Níveis normais de glicose em crianças

13 Agosto, 2020
Manter níveis adequados de glicose em crianças é essencial para o seu correto desenvolvimento físico e mental. O que mais você precisa saber sobre isso? Descubra a seguir.
 

O nível de glicose em crianças é um assunto que requer uma atenção especial. Como muitos sabem, todos usamos a glicose como fonte de energia. Portanto, ingerimos diferentes formas de açúcar que o corpo decompõe em glicose, que passa para o sangue para ser usada pelas células.

Tanto em adultos quanto em crianças, há níveis de glicose considerados normais para garantir que tudo ocorra como deveria. O que você precisa saber sobre isso? Descubra a seguir.

O que é a glicemia?

A glicemia é a medida dos níveis de glicose no sangue. Como mencionamos, ao nos alimentarmos ingerimos açúcares em diferentes formas mais complexas, como, por exemplo, frutose ou sacarose.

Com a digestão, transformamos esses açúcares complexos em substâncias mais simples, como a glicose. Assim, a glicose passa para o sangue, através do qual circula continuamente até que as células a absorvam para uso como fonte de energia.

A função da glicose é servir como energia para o corpo. Quando as células absorvem essa substância do sangue, elas a convertem, através de um processo metabólico conhecido como ciclo de Krebs, em ATP, uma molécula que será usada no restante dos processos fisiológicos que realizam.

Portanto, a glicose é uma substância essencial para o funcionamento de todo o corpo humano. Quando há excesso de glicose no sangue, ele pode ser armazenado como glicogênio no fígado. Essas reservas são ativadas quando o corpo precisa de um suprimento extra de glicose, como ao fazer exercícios.

 
Diferentes tipos de açúcares
Alimentos com frutose ou sacarose são convertidos em glicose no corpo. Até certo ponto, as células usam essa substância para obter energia.

Não deixe de ler: Como o cérebro reage quando paramos de comer açúcar

Qual é a importância dos valores de glicose?

Como esta substância é importante para as funções do corpo humano, é fundamental que ela seja mantida dentro de uma faixa de valores normais. Isso vai garantir que o corpo tenha a glicose necessária para desempenhar todas as suas funções.

Isso é ainda mais importante em crianças. Com o crescimento, elas consomem mais energia do que os adultos. Níveis adequados de glicose são necessários para que a criança se desenvolva adequadamente, tanto física quanto mentalmente.

Os níveis de glicose variam em todas as pessoas ao longo do dia e em diferentes circunstâncias. Os patamares observados são diferentes ao fazer exercício, diante do estresse ou dependendo do tipo de alimento ingerido.

Quais são os níveis normais de glicose em crianças?

Normalmente medimos a glicose a partir de uma amostra de sangue. Essa medida pode ser feita em diferentes horários do dia, para os quais haverá diferentes valores de referência.

Normalmente, a glicose é medida com o estômago vazio, ou seja, pelo menos após 8 horas sem comer nenhum alimento. Isso é conhecido como glicemia basal e é o que nos dará mais informações sobre o gerenciamento da glicose em uma pessoa.

 

Os valores considerados normais em crianças costumam ser mais baixos do que aqueles que consideramos normais em adultos. Assim, nos diferentes momentos em que a glicose no sangue pode ser medida, as medidas normais em crianças são:

  • Referentes à glicemia basal no sangue (em jejum): 70-110 g / dL
  • Glicemia no sangue prandial (imediatamente após a refeição): menos de 130 g / dL
  • Glicemia 2 horas após a ingestão: menos de 100 g / dL
Índice de glicose em crianças
Para conhecer os níveis de glicose em crianças, é necessário coletar uma amostra de sangue.

Talvez você também possa se interessar: Saiba como os refrigerantes fazem mal para o nosso corpo

Níveis baixos de glicose em crianças

Níveis baixos de glicemia, conhecidos como hipoglicemia, podem ser decorrentes da baixa ingestão de açúcar ou mesmo de uma desnutrição da criança. Se ela apresenta baixos valores de glicose constantemente, isso pode afetar o seu desenvolvimento. Além disso, pode causar tonturas e desmaios nos momentos em que o corpo precisa de mais glicose.

Valores altos de glicose

Em momentos específicos, a glicose pode estar alta, por exemplo, pela ingestão prévia de alimentos com muitos açúcares. Níveis altos de glicose são conhecidos como hiperglicemia. Se for um problema recorrente, pode indicar que o estilo de vida da criança não é adequado.

 

Ou seja, ela pode estar levando um estilo de vida sedentário ou, ainda, sua dieta pode estar baseada em alimentos com muito açúcar. Da mesma forma, a glicose alta em crianças pode indicar casos de diabetes tipo I ou de diabetes mellitus. Para confirmá-los, será necessário passar por um exame completo com um especialista.

O que deve ficar claro sobre os níveis normais de glicose em crianças?

Manter níveis adequados de glicose é essencial para que a criança se desenvolva adequadamente. O seu médico fará as verificações de glicose que considerar apropriadas para a idade e condição de cada criança.

Mesmo assim, diante de qualquer sinal ou suspeita de que a glicose na criança não está como deveria, procure seu médico de confiança.

 
  •  Gallardo T V, Avila A A, Unuane M N, Codner E. Glicemia de ayuno versus prueba de tolerancia oral a la glucosa en la detección de intolerancia a la glucosa en niños y adolescentes obesos. Rev Med Chil. 2006;134(9):1146–52.
  • Síndrome metabólico en niños y adolescentes [Internet]. [cited 2020 Apr 28]. Available from: http://www.scielo.org.bo/scielo.php?pid=S1024-06752009000200006&script=sci_arttext
  • Abregu A, Aguilar RP. Cardiovascular risk factors in children with type 1 diabetes and their relationship with the glycemic control Involved Molecules in endothelial dysfunction in diabetic and obese patients View project [Internet]. 2014 [cited 2020 Apr 28]. Available from: https://www.researchgate.net/publication/7471258