia e sensação de estômago cheio.

Dores estomacais
O consumo de colágeno pode causar algum desconforto gastrointestinal como efeito colateral. No entanto, nem todo mundo tem essa reação.

Sabor desagradável na boca

Na maioria das vezes os suplementos não têm sabor, mas como muitos deles são de origem marinha, tendem a ter um gosto e um cheiro fortes, deixando um sabor desagradável na boca após a ingestão.

Condições de pele

Houve casos de pessoas que tomaram suplementos de colágeno e apresentaram condições de pele devido à formação de camadas de pele uniformes. Essas camadas acabaram causando necrose nas camadas inferiores, não permitindo que o sangue passasse por elas corretamente.

Reações de hipersensibilidade

Dependendo da fonte de extração, pode haver um risco aumentado de uma reação alérgica. Peixes, frutos do mar e ovos são os alimentos mais usados como fontes de extração. Neste caso, as alergias não são necessariamente contraindicações do colágeno, mas da sua fonte.

Você também pode se interessar: Como aumentar a produção natural de colágeno

Qual suplemento de colágeno devo escolher?

Quando for tomar suplementos de colágeno, opte pelos hidrolisados. O colágeno hidrolisado sofre um tratamento de quebra de proteínas em partículas menores, melhorando consideravelmente a sua absorção.

Além disso, escolha versões puras, pois muitos suplementos de colágeno incluem compostos químicos e outros ingredientes para melhorar sua textura e facilitar sua absorção sem recorrer ao processo de hidrólise. Essas substâncias extras adicionadas podem ter contraindicações próprias. Quanto mais puro o produto, melhor.

Você também deve considerar a fonte de extração, especialmente se tiver algum histórico de alergia alimentar ou suspeitar de que você possa vir a ter.

Conclusão sobre os riscos dos suplementos de colágeno

Com o passar dos anos, o corpo perde a capacidade de produzir colágeno. Assim, recorremos aos suplementos de colágeno para retardar o envelhecimento da pele e fortalecer ossos e articulações. No entanto, é preciso estar atento aos riscos e fazer um acompanhamento com um médico ou nutricionista ao consumir esse tipo de suplemento.

Pode interessar a você...
A importância do colágeno no corpo
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
A importância do colágeno no corpo

Nem só de beleza vive a mulher. O colágeno é muito importante também para a saúde. Neste artigo, falaremos sobre a importância do colágeno no corpo...



  • Basés Pérez, E. (2015). REVISIÓN DE LOS EFECTOS BENEFICIOSOS DE LA INGESTA DE COLÁGENO [JB]. NUTRICION HOSPITALARIA, 1, 62–66. https://doi.org/10.3305/nh.2015.32.sup1.9482
  • Bolke, L., Schlippe, G., Gerß, J. y Voss, W. (2019). Un suplemento de colágeno mejora la hidratación, elasticidad, aspereza y densidad de la piel: resultados de un estudio ciego, controlado con placebo y aleatorizado. Nutrientes, 11 (10), 2494. https://doi.org/10.3390/nu11102494
  • Choi, F. D., Sung, C. T., Juhasz, M. L. W., & Mesinkovsk, N. A. (2019). Oral Collagen Supplementation: A Systematic Review of Dermatological Applications. Journal of Drugs in Dermatology : JDD18(1), 9–16. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30681787/
  • Czajka, A., Kania, E. M., Genovese, L., Corbo, A., Merone, G., Luci, C., & Sibilla, S. (2018). Daily oral supplementation with collagen peptides combined with vitamins and other bioactive compounds improves skin elasticity and has a beneficial effect on joint and general wellbeing. Nutrition Research57, 97–108. https://doi.org/10.1016/j.nutres.2018.06.001
  • García-Coronado, J. M., Martínez-Olvera, L., Elizondo-Omaña, R. E., Acosta-Olivo, C. A., Vilchez-Cavazos, F., Simental-Mendía, L. E., & Simental-Mendía, M. (2019, March 14). Effect of collagen supplementation on osteoarthritis symptoms: a meta-analysis of randomized placebo-controlled trials. International Orthopaedics. Springer Verlag. https://doi.org/10.1007/s00264-018-4211-5
  • Ito, N., Seki, S. y Ueda, F. (2018). Efectos del suplemento compuesto que contiene péptido de colágeno y ornitina sobre las afecciones de la piel y los niveles de IGF-1 en plasma: un ensayo aleatorizado, doble ciego y controlado con placebo. Drogas marinas, 16 (12), 482. https://doi.org/10.3390/md16120482
  • Kim DU, Chung HC, Choi J, Sakai Y, Lee BY. (2018). Oral Intake of Low-Molecular-Weight Collagen Peptide Improves Hydration, Elasticity, and Wrinkling in Human Skin: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Study. Nutrients. 2018;10(7):826. Published 2018 Jun 26. doi:10.3390/nu10070826
  • Ramírez-Guerra, H., Ramírez-Suárez, J. y Mazorra-Manzano, M. (2013). PROPIEDADES BIOLÓGICAS DE PÉPTIDOS DERIVADOS DEL COLÁGENO DE ORGANISMOS MARINOS. BIOtecnia, 15 (3), 34. https://doi.org/10.18633/bt.v15i3.156
  • Silva, T. F. da, & Penna, A. L. B. (2012). Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Revista Do Instituto Adolfo Lutz.
  • Straub, DA (2007). La suplementación de calcio en la práctica clínica: una revisión de formas, dosis e indicaciones. Nutrición en la práctica clínica, 22 (3), 286-296. https://doi.org/10.1177/0115426507022003286