Modelo de dieta para reduzir os triglicérides

· 7 de abril de 2019
Embora seja possível que, se nossos níveis de triglicérides forem muito altos, tenhamos que recorrer à ajuda farmacológica, poderemos controlar a hipertrigliceridemia através da dieta, se fizermos as escolhas certas.

A hipertrigliceridemia ou, como conhecemos mais comumente, os triglicérides elevados, são uma condição na qual a quantidade de gorduras saturadas em nosso organismo é excessiva. Quando esta situação surge, é urgente tomar medidas para diminuir os triglicerídeos.

Portanto, hoje trazemos informações sobre eles e o que você pode fazer através da dieta para diminuir os triglicérides. Caso contrário, nossa saúde pode ser colocada em sério risco.

Risco de triglicérides elevados

O que chamamos de triglicérides são as gorduras saturadas que são geradas em nosso corpo. Estas são produzidos a partir de ácidos graxos.

Quando a sua produção excede os padrões de normalidade (150 mg/dl), considera-se que entramos em um estado de hipertrigliceridemia. Isso deve ser tratado imediatamente, pois pode levar à aterosclerose.

Se seus níveis estão altos, é melhor consultar o médico imediatamente para receber o tratamento adequado.

Além disso, você pode complementar isso com uma dieta para diminuir os triglicérides. Esta deve conter principalmente alimentos com baixo teor de gorduras saturadas.

Causas

Os triglicérides elevados podem ser consequência de vários fatores. Entre eles encontramos:

  • Genética. Os antecedentes familiares de hipertrigliceridemia nos colocam em maior risco de adquiri-la ao longo de nossa vida.
  • Má nutrição. A ingestão excessiva de gorduras e proteínas, juntamente com a falta de fibras, leva à alta produção de triglicérides.
  • Obesidade e sobrepeso. Pessoas com sobrepeso correm maior risco de ter triglicérides elevados. Portanto, elas devem controlá-lo tanto o quanto for possível.
  • Falta de exercício físico. Juntamente com uma dieta pobre, o estilo de vida sedentário aumenta significativamente a possibilidade de desenvolvimento de hipertrigliceridemia.
  • Cigarro. Fumar é prejudicial por muitas razões. Neste caso, porque aumenta os níveis de triglicerídeos.

Leia este artigo: Nova pirâmide de alimentação saudável

Como reduzir os triglicérides altos com dieta

Além da medicação que o médico pode prescrever, é essencial realizar uma dieta para reduzir estes níveis altos. Este plano alimentar incluirá alimentos que ajudarão no tratamento da hipertrigliceridemia.

Dieta para reduzir os triglicérides

Não é necessário evitar lacticínios

Felizmente, com medidas tão simples como melhorar nossa dieta, podemos normalizar a produção desses elementos.

Abaixo detalhamos alguns alimentos que você pode considerar como seus aliados para reduzir os triglicérides e leva-los as taxas normais.

  • Produtos lácteos. Você pode comer iogurte, leite desnatado ou queijo diet.
  • Ovos. Você pode comer ovos brancos diariamente. No entanto, as gemas não devem ser consumidas mais de três vezes por semana até que seus níveis de triglicérides caiam para níveis normais.
  • Carnes. Dê preferência às carnes magras ou ao peito de frango. Além disso, você pode se dar ao luxo de comer carne duas vezes por semana. Em qualquer caso, o método de cozimento deve ser grelhado ou assado. Além disso, é preferível comer peixe à carne, principalmente os de água salgada.
  • Quase todos os legumes, de preferência crus.
  • Grãos integrais. O mais benéfico para você se você tem triglicérides altos são aveia, gérmen de trigo, farelo de trigo e arroz integral. Estes contêm fibras, o que ajudará a eliminar os lipídios.
  • Frutas. Melhor ainda se se tratarem de frutas que podem ser comidas com a casca, já que é onde está a maior parte da fibra.
  • Água e sucos. Insiste nos sucos de fruta naturais. Estes contêm mais vitaminas e minerais.

Alimentos que você deve evitar

Se você tiver triglicérides, evite batatas fritas

Uma pessoa com triglicérides altos deve abster-se de consumir certos produtos para normalizar seus níveis de triglicérides. Em seguida, mencionamos o que você não deve comer.

  • Doce. Você deve evitar doces em geral. No máximo, pode ocasionalmente consumir um pouco de geleia dietética.
  • Café. Enquanto você estiver em uma dieta para reduzir os triglicerídeos, evite beber café. Especialmente em excesso. No entanto, você pode beber um de vez em quando.
  • Refrigerantes. Elimine o consumo de refrigerantes e bebidas pasteurizadas. Lembre-se que eles têm quantidades elevadas de açúcar e outros produtos químicos.
  • Condimentos. Geralmente aqueles que têm triglicérides altos também têm pressão alta. Portanto, a quantidade de sal deve diminuir.
  • Abacate. Embora seja muito saboroso, você deve eliminá-lo de sua dieta para reduzir os triglicérides, pois contém ácidos graxos. Você pode comer um de vez em quando, mas não em grandes quantidades.
  • Coco. Embora não pareça à primeira vista, o coco contém gorduras, por isso devemos eliminá-lo da nossa dieta se quisermos reduzir os triglicérides.
  • Frituras. O pior inimigo da sua saúde se você tem triglicérides altos são os alimentos fritos. Evite-os a todo custo, porque eles imediatamente afetam seus níveis de triglicérides. Em vez disso, grelhe ou asse.
  • Petiscos embalados. Esqueça, por exemplo, sanduíches embalados, porque eles geralmente têm alto teor de gordura. E não qualquer tipo de gordura, mas saturada e trans. Estas são as que podem ser considerados ruins e podem aumentar drasticamente seus níveis de triglicérides.

Descubra também: 6 dicas para reduzir os níveis de triglicerídeos no café da manhã

Recomendações

Finalizamos deixando a melhor recomendação se você tem triglicérides elevados: procure atendimento médico especializado. Se os seus níveis de triglicérides estiverem levemente elevados, você só poderá retornar aos níveis normais com a dieta. No entanto, se os níveis triglicérides forem muito altos, será necessário tomar outras medidas, como medicação.

Além disso, o exercício regular também pode ser muito benéfico para ajudar a diminuir os níveis de triglicérides. Portanto, não hesite em se inscrever para um esporte ou exercício por conta própria.