Formas de consumir algas e seu valor nutricional

· 27 de maio de 2019
Dado o seu elevado teor de vitaminas e minerais, o consumo de algas pode ser muito benéfico no tratamento da anemia e outros estados de deficiência de nutrientes.

Certamente você já leu uma receita onde um de seus ingredientes é a alga marinha e se perguntou como elas são consumidas? Onde elas são compradas? É necessário fervê-las? Neste artigo vamos falar sobre como consumir algas e as contribuições nutricionais desse ingrediente que está cada vez mais presente na culinária popular.

Diferentes tipos de algas

Diferentes tipos de algas

A primeira coisa que você deve saber antes de consumir algas é que elas podem ser divididas em três grandes grupos: marrom, vermelho e azul.

Alga marrom

  • Nori: laver, sloke, ova marina e slake. Elas são ricas em proteínas e vitamina A. Podem ser combinadas com alimentos fritos.
  • Nishime Kombu: carweed, tangle e wrack. Fornecem potássio e iodo, por sua vez dão sabor doce às refeições.
  • Ito Wakame: combine com legumes cozidos e obtenha cálcio, vitaminas B e C e potássio.
  • Hiziki: elas ficam ótimas com vegetais de raiz como a cenoura ou a beterraba. Têm grandes quantidades de potássio, cálcio e ferro.
  • Arame: tem uma textura suave e um sabor leve, rico em iodo e cálcio.
  • Alaria: dabberlocks, murlins e wing keep. Estas são ricas em minerais e vitaminas e são usadas ​​para preparar sopas.

Alga vermelha 

  • Dulse: combinam perfeitamente com cereais cozidos e fornecem ferro, fósforo e potássio.
  • Ágar-ágar:  shiro kanten. É um tipo de gelatina mole e muito nutritiva, principalmente em fibras.
  • Carragaheen: musgo da Irlanda. Tem grandes quantidades de carboidratos complexos, além de cálcio e potássio.

Algas azuis

  • Esprirulina: rica em aminoácidos e proteínas vendidas na forma de comprimidos ou pó para incluir em cereais, iogurte, suco ou leite.

Dicas para preparar algas marinhas

Algas Kombu

  • Se elas tiverem muito sal ou areia, devem ser lavadas com bastante água fria.
  • Todas as algas, não importa a que grupo pertençam, devem ficar de molho por pelo menos 20 minutos para que aumentem em até 7 vezes seu tamanho e volume.
  • As algas verdes, quando de molho, podem ser cortadas em tiras na mesma direção do seu crescimento. As vermelhos podem ser picadas, cozidas inteiras ou se desfazer. O ágar-ágar permite um corte “livre” antes ou depois da imersão.

Dicas de culinária

  • As algas wakame, nori, chlorella, alga marinha, espirulina e dulse podem ser consumidas sem cozimento.
  • As algas Kombu requerem pelo menos 45 minutos de molho e depois meia hora de cozimento. O caldo obtido pode ser usado para fazer sopas ou molhos ou para cozinhar legumes para proporcionar um sabor diferente.
  • As algas hijiki são as preferidas para o consumo durante os meses de inverno e têm um sabor muito forte. Elas são usadas em pequenas quantidades. Podem ser incluídas em sopas, ensopados ou pudins. É necessário deixá-las de molho por 30 minutos e depois cozinhá-las. Não é recomendado reaquecê-las.
  • Enquanto as algas Wakame podem ser usadas em dezenas de pratos, é o ingrediente essencial da sopa de missô. Precisa de cerca de 15 minutos para ser hidratada e 10 para cozinhar. Também pode ser consumida crua em saladas.
  • No caso das algas nori, você não precisa deixá-las de molho e pode consumi-las torradas, usando uma frigideira diretamente sobre o fogo, até obter um tom verde-dourado. Em seguida, corte-a em pedaços com uma tesoura e amasse-a com a mão (quando já estiver quente), polvilhando sobre as sopas ou cereais.
  • A alga kanten é usada principalmente em molhos frios, cremes, pudins, saladas, base de geleia de frutas ou para engrossar sopas e cozidos.

Razões para consumir algas

Consumir algas têm um ótimo valor nutricional

  • Elas são boas para diabéticos: por terem um sabor doce, mas açúcares complexos, não aumentam o nível de glicose no sangue.
  • Excelente para vegetarianos: porque oferecem grandes quantidades de proteína. É muito interessante os veganos e vegetarianos consumirem algas. A espirulina oferece mais desses nutrientes do que os ovos, peixe e carne.
  • Elas cobrem as necessidades diárias de ferro: principalmente a espirulina, que contém muito ferro, seis vezes mais do que cereais e espinafre. É bom para a anemia ou fraqueza em geral.
  • Elas são boas contra a hipertensão: regulam o sistema cardiovascular e ajudam a combater a hipertensão.

Consumir algas mantêm nosso organismo saudável

  • Elas melhoram a visão: devido ao seu alto teor de vitamina A. Os tipos Nori e espirulina são recomendados.
  • Elas acalmam a tosse: elas também são muito boas em curar resfriados e gripes. Na medicina tradicional, elas são usadas ​​como um tônico para o sistema respiratório, misturando mel e suco de limão.
  • Elas mantêm a pele e os cabelos saudáveis: devido à vitamina A (mais do que o germe de trigo), conhecida como a vitamina da beleza e longevidade. Algumas algas, por sua vez, têm zinco, eficaz para o tratamento da acne. Outros dão brilho aos cabelos.
  • Elas são boas para os ossos e dentes: as algas iziki secas têm 15 vezes mais cálcio que o leite. O mesmo que a espirulina e a wakame; são recomendadas para prevenir a osteoporose ou para ajudar a reparar um osso quebrado.

Para o sistema digestivo

  • Elas ajudam na digestão e no trânsito intestinal: se forem consumidas junto às leguminosas, por sua contribuição de fibras. O mesmo acontece ao consumi-las com frituras, porque as algas permitem uma melhor digestão.
  • Elas purificam o intestino: são purificadores desse órgão devido ao ácido algênico. Elimina as toxinas que são depositadas nas paredes do cólon. Elas são usadas ​​como um remédio natural para a colite.
  • Elas diminuem o colesterol: porque elas têm 5% de gorduras insaturadas que permitem reduzir os níveis de colesterol “ruim”, além disso, elas não contêm gorduras saturadas.

Depois de conhecer todas essas contribuições para a saúde, nós apostamos que conseguimos te incentivar a consumir algas com mais frequência. Você pode incluí-las em seus pratos tradicionais ou criar preparações exclusivas com base nesses vegetais marinhos. Anime-se e experimente!