O infarto feminino e masculino são diferentes?

O infarto é um transtorno causado por um déficit no fluxo sanguíneo das artérias coronárias, aquelas encarregadas de fornecer oxigênio para o miocárdio. 

Todas as pessoas contam com a chance de sofrer um infarto, considerando que muitas delas o desconheça. Qualquer indivíduo pode estar a mercê de um infarto, na verdade, é um dos motivos de morte repentina mais frequentes.

O que é o infarto?

Também conhecido como parada cardíaca, o infarto do miocárdio é uma doença na qual o músculo cardíaco se vê comprometido. Em poucas palavras, um infarto é um problema de tal músculo encarregado de constituir o coração, trazendo consigo diversos riscos; entre eles, a morte.

Tal problema aparece quando a região cardíaca ou coronária não recebe a quantidade suficiente de sangue oxigenado, em termos gerais, devido às obstruções arteriais.

Fazendo referência à morte do tecido muscular cardíaco, esta se produz quando o oxigênio se esgota em tal zona, devido à falta de irrigação sanguínea. 

Visite este artigo: Sinais que sofremos da má circulação

Por que o infarto acontece?

Infarto masculino

Como foi mencionado anteriormente, a principal causa do infarto do miocárdio, é a obstrução arterial na região coronária do coração. Cabe mencionar que, a função normal do órgão principal relativo ao sistema cardíaco, depende da circulação sanguínea; sem esta, ele começa a falhar.

Tal obstrução arterial pode aparecer por diversas causas, as seguintes são as mais relevantes:
  • Super esforço coronário
  • Coágulos de sangue nas artérias
  • Trombose coronária
  • Aterosclerose
  • Colesterol
  • Diabetes
  • Hipertensão

Como detectar um infarto?

No momento que aparece, costuma vir acompanhado dos seguintes sintomas:

  • Transpiração
  • Dificuldade para respirar
  • Dor no peito
  • Incômodo nos braços e ombros (principalmente na parte esquerda)

Como se diferencia o infarto em homens e em mulheres?

Infarto feminino

O infarto chega a ser um problema para todas as pessoas no mundo; no entanto, entre os gêneros, este, pode se diferenciar. Mesmo que seja ilógico, existe algo chamado infarto feminino e, logicamente, está presente em mulheres de qualquer idade. 

Mas, como se diferencia um do outro? Para conseguir reconhecê-lo é necessário prestar atenção a certos indicadores…

Cansaço sem razão aparente

O cansaço ou a fadiga sem justificação algum pode se associar a diversas doenças ou problemas de saúde; os mais comuns são o estresse e a ansiedade. No entanto, este sintoma pode se associar com insuficiências cardíacas ou relativas ao sistema circulatório.

Tal sintoma se deve à obstrução parcial das artérias coronárias; isso causa a redução do fluxo sanguíneo cardíaco, gerando diferentes problemas.

Ansiedade

Tristeza pode ser desencadeante de infarto

Este sintoma se assemelha muito com o mencionado anteriormente. Quando sofremos com ansiedade não devemos ignorar, especialmente quando vem acompanhada de dores similares a uma fisgada no peito.

Recomenda-se saber que a presença de ansiedade ou estresse favorece o aparecimento do infarto, por isso, é necessário estar alerta.

Dor no pescoço e nos braços

As dores nestas regiões do corpo chegam a se associar ao estresse acumulado, fadiga ou má postura. Na verdade, as mulheres com deficiências do sistema cardiovascular costumam apresentar estes sintomas.

Pelo anterior, o ideal não é ignorar tais problemas. Podem chegar a serem tão complexos que, de maneira gradual, afetam o músculo cardíaco. Por outro lado, os homens podem apresentar estes sintomas em momentos prévios ao infarto; no entanto, as mulheres contam com um período muito maior.

Problemas em vias respiratórias

Dor de cabeça pode estar alertando de um infarto

Qualquer sintoma incomum relacionado com as vias aéreas pode indicar alguma deficiência cardíaca, especialmente no caso das mulheres, sendo frequente nos infartos femininos.

Estes aparecem como tosse, sensação de afogamento e coceira na garganta; tudo sem estar atravessando algum quadro viral ou gripal. De acordo com os profissionais de saúde, os problemas nas vias respiratórias são bastante comuns nas mulheres que sofrem maiores chances de sofrer um infarto do miocárdio.

Recomendados para você