A erva-mate serve para perder peso

3 de janeiro de 2019
A erva-mate tem propriedades diuréticas, por isso ajuda a cuidar dos rins. Além disso, é saciante e, não só enche o estômago de líquido, como também atrasa o esvaziamento gástrico.

Costuma consumir erva-mate?Essa é famosa na Argentina, Uruguai, Paraguai e em algumas regiões do Brasil, e cada vez está chegando a mais países do mundo.

Se consumir a erva-mate sem adicionar açúcar nem acompanhar com biscoitos ou bolos, pode servir para perder peso. Neste artigo contaremos mais.

A erva-mate e suas propriedades

Esta infusão de ervas de sabor amargo consumida na América do Sul tem muitas vantagens. As folhas da erva-mate crescem em zona montanhosas ou selvagens e, depois de serem cortadas, são moídas e secas.

Algumas pessoas optam por adoçar a bebida com açúcar, mel ou adoçantes. No entanto, diz-se que “o mate verdadeiro” não leva nenhum elemento mais do que erva e água quente. 

O mate se bebe com uma bombilha e um recipiente (que leva o mesmo nome que o da erva) e no verão também pode-se beber frio (por exemplo, adicionando suco de laranja).

São muitas as propriedades da erva-mate. Entre as principais podemos destacar, por exemplo:

1. É estimulante

Graças a estas propriedades podemos “disparar” a digestão e perder peso com maior rapidez. Isso se deve ao fato da erva-mate conter mateína, uma substância química similar a cafeína.

Além disso, acelera o metabolismo e a energia, por isso queima uma maior quantidade de gordura.

2. É calmante

O mate compartilha propriedades com o café, mas a verdade é que beber esta erva relaxa e acalma as emoções.

Por quê? Porque contém duas substâncias chamadas teobromina e teofilina (também estão presentes no chá, mas em menor quantidade).

  • Recomenda-se consumir a erva-mate depois de comer, para evitar a ansiedade por certos alimentos e para reduzir o estresse.
Erva-mate

3. É saciante

Como basicamente estamos bebendo água com sabor de erva, o mate enche o estômago de líquidos e reduz o apetite.

No entanto, leve em consideração que não é um substituto para a refeição, já que não traz todos os nutrientes necessários.

  • Pode ajudar, por exemplo, se for consumido no meio da manhã para não “atacar” um pacote de biscoitos ou uma bandeja repleta de doces.
  • A erva-mate atrasa a velocidade do esvaziamento gástrico e traz saciedade por mais tempo.

4. É antioxidante

Ao conter uma boa quantidade de antioxidantes, a erva-mate combate o estresse oxidativo, melhora a saúde da pele e permite eliminar os radicais livres do organismo.

5. É anti-inflamatória

Beber mate várias vezes por semana reduz notavelmente as inflamações.

O mate é recomendado para aquelas pessoas que sofrem de reumatismo, bronquite, artrite e outras doenças inflamatórias.

6. É diurética

Beber mate é uma ideia muito boa caso se queira ajudar os rins para que trabalhem melhor e se mantenham saudáveis.

Também é perfeito caso se tenha retenção de líquidos, assim como é excelente para consumir no inverno quando não se costuma beber tanta água.

Mais propriedades da erva-mate

Esta erva cada vez mais famosa tem outras qualidades interessantes como, por exemplo, a capacidade de restringir o acúmulo de ácido lático nos músculos.

Isso permite manter os níveis de energia elevados e aumentar a queima de gorduras.

Devido a teofilina e a teobromina, a erva dilata os brônquios e facilita a oxigenação do sangue.

Erva-mate

Contraindicações da erva-mate

O consumo moderado de erva-mate reduz o cansaço mental e físico.

É necessário prestar atenção, já que se consumida em excesso pode provocar insônia, hiperatividade e problemas de concentração devido ao seu teor de cafeína.

Por outro lado, o mate pode cair mal para o estômago devido a sua adstringência e aos taninos que traz. Além disso, algumas pessoas podem sentir acidez e outras um aumento nas deposições.

Saiba mais: Erva-mate: inimiga das enxaquecas

Como consumir erva-mate para perder peso?

Agora que já sabe quais são os benefícios da erva-mate, o passo seguinte é aprender como consumi-la.

As opções são:

Maneira tradicional

Dessa forma é consumido na América do Sul. Precisa-se de um mate (recipiente) e uma bombilha.

  • Esquente a água até antes de começar a ferver e coloque sobre a erva aos poucos.

Infusão

Caso não tenha tem paciência para encher a todo momento o mate, o que se pode fazer é preparar um chá como se fosse qualquer outra erva.

Inclusive pode-se conseguir a erva em sachês. Do contrário, pode-se fazer a infusão do maneira antiga.

Ingredientes

  • 1 colher de erva-mate (10 g)
  • 1 xícara de água (250 mL)
  • 1 colher de açúcar (10 g) (opcional)

Modo de preparo

  • Em primeiro lugar, esquente a água até ferver.
  • Em seguida, adicione em uma xícara e acrescente a erva-mate.
  • Por fim, deixe repousar alguns minutos e coe.
  • Adoce (também pode usar mel ou stevia) e consuma o mais quente possível.
Erva-mate

Leia mais: Como limpar o organismo com a erva-mate?

Água de mate

É similar à preparação anterior, mas em maior quantidade. Pode ser carregado em uma garrafa uma vez que tenha esfriado para aproveitar as vantagens similares as do chá verde.

Ingredientes

  • 4 colheres de erva-mate (40 g)
  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • O suco de 1 limão
  • Folhas frescas de hortelã (a gosto)
  • Cubinhos de gelo

Modo de preparo

  • Primeiramente, esquente a água e, quando ferver, retire do fogo.
  • Em seguida, coloque em uma jarra, juntamente com a erva-mate e deixe por alguns minutos.
  • Por fim, coe e adicione o suco de limão.
  • Adicione as folhas de hortelã e os cubinhos de gelo.

Vitaminas ou sucos

A infusão de erva-mate pode ser usada como líquido base para misturar com as frutas ou verduras que desejar.

  • Saldanha, L. A. (2005). Avaliação da atividade antioxidante in vitro de extratos de erva-mate (llex paraguariensis) verde e tostada e chá verde (Camellia sinensis) (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).
  • Canterle, L. P. (2005). Erva-mate e atividade antioxidante.
  • De Biasi, B., Grazziotin, N. A., & Hofmann Jr, A. E. (2009). Antimicrobial activity of extracts of the leaves and branches of Ilex paraguariensis (erva-mate). Revista Brasileira de Farmacognosia19(2B), 582-585.