Existe uma maneira correta de evacuar?

09 Novembro, 2020
Embora em algumas culturas esse tema ainda seja um tema tabu, é importante para a nossa saúde saber qual é a maneira correta de evacuar.

O homem (assim como alguns mamíferos) costumava ficar de cócoras para descansar, trabalhar e realizar funções corporais, como evacuar. Então será que o vaso sanitário supre nossas necessidades fisiológicas?

Neste artigo, explicamos como o vaso sanitário facilitou a ação de evacuar e damos algumas dicas para ir ao banheiro de forma adequada.

O vaso sanitário: um item de “luxo”

Desde que Sir John Harington inventou o vaso sanitário em 1951, nossos padrões de evacuação mudaram. No início, ele era considerado um item de “luxo”, já que nem todos tinham acesso a um (somente a realeza). Contudo, em casos excepcionais, também podia ser acessível a pessoas com deficiência.

Banheiro limpo e organizado

Com o desenvolvimento do encanamento, esse item passou a ser produzido em massa para dar às pessoas comuns o mesmo “privilégio” reservado aos mais ricos. Foi assim que o uso do vaso sanitário modificou o hábito de defecar de cócoras e, consequentemente, alterou nossa forma de evacuar.

Argumentos científicos: é melhor de cócoras

O Dr. Henry L. Bockus, em uma publicação na revista Gastroenterology, de 1964, concluiu que para uma defecção ideal é necessário estar de cócoras, com as coxas tocando o abdômen.

Da mesma forma, em 1966, o Dr. Alexander Kira argumentou em seu livro, The Bathroom, que a natureza humana requeria fazer suas necessidades de cócoras, pois essa postura diminui o esforço ao defecar.

Por outro lado, em 2003, o Dr. Dov Sikirov publicou um estudo no qual comparava as forças aplicadas ao se sentar e ficar na posição de cócoras durante a evacuação. Os resultados confirmaram a sensação de um esvaziamento intestinal satisfatório para a posição de cócoras. A postura sentada requer um esforço expulsivo excessivo e mais tempo, quando comparada com a posição de cócoras.

Saiba também: 10 alimentos que ajudam a ir ao banheiro

O que acontece durante a evacuação?

O termo ‘defecação’ pode ser definido como o processo através do qual se elimina o produto final proveniente da digestão. Durante esse processo, o sistema nervoso entérico e o sistema parassimpático permitem diversas ações, como o controle da acumulação fecal no cólon.

Ao mesmo tempo, é produzido o relaxamento do esfíncter externo e do músculo puborretal. Essa ação permite o alinhamento com o reto para fazer pressão no abdômen e expulsar os resíduos.

Leia também: O que devemos comer caso tenhamos cólon irritável

De cócoras

É importante ressaltar que ao defecar de cócoras as pernas ficam a um ângulo de 22,5º em relação ao corpo. Desta maneira, as coxas pressionam o abdômen.

De acordo com um estudo publicado por especialistas do departamento de Urologia do Japão, essa ação causa pressão no interior das cavidades do cólon, liberando e alinhando o canal anal, o que facilita a eliminação. Isso dá lugar a evacuações mais rápidas, fáceis e completas.

Sentado

Quando estamos sentados, acontece o oposto ao observado de cócoras. Nessa posição, as pernas se encontram em um ângulo de 90º em relação ao abdômen, por isso não há um alinhamento entre o reto e o ânus.

Mulher fazendo suas necessidades

Além disso, perdemos a pressão exercida pelas pernas sobre o cólon e o abdômen. Como resultado, é preciso empurrar para baixo para conseguir evacuar.

A Sociedade Americana de Cirurgiões do Cólon e do Reto indica que essa posição causa diversos problemas e doenças, como prisão de ventre, síndrome do intestino irritável, hérnias ou hemorroidas.

Benefícios de adotar a posição de cócoras para evacuar

  • Permite que a eliminação das fezes seja muito mais rápida e fácil.
  • Previne a filtragem de matéria entre o cólon e o intestino delgado, o que reduz a possibilidade de contaminar o intestino delgado.
  • Evita a tensão na região, prevenindo hérnias, diverticulite (sacos no intestino), entre outros males.
  • Faz parte do tratamento não invasivo no caso das hemorroidas.
  • No caso de mulheres grávidas, essa posição evita a pressão sobre o útero.
  • Ao evacuar totalmente os resíduos, prevenimos o estancamento fecal. Esse problema é um dos fatores de maior peso nos casos de apendicite e doença inflamatória intestinal.

É importante mencionar que a posição de 90º durante a evacuação foi associada à possibilidade de ter câncer colorretal (CRC). No entanto, um estudo realizado por Sahand Sohrabi demonstra que essa hipótese ainda não é conclusiva.

Como aplicar a maneira correta de evacuar?

No campo do design de móveis, há poucas iniciativas que considerem a posição de cócoras no momento de evacuar. No entanto, podemos adaptar nosso vaso sanitário usando um banquinho. Não é necessário que seja de uma altura específica, mas deve permitir colocar as pernas em uma posição de 22,5º em relação ao abdômen.

Banquinho no vaso sanitário: maneira correta de evacuar

Por outro lado, algumas pessoas decidem subir no vaso sanitário para adotar essa posição. No entanto, essa ação pode ser perigosa, visto que o vaso pode quebrar ou a pessoa pode cair. Definitivamente, essa opção não é recomendável.

Dicas para uma melhor evacuação

Como você viu, os estudos apoiam a importância de se adotar uma boa posição para evacuar.

Adquirir esse hábito proporcionará vários benefícios à saúde, como a eliminação rápida e fácil das fezes ou a prevenção da filtração de matéria entre o cólon e o intestino delgado. E então? Você ficou com vontade de experimentar?

  • Fraca Padilla, M., Muñoz-Navas, M., & Rey Díaz-Rubio, E. (2013). DIAGNÓSTICO Y TRATAMIENTO DEL ESTREÑIMIENTO DURANTE EL EMBARAZO. Sociedad Española de Ginecología y Obstetricia.
  • Cerdán Miguel, J., Cerdán, C., & Jiménez, F. (2005). Anatomofisiología de la continencia y la defecación. Cirugia Espanola. https://doi.org/10.1016/S0009-739X(05)74637-6
  • García-Armengol, J., Moro, D., Ruiz, M. D., Alós, R., Solana, A., & Roig-Vila, J. V. (2005). Defecación obstructiva. Métodos diagnósticos y tratamiento. Cirugia Espanola. https://doi.org/10.1016/s0009-739x(05)74645-5
  • Sir John Harington. Encyclopædia Britannica.  https://www.britannica.com/biography/John-Harington.
  • Sikirov D. Comparison of straining during defecation in three positions: results and implications for human health. Dig Dis Sci. 2003;48(7):1201-1205. doi:10.1023/a:1024180319005.
  • Sakakibara R, Tsunoyama K, Hosoi H, et al. Influence of Body Position on Defecation in Humans. Low Urin Tract Symptoms. 2010;2(1):16-21. doi:10.1111/j.1757-5672.2009.00057.x.
  • Sugerman DT. Hemorroides. JAMA 2014; 312 (24): 2698. doi: 10.1001 / jama.2014.281.