Intolerância à lactose em crianças: como detectá-la

3 de agosto de 2019
A intolerância à lactose geralmente não ocorre em crianças, uma vez que desde o nascimento seu corpo tem lactase suficiente. No entanto, existem algumas razões pelas quais uma criança pode sofrer com esse problema.

A intolerância à lactose em crianças é um problema digestivo. Embora não seja classificado como um distúrbio fatal, afeta a qualidade de vida das crianças, inclusive na escola e no desempenho esportivo.

O que é a lactose

A lactose é um açúcar composto por dois monossacarídeos: glicose e galactose. Embora seja o principal carboidrato no leite, também é encontrado em produtos derivados, como iogurte, queijo ou manteiga, entre outros.

Já no organismo, o corpo absorve a lactose no intestino delgado através da lactase ativa. Esta substância, por sua vez, separa os dois monossacarídeos para que possam ser processados. No entanto, quando não há lactase suficiente para realizar esse processo, ou o leite tem um alto teor de proteína, o organismo não consegue absorver a lactase, o que gera os sintomas desagradáveis no organismo.

Causas da intolerância à lactose em crianças

A intolerância à lactose geralmente tem várias causas. Primeiro, pode manifestar-se devido à ausência relativa ou total da atividade da lactase em crianças entre 2 e 7 anos de idade. Esta condição é determinada geneticamente ou por herança.

Em segundo lugar, a intolerância à lactose ocorre devido à uma lesão da mucosa intestinal, o que causa uma diminuição na atividade da enzima lactase. Isso, por sua vez, desencadeia outras doenças, como gastroenterite, remoção intestinal e até doença celíaca. Embora esta modalidade de intolerância à lactose ocorra em qualquer idade, é mais comum em crianças.

Em terceiro lugar, a intolerância à lactose pode se originar devido a um distúrbio genético. Esta condição provoca a redução ou ausência de lactase desde o nascimento, e é mantida ao longo da vida. Tal deficiência congênita, embora muito rara, pode ter sérias consequências na saúde das crianças.

Dicas para detectar a intolerância à lactose em crianças

Éimportante substituir o leite de vaca por leite vegetal

É importante notar que os sintomas desse transtorno também dependem de outros fatores. Estes incluem a quantidade consumida, a forma como é ingerida, e o grau de deficiência de lactase de cada criança.

Juntamente com as causas, esses três pontos são muito importantes para detectar essa intolerância à lactose em crianças. No entanto, abaixo, compartilhamos uma série de sinais que ajudarão você nesta tarefa.

Você pode estar interessado em ler também: Delicioso pão de aveia, banana e nozes sem glúten e sem lactose

1. Seu pequeno sente dor na região abdominal

Um dos sintomas mais frequentes é a dor abdominal, seguida de uma sensação de aumento de volume na região e flatulência. Esses efeitos são gerados pela fermentação da lactose no cólon, que o organismo não consegue absorver, bem como o excesso de gases, líquidos ou sólidos.

Se você notar que a criança tem dores intermitentes, como cãibras, de curta duração, após alguns minutos ou horas de consumo de leite ou produtos lácteos, bem como ruídos abdominais, é provável que seu filho sofra de intolerância à lactose.

2. Sofre de náusea ou vômito

A náusea é um dos sintomas mais frequentes em cerca de 78% dos casos de intolerância à lactose em crianças. Embora seja um sintoma aparentemente insignificante, pode afetar a saúde de seu filho diminuindo o seu apetite, e tendo como resultado perda de peso e desnutrição.

Deve-se notar que o objetivo da náusea e vômito é proteger o corpo contra patógenos; neste caso, da impossibilidade do organismo para processar a lactose.

Assim, longe de ser um sintoma maligno, a náusea é uma indicação de que o corpo do pequeno se esforça para restabelecer o equilíbrio. No entanto, a atenção médica é importante nessa situação.

3. Presença de diarreia

Intolerância à lactose em crianças provoca dor de estômago

Outro dos sinais que ocorrem em caso de intolerância à lactose em crianças é a excreção de fezes moles ou diarreia aquosa com gases. De fato, a incidência de diarreia nesses casos geralmente varia de 70%. Então, definitivamente, é outro sinal em conjunto para suspeitar dessa condição em crianças.

É importante notar que a diarreia aparece devido à incapacidade de o fluxo sanguíneo absorver água; ocorre que, em vez de as moléculas de água circularem normalmente, o excesso de lactose faz com que elas sejam absorvidas pelo intestino.

Portanto, para remediar a diarreia e promover uma melhor absorção de água, será necessário reduzir a ingestão de produtos lácteos.

Não deixe de ler ademais: 12 remédios caseiros que ajudam a controlar a constipação em crianças

4. Histórico familiar

Como mencionado no início, há uma probabilidade de que a intolerância à lactose seja uma condição hereditária. Para detectar esse problema, você pode perguntar a seus parentes próximos se eles tiverem problemas para digerir leite ou seus derivados. Se assim for, então este fator contribui para os sintomas que a criança apresenta ao consumir a lactose.

Por outro lado, você deve ter cuidado com esta diretriz, pois às vezes não é possível garantir o resultado dessa maneira. Segundo especialistas, mais de 75% da população mundial sofre dessa intolerância; pessoas com ascendência do norte da Europa, que podem digerir bem produtos lácteos até a idade adulta, são excluídas.

5. Para detectar intolerância à lactose em crianças, faça o teste de duas semanas

Outra dica importante é suprimir alimentos que contêm lactose da dieta das crianças. Elimine os produtos que contenham entre seus ingredientes:

  • Lactose
  • Soro lácteo
  • Coalhada
  • Produtos derivados do leite
  • Sólidos de leite em pó
  • Leite em pó desnatado

Se você notar uma melhora, é muito provável que seu filho tenha esse distúrbio digestivo. No entanto, em muitos casos, a intolerância é um problema temporário. Assim, ao longo do tempo, é possível restabelecer a lactose em pequenas quantidades para a dieta da criança.

Esperamos que estas 5 dicas para detectar a intolerância à lactose em crianças tenham sido úteis. No entanto, se você suspeitar que seu filho tem esse distúrbio digestivo, sugerimos que consulte um especialista na área. Ele será capaz de analisar seu histórico médico, bem como realizar exames diagnósticos específicos para detectar essa condição.