Mitos e verdades sobre as massas que ajudam a perder peso

· 18 de julho de 2018
A maneira de evitar que a massa nos engorde é o cozimento, que deve ser al dente, e nos acompanhamentos que usamos, que devem ser vegetais
Durante anos as crenças populares catalogaram a massa como um dos principais alimentos que não devem ser consumidos, se você quiser perder peso. No entanto, veremos que esta teoria não é inteiramente verdadeira, e que a massa tem muitos benefícios que lhe permitem perder peso.

Isto acontece principalmente porque a massa tem 1,5% de gordura e 15% de proteína. É por isso que satisfaz as necessidades metabólicas do corpo com seus carboidratos, que são absorvidos pelo organismo muito lentamente. Isso explica o sentimento de plenitude que produz, e que controla o apetite.

Nestes aspectos se baseou a autora Elisa Celli,  ao escrever em 1984, seu livro La dieta de la pasta (A dieta da massa). Ele mostra que com o consumo adequado deste alimento você pode desenvolver uma dieta equilibrada, que permite reduzir 5 quilos em duas semanas. Claro, sem o uso de acompanhamentos com alto teor de gordura.

Pesquisa sobre as massas

Em uma pesquisa realizada por especialistas do Hospital St. Michael (Toronto, Canadá) constatou que o macarrão, com seu baixo índice glicêmico (gera pouco açúcar no sangue), pode contribuir para a redução do peso corporal, se acompanhado por uma dieta balanceada.

Massas que ajudam a perder peso com tomate e folhas verdes

Um total de 2448 pessoas participaram do experimento, que foram convidadas a consumir massa três vezes por semana, em substituição a outros carboidratos. Os resultados indicaram que cada um deles perdeu uma média de 0,5 kg em 3 meses.

Por outro lado, o Instituto Neurológico do Mediterrâneo (Neuromed) da Itália realizou em 2016 um estudo no qual determinou que o consumo de massas não influencia no ganho de peso.

Leia também: Receitas vegetarianas para substituir macarrão, arroz e batatas

Realidades da massa

A massa pode engordar quando acompanhada de alimentos ricos em gordura, como molhos à base de óleo. De acordo com muitos nutricionistas, esses ingredientes tornam o prato mais sólido, mas não acentuam seus sabores, como fazem as fibras vegetais de ervas e as especiarias.

Massas que ajudam a perder peso com verduras

Este alimento também é prejudicial ao nosso índice de massa corporal quando comido em excesso, e como o único prato.

Por esta razão, recomenda-se consumi-lo ao meio-dia, para que os carboidratos possam ser processados ao longo do dia. Nós devemos incluí-lo na dieta pelo menos uma vez por semana.

Tenha em mente que as quantidades certas são:

  • 80 g para crianças
  • 200 g para adolescentes
  • 120 g para adultos.

Finalmente, pacientes diabéticos, obesos, e celíacos devem evitar o consumo de massa, porque seu alto teor de glúten pode prejudicar sua saúde.

Veja também: 3 receitas para preparar uma deliciosa massa italiana

Uma dieta baseada em massas

Para consumir massa, e ainda conseguir uma perda de peso efetiva, é necessário seguir as seguintes recomendações:

  • Cozinhe-a no ponto al dente, ou seja, não deixe que amoleça completamente, mas retire-a do fogo no menor ponto de cozimento. Isso fará com que a massa fique mais dura para que a pessoa tenha que mastigar mais tempo, alongando a digestão e aumentando o nível de saciedade.
  • Acompanhe o macarrão com nutrientes e proteínas que enriquecem o seu prato, estes podem ser: tomate, abobrinha, frango, peixe, carnes magras, entre outros.
  • Sempre que possível, opte por consumir grãos integrais que contenham mais fibras. Em certas ocasiões, você também pode substituí-lo por macarrão vegetal (por exemplo, a cenoura, que quando cortada em tiras finas pode parecer macarrão).

Complemente o consumo de massas com uma dieta balanceada e cheia de frutas e minerais.

Massas que ajudam a perder peso com molho e vegetais

Agora que revelamos os mitos criados em torno das massas, você pode seguir nosso conselho e aproveitar este alimento, sem sentir remorso. Experimente esta receita:

Pasticho vegetal

Ingredientes

  • 2 colheres de azeite (30 ml)
  • 2 colheres de sopa de farinha (30 g)
  • 3 colheres de sopa de água (45 ml)
  • 2 xícaras de leite (400 ml)
  • 3 colheres de sopa de amido de milho (45 g)
  • 1 xícara de espinafre (30 g)
  • 3 cenouras
  • 1 xícara de cogumelos (60 g)
  • 1 abobrinha
  • 2 xícaras de molho de tomate (400 ml)
  • 1 berinjela
  • 1 pacote de lâminas de massa pré-cozidas
  • Sal a gosto
  • Queijo ralado (a gosto)

Preparação

  • Para preparar o molho bechamel é necessário aquecer 2 colheres de sopa de óleo com farinha e água. Quando estiver fervendo, adicione o leite previamente misturado com o amido de milho, e vá mexendo até engrossar.
  • Lave o espinafre e coloque-o para cozinhar no vapor, então você pode misturar uma parte dele com o molho bechamel para absorver o sabor.
  • Lave as cenouras, a abobrinha, a berinjela e os cogumelos. Coloque-os em uma panela com pouco óleo e deixe dourar. Adicione sal a gosto e misture com o molho de tomate.
  • Leve as lâminas de massa pré-cozidas ao forno, e comece a montar o pastiche, colocando uma camada de molho bechamel, uma camada de massa, e uma camada de vegetais.
  • Repita o processo e, por fim, cubra a parte superior do pastiche com o molho bechamel, adicione o queijo ralado, e cozinhe no forno a 170 ºC por 20 minutos.

Lembre-se de que para aproveitar as suas propriedades de emagrecimento, as massas devem fazer parte de uma dieta balanceada. Se você tiver alguma dúvida, consulte um profissional.