Sinais de que sofremos de uma má circulação

· 3 de janeiro de 2019
Sabia que a queda de cabelo e as unhas quebradiças, além de serem causadas pelo estresse e por uma alimentação deficiente, podem ser decorrentes de uma má circulação sanguínea?

A má circulação, um tipo de transtorno muito comum principalmente no verão, afeta um grande percentual da população adulta.

Essa pode trazer muitas consequências negativas para a saúde. Por isso, é bom prestar atenção aos sinais que o corpo oferece para tratar o problema o quanto antes.

Como saber se sofremos de má circulação?

O corpo deve trabalhar diariamente para distribuir o sangue através das veias e artérias. Dessa maneira, os órgãos funcionam como corresponde, dividem-se os nutrientes e os hormônios e regula-se o pH.

Quando há uma má circulação, certas partes do organismo não recebem o plasma sanguíneo como corresponde.

Alguns hábitos, como fumar ou ser sedentário, e certas condições como a gestação ou o sobrepeso, aumentam a possibilidade de sofrer deste problema.

Quer saber mais? Leia: 5 remédios para regular os hormônios naturalmente

Os principais sinais visíveis da má circulação são:

Frio nas extremidades

Frio nas extremidades é um sinal de má circulação

Como o sangue não chega aos pés e às mãos, estes perdem temperatura. Por isso ficam frios tanto no inverno quanto no verão.

Manchas na pele

As mudanças de cor e as manchas nas extremidades também são outro sinal de má circulação. Isso também se deve ao fato de que o sangue não flui como deveria.

Dessa forma, preste atenção às manchas vermelhas ou roxas nos pés ou nas panturrilhas.

A pele descolorida é um sinal de que o sangue e o oxigênio não estão passando adequadamente pelas veias.

Este sintoma é conhecido pelo nome de cianose. Os dedos ficam com um aspecto azulado.

Inchaço

Uma má circulação sanguínea interfere no trabalho dos rins e traz como consequência inflamação em certas partes do corpo.

Por isso, se notar as mãos ou os pés inchados, é porque o sistema circulatório está tentando reduzir o fluido e, no processo, provoca edemas.

Formigamento e coceira

A dormência das extremidades também é outro sinal que não podemos ignorar.

Isso acontece quando os depósitos de gordura bloqueiam o fluxo sanguíneo das artérias. A dormência é sinônimo de pouco sangue na região.

Queda de cabelo e unhas fracas

Unhas fracas podem ser um sinal de má circulação

Embora este possa ser um sintoma de outros problemas, como o estresse ou a má alimentação, também pode se dever à má circulação.

Nesse sentido, o cabelo estará seco e cairá por setores, e as unhas se quebrarão facilmente, ou não crescerão, já que o corpo não recebe a quantidade adequada de nutrientes no couro cabeludo e nem nas mãos e nos pés.

Recomendamos ler: Como evitar unhas encravadas

Varizes

Quando as válvulas que se encarregam de bombear o sangue se enfraquecem, a pressão aumenta. Isso faz com que as veias localizadas sob a superfície da pele inchem.

As varizes aparecem perto dos pés e dos tornozelos. Além disso, podem causar coceira à noite, depois de ter passado todo o dia sentado.

As aranhas vasculares também podem aparecer por problemas circulatórios. De menor tamanho e grossura que as varizes, surgem na camada mais superficial da pele e são de cor avermelhada ou azulada.

Esgotamento

Esgotamento pode ser sinal de má circulação

Pelo fato de que os nutrientes não são distribuídos corretamente por todo o corpo, aparece o cansaço e falta de energia.

O sangue é bombeado mais lentamente, assim como o transporte de oxigênio até os músculos (e o cérebro).

Portanto, é comum ficar mais cansado, que o corpo pese, que seja difícil realizar certas atividades, etc.

Digestão lenta

Se várias horas depois de comer (mesmo que não tenham sido almoços ou jantares exagerados) sentir um peso estomacal, isso também pode se dever à má circulação.

O mesmo vale para a acidez, prisão de ventre e gases. Dessa forma, preste atenção nas evacuações: se forem menos frequentes, o motivo pode ser o fato de que o sangue não está chegando ao intestino como deveria.

Cicatrização lenta das feridas

Quando há uma má circulação os glóbulos brancos não são transportados na velocidade correta, e por isso não podem fazer bem o seu trabalho (cicatrizar feridas, cortes ou incisões).

Infecções e resfriados

Se o fluxo sanguíneo é mais lento, o organismo não detecta nem combate os patógenos com eficiência. Assim sendo, é mais comum contrair doenças virais ou bacterianas.

Os anticorpos estão mais “lentos” e não protegem como deveriam.

Disfunção erétil

Disfunção erétil devido à má circulação

Alguns homens que sofrem de má circulação também podem experimentar problemas sexuais, já que o sangue não chega corretamente aos órgãos reprodutores.

Angina de peito

A dor opressiva no peito pode ser causada por diversos motivos. Um deles é a falta de sangue fluindo até o coração.

A sensação de peso ou asfixia é passageira: se vai da mesma maneira que volta (sem avisar).

Falta de apetite

O estômago envia sinais de fome ao cérebro, o qual recebe uma quantidade adequada de sangue.

Se durante o dia sente menos vontade de comer ou não tem “desejo” por nenhuma comida, talvez isso se deva ao fato de que os órgãos digestivos não conseguem mandar a mensagem de apetite ao seu receptor.

Isso leva, em muitos casos, à perda de peso.

Má função cognitiva

Quando o cérebro não recebe o sangue de que necessita, os neurônios funcionam mais lentamente.

É provável que apareçam problemas de concentração, memória ou dificuldade de manter o foco nas tarefas cotidianas.

  • Villela, M. P. C., & Lemos, M. E. S. (2010). Os cuidados do enfermeiro-acupunturista ao paciente com angina estável: uma relação rumo à integralidade da assistência. Revista Mineira de Enfermagem14(4), 577-586.
  • Arap, M. A., & Coelho, R. F. (2010). Disfunção erétil. Medicina NET11.