Hábitos importantes para se recuperar de um pré-infarto

Se você sofreu um pré-infarto é fundamental melhorar o estilo de vida e evitar todos aqueles maus hábitos ou emoções extremas que possam trazer perigo 

Se você sofreu um pré-infarto deve conhecer estes conselhos para ajudar o organismo a ter uma ótima recuperação. Além disso, é fundamental adotar um estilo de vida diferente para prevenir este grave problema cardiovascular.

Descubra neste artigo o que é um pré-infarto, quais são seus sintomas e como agir no momento de crise. Também compartilhamos os melhores hábitos para você se recuperar. Deste modo, você poderá melhorar sua qualidade de vida de maneira simples e natural. 

O que é um pré-infarto?

O pré-infarto é conhecido também como angina de peito. Acontece quando existe uma redução na quantidade sangue que chega ao coração. Este problema arterial requer um tratamento imediato e um posterior seguimento por parte de um médico especialista.

Sabemos que o pré-infarto se origina por um excesso de gordura que se armazena nas artérias (coronárias) que levam o sangue ao coração. No entanto, também pode aparecer por um coágulo de sangue. Ainda que o colesterol seja uma das grandes causas desta doença, pode aparecer em qualquer idade e em pessoas com diferentes tipos de estado físico.

Como saber se estamos sofrendo um pré-infarto?

Os sintomas do pré-infarto, que costuma começar de maneira gradual e com lentidão, são os seguintes:

  • Dor em um ou nos dois braços
  • Forte incômodo e sensação de pressão no peito
  • Ansiedade, fadiga e dificuldade para respirar
  • Náuseas, enjoos e vômitos
  • Mal-estar geral
  • Dor nas costas, no pescoço e no estômago

Leia mais sobre esse tema: O infarto feminino e masculino são diferentes?

Dor no peito é um sintoma de um pré-infarto

O que devemos fazer durante um pré-infarto?

Uma vez conhecendo os sintomas, também devemos levar em consideração os passos que devem ser seguidos caso tenhamos alguém por perto sofrendo um pré-infarto ou infarto do coração. Estes são os conselhos que devemos conhecer, já que o tempo de reação é muito importante e a vida depende dele: 

  • Ligar para a emergência.
  • Tentar acalmar a pessoa para que respire com tranquilidade.
  • Afrouxar as roupas que está vestindo para que o sangue possa circular melhor.
  • Perguntar se toma algum medicamento para o coração para que possa fornecê-lo.

É fundamental saber que, mesmo que a pessoa negue os sintomas, não devemos nos deixar convencer. Deveremos seguir este protocolo de ação. Evite deixar a pessoa sozinha e tampouco administre nenhum medicamente que não tenha sido prescrito pelo médico.

Dicas para se recuperar

Evitar os maus hábitos

Se você sofreu um pré-infarto, já tem uma razão de peso para mudar os maus hábitos de vida mais comuns. Em primeiro lugar vamos enumerar os fatores mais graves que aumentam as chances de sofrer outro pré-infarto. Portanto, devemos corrigi-los o quanto antes:

Bons hábitos para a recuperação

O que devemos saber para a recuperação?

  • A gravidade do pré-infarto determinará o tempo de repouso que devemos tomar.
  • Tente evitar todo tipo de preocupações, de estresse ou estados de euforia.
  • É importante descansar bem pelas noites e, até mesmo, fazer cochilos.
  • Com o passar dos dias podemos ir aumentando de forma gradual as atividades e praticar algum exercício de intensidade moderada.
  • Não praticar esforços bruscos nem levantar muito peso. Devemos evitar o esforço exagerado, já que pode ser perigoso fazer com que o coração bombeie muito sangue, caso ainda exista obstrução de alguma artéria. Podemos começar com pequenas caminhadas ou tarefas domésticas simples.
  • Também é importante, como comentamos no item anterior, evitar o álcool e o tabaco, assim como nos lugares com fumaça, ainda que não fumemos.

Conheça algumas dicas para evitar infartos: Como sobreviver a um infarto se estiver sozinho

Andar ajuda a se recuperar de um pré-infarto

Uma boa alimentação

A alimentação será a chave fundamental para equilibrar os níveis de colesterol e triglicerídeos e para regular a pressão arterial. Além disso, nos ajudará a ter um peso saudável e a melhorar nossa qualidade de vida no geral.

Alimentos que devemos reduzir ou eliminar:

  • Comida rápida ou processada
  • Frituras
  • Confeitaria industrial.
  • Açúcares.
  • Óleos de má qualidade.
  • Embutidos.
  • Queijos.
  • Farinhas refinadas.
  • Sobremesas lácteas processadas.
  • Bebidas açucaradas e com gás.
  • Sal de mesa.

Entre os alimentos que devemos sim consumir:

  • Frutas e verduras.
  • Sucos, gaspachos e vitaminas caseiras.
  • Cereais integrais.
  • Legumes.
  • Frutos secos e sementes integrais e germinadas.
  • Superalimentos (espirulina, maca, levedura nutricional, cânhamo, cacau, etc.).
  • Cogumelos.
  • Algas.
  • Adoçantes naturais: Mel de abelha, estévia, xilitol, etc.
  • Sal marinho ou do Himalaia (com moderação).
  • Peixe.
  • Ovos.
Recomendados para você