Mãos rachadas pelo frio: como tratá-las?

29 de fevereiro de 2020
As mãos rachadas pelo frio são uma condição comum do inverno. Como qualquer outra parte do corpo, quando exposta a baixas temperaturas, a mão sofre com as intempéries climáticas. Saiba mais neste artigo.

As mãos rachadas pelo frio incomodam, irritam e doem. Quando o clima invernal faz sentir seu rigor na pele, as mãos são um dos primeiros locais a ser afetados devido a sua constante exposição. Usamos as mãos para muitas atividades, e nem sempre podemos usar luvas.

As mãos são cobertas por pele e, de fato, esse é o tecido que sofre as rachaduras. A pele das mãos possui alguns folículos pilosos no dorso com pouca produção de oleosidade. Assim, o dorso das mãos possui poucos elementos de proteção contra o frio e sofre desidratação mais facilmente.

Nas palmas das mãos a situação é diferente, pois elas possuem mais ferramentas para se defender das condições climáticas. Além disso, há uma maior produção de suor, o que permite regular a temperatura.

O frio do inverno deixa as mãos rachadas porque o clima tende a ser seco, desidratando as células. Uma derme ressecada se rompe em suas junções celulares e mostra, no exterior, sinais de rachaduras.

Causas associadas às mãos rachadas

O frio não é o único culpado pelas mãos rachadas. O inverno reúne outras condições associadas a rachaduras, assim como certas características, não ligadas ao clima, que podem piorar esse sintoma.

Algo comum são as mudanças repentinas de temperatura. Mantemos os ambientes internos aquecidos, as vezes até demais, e quando saímos de casa ou do trabalho, nossa pele sofre um choque térmico. Essa passagem do calor para o frio não beneficia a derme.

Além disso, conforme já comentamos, o frio está associado ao ressecamento. Portanto, podemos lavar as mãos com frequência, acreditando que estamos hidratando a pele. No entanto, esse nem sempre é o caso. Pelo contrário, a umidade pode ser contraproducente no ambiente frio, aumentando as rachaduras.

Hidrate bem as mãos

Além do frio, existem produtos que usamos em casa ou no trabalho que favorecem as rachaduras. São substâncias irritantes que contribuem para o sintoma que estamos descrevendo.

Aqui podemos citar, por exemplo, os detergentes, os inseticidas, a cal e alguns sabonetes. Quanto a estes últimos, foram desenvolvidas versões que protegem contra rachaduras ao invés de piorá-las, como os sabonetes tensoativos.

Doenças pré-existentes também são um possível fator desencadeante de rachaduras, especialmente doenças dermatológicas e autoimunes. Pessoas com psoríase comprovam que, durante o inverno, seus sintomas pioram. Outras condições hormonais, como o hipotireoidismo e a diabetes, também afetam a pele.

Leia mais: Rotina básica para o cuidado da pele

Medidas para prevenir as mãos rachadas pelo frio

Nem tudo está perdido no inverno. Existem certas medidas que podemos aplicar para evitar as mãos rachadas pelo frio. Estas são algumas delas:

  • Lavar as mãos com água morna: inevitavelmente, precisamos lavar as mãos. O melhor é fazê-lo com uma água que não seja fria nem quente.
  • Usar luvas: sempre que possível, proteja suas mãos com luvas, tanto pelo clima quanto pelos agentes irritantes. É importante que a pele não entre em contato direto com substâncias tóxicas e que os dedos sejam mantidos a uma temperatura morna.
  • Hidratar com cremes: nem todos os cremes são úteis para as mãos no inverno. É aconselhável usar aqueles que são especificamente formulados para hidratar peles secas, com algum composto derivado da aveia. A aplicação do produto não deve ser limitada apenas à pele, mas estendida às unhas.
Homem aquecendo as mãos no inverno

Saiba mais: Rotina de inverno para peles oleosas

Receitas caseiras úteis

Como não é uma patologia que deve ser tratada com medicamentos, mas com medidas e hábitos, existem receitas caseiras que podemos recomendar para proporcionar alívio. Essas fórmulas buscam, basicamente, melhorar a hidratação da pele e usar substâncias que não sejam irritantes.

Dentre as receitas caseiras úteis estão:

  • Vaselina: basta usá-la sozinha, sem nada associado. A vaselina é capaz de formar uma barreira isolante para a pele, que impede a entrada de frio. Recomenda-se aplicar uma vez por semana.
  • Trigo: o farelo de trigo morno é outro produto benéfico para a pele das mãos. Deve-se preparar um líquido quente; que seja fervido e que, depois, fique descansando. As mãos podem ser imersas repetidamente, cuidando para que isso seja feito com a água já morna.
  • Mel: o mel tem muitas propriedades benéficas para a pele. Para a situação em questão, sabemos que pode formar uma camada isolante sobre as mãos. Para não aplicá-lo diretamente na pele, geralmente ele é misturado com manteiga, aquecido e, em seguida, deve descansar. O problema com esta receita é que ela mancha muito. Portanto, é recomendável realizar o tratamento quando não for preciso usar nossas mãos para outras atividades.
  • Ovo: a gema de ovo é um hidratante natural. Pode ser batida e aplicada diretamente sobre as mãos por dez ou vinte minutos. A realização dessa hidratação três vezes por semana é mais do que suficiente para combater as rachaduras das mãos causadas pelo frio.

Conclusão

As épocas frias reúnem às condições necessárias para ressecar a pele das mãos e deixá-las rachadas. Para evitar isso, é conveniente cobrir as mãos sempre que possível. Além disso, podemos confiar em alguns produtos naturais que nos ajudam a hidratá-las.

  • Troconis Ganimez, J. E. “El lavado y cuidado de las manos.” Acta odontológica venezolana 41.2 (2003): 166-171.
  • Mañez, V. Muñoz, et al. “Dermatitis atopica (DA): hidratación y plan de cuidados.” Enfermería Dermatológica 1.1 (2007): 16-23.
  • Serjan, María A., and Liliana Saraceni. “Higiene en manos.” Revista del Hospital Materno Infantil Ramón Sardá 24.4 (2005): 158-163.