Os perigos de comer macarrão e sopa instantâneos

· 10 de novembro de 2014
Os macarrões instantâneos ou as sopas instantâneas são refeições rápidas que se popularizaram muito nos últimos tempos, pois representam uma opção fácil e econômica para pessoas que têm pouco tempo para cozinhar e/ou de comer algo mais saudável.

Embora provavelmente as pessoas que consomem macarrão e sopa instantâneos não os considerem exatamente como um alimento saudável, costumam considerar que fazem menos mal que os hambúrgueres, as batatas fritas ou qualquer outra comida rápida.

Entretanto, as pessoas desconhecem que na verdade esse tipo de alimento não é exatamente uma boa alternativa.

Após pesquisas e experimentos, como os realizados pelo Dr. Braden Kuo do Hospital Geral de Massachusetts, foi possível determinar que esses tipos de macarrão e sopa costumam ter um impacto negativo no organismo.

A continuação, revelaremos os detalhes e resultados mais surpreendentes que foram encontrados nesta pesquisa.

Os macarrões instantâneos não são facilmente digeridos

Com as pesquisas, foi possível descobrir que os macarrões instantâneos ficavam intactos no estômago mesmo depois de ter passado duas horas.

Este tempo é muito mais do que pode demorar outros tipos de macarrões caseiros. Desta descoberta, derivaram várias preocupações devido ao impacto que pode ter a sua má digestão.

macarrão e o sopa instantâneos

Para começar, o sistema digestivo poderia ter uma forte tensão pelo fato de ter que trabalhar durante muitas horas para poder digerir estes alimentos altamente processados.

Quando um alimento permanece muito tempo no trato digestivo, existe também um impacto na absorção de nutrientes. Mas a sopa e o macarrão instantâneos não proporcionam valores nutricionais.

No lugar dos nutrientes, este tipo de alimento tem uma longa lista de aditivos. Entre os quais estão incluídos o conservante tóxico terc-butil-hidroquinona (TBHQ).

O mais provável é que tal aditivo se conserve no estômago junto com o macarrão, podendo ocasionar algum problema de saúde com o tempo prolongado que esse alimento demora para ser digerido. Somente 5 gramas do conservante TBHQ  pode ser letal.

Leia também: O que nosso corpo está dizendo quando o estômago dói?

Para quem não conhece, o conservante terc-butil-hidroquinona (TBHQ) é um subproduto da indústria do petróleo, que muitas vezes pode ser enganador porque aparece como um “antioxidante”.

O que os consumidores devem entender é que é um produto químico sintético com propriedades antioxidantes. Entretanto, não é um antioxidante natural, que é o que faz bem ao nosso organismo.

O que fazem estes tipos de “antioxidantes” sintéticos é evitar a oxidação de gorduras e óleos, prolongando, dessa forma, a vida útil dos alimentos processados.

O TBHQ costuma estar presente na maioria dos alimentos processados que podemos encontrar no mercado, independentemente da marca comercial.

Além disso, também é utilizado para vernizes, lacas, pesticidas, cosméticos e perfumes, a fim de reduzir a taxa de evaporação e melhorar a estabilidade.

Embora os especialistas em Aditivos Alimentares determinaram que doses muito baixa de TBHQ  são aptas para o consumo humano, a verdade é que foi descoberto que 5 gramas deste aditivo pode ser letal.

De fato, o Dicionário de Aditivos Alimentares garante que a exposição a uma só grama de TBHQ pode causar sintomas como náuseas e vômitos, zumbidos nos ouvidos, delírio, sensação de asfixia, entre outros.

O consumo de sopa instantânea está relacionado com a Síndrome Metabólica

macarrão e o sopa instantâneos

(Foto: La Extra – Grupo Diario/ Flickr.com)

Um recente estudo publicado na revista científica Journal of Nutrition conseguiu determinar que mulheres que consomem mais sopa do que macarrão instantâneo teriam um risco maior de ter a síndrome metabólica em comparação com aquelas que comiam menos, independentemente da alimentação ou de hábitos de exercícios.

De acordo com essa pesquisa, mulheres que consumiram sopa instantânea 2 vezes por semana foram 68% mais propensas a ter síndrome metabólica, um problema de saúde que origina transtornos graves como obesidade, hipertensão arterial, aumento do açúcar no sangue, triglicérides e baixos níveis de colesterol bom (HDL).

Além disso, as pessoas que consumiram mais sopas instantâneas obtiveram uma mínima quantidade de nutrientes importantes como proteínas, cálcio, fósforo, ferro, potássio, vitamina A, niacina e vitamina C em comparação com quem não consome esse tipo de alimentos. Também aumentaram os níveis de gorduras ruins, calorias e sódio.

O melhor é uma dieta saudável para desfrutar de boa saúde

Apesar de comer sopa instantânea de vez em quando não representar um perigo para a saúde, inclui-la na dieta com bastante regularidade pode causar problemas de saúde graves no futuro.

O melhor é optar por uma boa alimentação com alimentos frescos, naturais e saudáveis para o nosso organismo.

Dica de leitura: 10 alimentos que nenhum especialista em comida consumiria

Para eliminar por completo os alimentos processados da dieta, o melhor é planejar um menu com antecedência e segui-lo todos os dias da semana.

  • Gulia, N., Dhaka, V., & Khatkar, B. S. (2014). Instant Noodles: Processing, Quality, and Nutritional Aspects. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. https://doi.org/10.1080/10408398.2011.638227