Importância da vitamina B6 na atividade física

A vitamina B6 atua como cofator em inúmeras funções do corpo. Quando fazemos atividade física, por exemplo, ela garante a disponibilidade de energia. Saiba mais!
Importância da vitamina B6 na atividade física

Última atualização: 27 maio, 2022

Embora cada uma das vitaminas existentes cumpra diferentes funções e sejam importantes para o organismo, a vitamina B6 tem uma função que se destaca quando realizamos atividade física. Você consegue imaginar qual é a relação?

Quando nos exercitamos, precisamos ter uma certa quantidade de energia para poder realizar a atividade. Além disso, na hora de fazê-lo, produzimos alguns neurotransmissores, como serotonina e endorfinas, que geram aquela sensação de bem-estar que aparece como satisfação. É aí que essa relação começa. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto.

Vitamina B6

A vitamina B6 é na verdade uma coleção de três compostos químicos semelhantes: piridoxina, piridoxal e piridoxamina. A forma ativa aparece quando o fosfato de piridoxal é formado pela ligação ao fósforo. Este composto desempenha um papel crítico em vários aspectos relacionados ao metabolismo. Entre eles, colabora nos seguintes processos:

  • Produção de anticorpos.
  • Fabricação da hemoglobina e associação da substância com o açúcar circulante.
  • Manutenção da glicemia em níveis normais.
  • Quebra de proteínas.
  • Proteção da função neurológica considerada normal.

Vitamina B6 na atividade física

São essas últimas funções que mencionamos na seção anterior que são importantes na atividade física. Quando se trata de movimentar o corpo, existem processos metabólicos que garantem a disponibilidade da glicose como fonte de energia.

O açúcar necessário para mobilizar os tecidos é obtido graças à quebra do glicogênio e da neoglicogênese dos aminoácidos. Sem vitamina B6 isso não seria possível.

Assim, é sua forma ativa que atua como cofator na enzima responsável pela liberação de glicose e na degradação de aminoácidos. Dessa forma, é possível iniciar o uso desses compostos como substratos energéticos.

Alimentos com vitamina B6
Alimentos com vitamina B6 permitem a liberação de energia para o metabolismo das células

Vitamina B6 e serotonina

Além dessas funções, a vitamina B6, junto com a B12 e B9, participam da produção de neurotransmissores. O fosfato piridoxal está envolvido no metabolismo dos aminoácidos, incluindo o triptofano, que é o precursor da serotonina.

Este neurotransmissor é conhecido como o hormônio da felicidade e é liberado quando nos exercitamos. Em parte, é responsável pelas sensações prazerosas que o esporte desencadeia no cérebro, causando alegria, prazer e a necessidade de continuar com a atividade.

Vários estudos científicos afirmam que existe uma relação entre a melhoria do bem-estar psicológico, o exercício físico e a concentração de vitamina B6 no sangue. De qualquer forma, mais pesquisas seriam necessárias, uma vez que a dimensão psicológica desempenha um papel determinante no desempenho esportivo.

Alimentos que são fonte de vitamina B6

Existem muitos alimentos que a contêm e é por isso que as deficiências são geralmente raras. No entanto, a suplementação não deve ser descartada quando há um desequilíbrio alimentar.

Em adultos mais velhos, é possível uma situação de déficit. Nesse sentido, deve ser incentivado o consumo de atum e salmão, banana, leguminosas, nozes e grãos integrais ou cereais fortificados.

Deficiência de vitamina B6 em atletas

Deficiência de vitamina B6 em atletas
Atletas podem sofrer de deficiência de vitamina B6 e se cansar mais rapidamente.

Evidências científicas sugerem que a ingestão desta vitamina é adequada para atletas com dieta variada. Mas às vezes pode ser deficiente junto com outras vitaminas B, especialmente em atletas do sexo feminino.

Além disso, atletas em treinamento intenso precisam de mais vitaminas, como tiamina, riboflavina e a própria B6, pois seus processos de produção de energia são mais ativos que os do restante da população.

A quantidade necessária é em torno do dobro da recomendação para cada vitamina quando a pessoa é atleta. A maneira mais fácil de obtê-la é através de alimentos que as contêm, em vez de recorrer a suplementos artificiais.

Assim, atletas que costumam apresentar deficiências vitamínicas possuem uma série de características comuns. São mais frequentemente mulheres e praticam esportes onde o peso e a estética são muito importantes.

A vitamina B6 garante energia na atividade física

A vitamina B6 desempenha um papel fundamental quando realizamos atividade física. Sua deficiência é rara, mas pode ocorrer em pessoas que não possuem uma alimentação balanceada ou que não consomem os alimentos em que é encontrada.

Para evitar problemas futuros, certifique-se de se alimentar bem. Principalmente se você é atleta ou faz atividade física com alguma regularidade. Você não apenas notará que tem energia suficiente ao treinar, mas também terá um excelente humor.

Pode interessar a você...
Guisado de grão de bico com espinafre
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Guisado de grão de bico com espinafre

O guisado de grão de bico com espinafre é uma maneira de combinar leguminosas e vegetais em um prato ideal para os dias de inverno.



  • Paw, M. C. A., De Jong, N., Schouten, E. G., Van Staveren, W. A., & Kok, F. J. (2002). Physical exercise or micronutrient supplementation for the wellbeing of the frail elderly? A randomised controlled trial. British Journal of Sports Medicine36(2), 126-13.
  • Durán Agüero, Samuel, Eloina Fernández Godoy, and Elena Carrasco Piña. “Asociación entre nutrientes y hemoglobina glicosilada en diabéticos tipo 2.” Nutrición Hospitalaria 33.1 (2016): 59-63.
  • Monzón, M. X. R., & Ceccatelli, A. P. (2004). Micronutrimentos en deportistas. Revista de Endocrinología y Nutrición12(4), 181-187.
  • Manore, M. M. (2001). Vitamins and minerals-Part I. How much do you need?.
  • García, A. T., Cerdán, G. O., Aparicio, A. G., & Pastor, G. G. Papel de la Vitamina B 6 en la actividad física.
  • Cardoso Filho, Otávio, et al. “VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS (B6, B12 EC): UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA.” Revista Eletrônica Acervo Saúde 11.8 (2019): e285-e285.
  • Gil-Antuñano, Nieves Palacios, Zigor Montalvo Zenarruzabeitia, and Ana María Ribas Camacho. Alimentación, nutrición e hidratación en el deporte. Consejo Superior de Deportes, 2009.
  • Ordóñez, Fernando Mata, et al. “Mejora del sueño en deportistas: uso de suplementos nutricionales.” Archivos de medicina del deporte: revista de la Federación Española de Medicina del Deporte y de la Confederación Iberoamericana de Medicina del Deporte 34.178 (2017): 93-99.
  • Zúñiga González, Esthephania. Manual de alimentación-nutricion para jovenes atletas de alto rendimiento. Diss. Facultad en Ciencias de la Nutrición y Alimentos-Licenciatura en Nutriología-UNICACH, 2016.