5 sinais para identificar se é amor ou desejo

Sentir amor ou desejo por uma pessoa são duas coisas muito diferentes. Portanto, se você tiver dúvidas, esses sinais irão ajudá-lo a esclarecer seus sentimentos.
5 sinais para identificar se é amor ou desejo

Última atualização: 22 Outubro, 2021

Quando você se sente atraído por uma pessoa, pode ser difícil identificar se é amor ou desejo que você sente por ela. Você quer estar com aquela pessoa, vê-la a todo instante, mas se em algum momento você confundiu amor com desejo, é normal que as dúvidas fiquem pairando sobre você.

Por que é tão difícil identificar a diferença? Porque o seu cérebro está liberando grandes doses de dopamina, um neurotransmissor que, segundo a Clínica do Hospital San Fernando, é a causa de sensações agradáveis e de relaxamento. Além disso, outras substâncias também são liberadas, como a serotonina e a ocitocina.

Diferença entre amor e desejo

Apesar do que está acontecendo em seu cérebro, é possível que você consiga identificar se o que sente é amor ou desejo. Para fazer isso, vamos ver quais definições a Real Academia Espanhola (RAE) nos dá para estes dois termos:

  • Amor: sentimento por outra pessoa que nos atrai e que, buscando reciprocidade no desejo de união, nos faz felizes e nos dá energia para conviver, comunicar e criar.
  • Desejo: movimento afetivo em direção a algo que você deseja.

Como você deve ter notado, o desejo é a atração que você sente por uma pessoa por quem pode ou não estar apaixonado. Quando você sente amor, também sente desejo, mas você pode desejar sem amar.

Você será capaz de identificar se é amor ou desejo ao longo do tempo. No entanto, depois de várias experiências, você pode não querer esperar tanto tempo e esclarecer suas ideias o mais rápido possível. Para fazer isso, os seguintes sinais podem ser úteis.

Sinais que te ajudarão a identificar se é amor ou desejo

Agora é a hora de pegar uma caneta e um papel ou abrir um bloco de notas em um dispositivo digital. É muito importante que você não se esqueça desses sinais.

Eles o ajudarão a esclarecer suas idéias quando tiver dúvidas sobre o que sente. Além disso, daremos alguns exemplos para melhorar a compreensão.

Desejo sexual não é amor
O desejo pode não andar de mãos dadas com o amor. Não há nada de errado com isso, mas este ponto deve ser levado em consideração.

1. Você só quer se divertir

O primeiro dos sinais para saber se é amor ou desejo servirá para você e se você tiver dúvidas sobre o que a outra pessoa pode estar sentindo. O que acontece quando você quer se divertir sozinho? Bom, você vai ligar para a outra pessoa para se divertir, manter relações, tomar um café de vez em quando, mas nada mais.

Não haverá momentos em que você está se sentindo mal e a outra pessoa está presente, porque o seu propósito é estar juntos para se divertir. Esses tipos de relacionamento são frequentemente chamados de amizades coloridas. No entanto, na realidade vocês não são amigos, nem namorados, nem nada.

2. Suas intenções vão em uma só direção

Você quer fazer uma viagem? Dar um passeio simples para conversar? Isso acontece quando você sente amor e quer fazer planos com aquela pessoa que está se tornando alguém muito especial. Quando o que você sente é desejo, suas intenções vão em apenas uma direção: fazer sexo.

Se você está passando por isso, tome cuidado. É muito doloroso estar com alguém que só quer você no âmbito sexual quando você está sentindo algo mais. Portanto, é fundamental que os sentimentos sejam esclarecidos nessas situações. Se o desejo é mútuo, não há problema!

3. Você quer construir um relacionamento

Quando falamos em construir um relacionamento, não queremos dizer que você vai se casar e ter filhos. No momento em que você ama alguém, você não apenas deseja, você vai querer que essa pessoa faça parte da sua vida. Vocês começarão a fazer planos, talvez imaginem um futuro morando juntos e gostarão de saber coisas um sobre o outro que ainda não descobriram.

Há uma bela imagem que define claramente o que é sentir amor por outra pessoa e querer construir um relacionamento com ela. Ela envolve um casal que caminha de mãos dadas por um caminho. Se você só desejar alguém, não será possível visualizar essa imagem.

Casal de idosos apaixonado
Ter um caminho a percorrer ao lado do outro é uma expressão de amor, já que há uma projeção do futuro.

4. Você quer estar junto nos bons e nos maus momentos

Se você ama alguém, não estará presente apenas nos momentos bons, mas também nos maus. Você vai querer ouvir a outra pessoa, confortá-la quando ela precisar, dar-lhe todo o seu apoio. Um relacionamento é construído dessa forma.

Se você só deseja a outra pessoa, até pode se preocupar, mas de forma egoísta. Por exemplo, quando ela não pode encontrá-lo para vocês se verem. No entanto, você não vai ficar tão chateado assim. Afinal, é apenas desejo.

5. Vocês não se complementam

Este é um dos últimos sinais para saber se é amor ou desejo. Quando há desejo, não há motivo para ambos se complementarem. Na verdade, é muito provável que você não queira mais do que sexo com esta pessoa, pois há aspectos nela dos quais você não gosta.

No entanto, no momento em que você se apaixona, é porque ambos se complementam. Apesar das suas diferenças, você se encaixa, se comunica, você cresce. Leve isso em consideração para saber se sente amor ou desejo.

Curto ou longo prazo; desejo ou amor

Você conseguiu entender melhor as diferenças entre amor e desejo? Lembre-se de que, quando você ama alguém, tem um plano para o futuro, quer construir um relacionamento. Porém, se você só sente desejo, quer apenas se divertir.

Pode interessar a você...
A droga do amor: por que ele é tão viciante para nós?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
A droga do amor: por que ele é tão viciante para nós?

Alguns chamam o amor de "droga", pois ele pode ser muito mais viciante do que qualquer narcótico real. Neste artigo, descubra por quê.



  • Rovira, H. (2016). La diferencia entre amor y deseo: un certamen poético barcelonés de 1584. Moderna språk110(1), 122-140.
  • Ruppert, F. (2021). Amor, deseo y trauma: Hacia una identidad sexual sana. Herder Editorial.