Dores físicas e emoções: qual é a conexão entre elas?

Ocasionalmente, a dor não tem relação com um desconforto físico, mas com algum tipo de emoção que está nos afetando sem que nos demos conta.
Dores físicas e emoções: qual é a conexão entre elas?

Última atualização: 19 Janeiro, 2019

Embora na maioria das vezes ignoremos isso, muitas das dores físicas que sentimos têm algum tipo de relação com as emoções que estamos atravessando.

A mente e o corpo trabalham constantemente sem se separar, o que explica por que tantos sentimentos se manifestam através da dor em diferentes áreas do corpo.

Por exemplo, estudos comprovaram que a dor crônica não é apenas produto de uma lesão física, mas pode ocorrer pelo constante sofrimento do estresse e da depressão.

Além disso, também pode ser que a dor nas costas, cabeça e em outras áreas do corpo tenha algo a ver com alguma emoção.

Isto é o que tem-se tentado explicar através do portal littlethings.com, que tem ecoado com trabalhos como o da Dra. Susanne Babble, psicóloga especializada em trauma e depressão que tenta explicar a relação entre as dores físicas e o emocional.

O portal também reuniu as opiniões de vários especialistas para estabelecer como a parte emocional influencia doenças específicas do corpo.

Dores físicas e emoções: dor de cabeça

As dores de cabeça e a enxaqueca têm uma estreita relação com o estresse constante e outros fatores emocionais.

Portanto, pode ser que a sua recorrência indique uma sobrecarga nas tarefas diárias ou na exposição constante a situações desagradáveis.

A melhor solução nesses casos é tomar algum tempo na prática de quaisquer técnicas ou atividade de relaxamento.

Não se esqueça de ler: 11 alimentos que o ajudarão a combater a ansiedade e o estresse

Dores físicas e emoções: dor de garganta

A tensão no pescoço nem sempre é devido a um movimento errado ou esforço físico. De fato, quando acontece de forma contínua é porque há um forte sentimento de culpa ou autorrecriminação.

Se assim for, o melhor é identificar as coisas que estão nos causando tais sentimentos e buscar o perdão.

Dores físicas e emoções: dor nos ombros

Muitas das tensões diárias são uma carga que é transportada pelos ombros. Lá, tendem a se concentrar os problemas e preocupações.

Estando ciente de tal situação é melhor procurar soluções oportunas, evitando carregar problemas que não nos dizem respeito.

Se o peso for muito grande, a melhor coisa a fazer é dividi-lo no momento de carregá-lo, para que não se torne difícil de lidar.

Dores físicas e emoções: dor na parte superior das costas

A dor nesta área do corpo tem sido associada à falta de apoio emocional e ao vazio que se sente por manter sentimentos não correspondidos.

Sua recuperação tende a ocorrer rapidamente após retomar o contato com parentes e amigos. Além disso, tende a deixar de ser recorrente com o início de uma relação emocional.

Dores físicas e emoções: dor lombar

A constante dor lombar é o produto do estresse causado por questões financeiras. Ter dificuldades com dinheiro ou dívidas provoca uma tensão desnecessária nesta parte do corpo.

Por esta razão, é essencial saber gerir o dinheiro e estar preparado para um momento de crise. Reorganizar os hábitos de consumo, poupar e evitar a compra de coisas desnecessárias são soluções simples para evitá-la.

Dores físicas e emoções: dor nos quadris

O medo das mudanças pode se manifestar através da rigidez ou de dores nos quadris. A preocupação com o futuro ou por uma mudança que se aproxima pode ocasionar este sintoma.

Para seu alívio, o melhor é tomar decisões e tentar limpar a mente com outras atividades que possam causar distração. De uma maneira ou de outra, dar passos em direção ao futuro é fundamental para evitar que este se torne um sintoma frequente.

Você quer saber mais? Leia: 5 exercícios de Pilates para reduzir a cintura, quadril e coxas

Dores físicas e emoções: dor nos joelhos

Ser muito egocêntrico ou sentir superioridade por certas coisas às vezes se traduz em dor.

Ser humilde e aprender a reconhecer o bom trabalho dos outros é uma maneira de manter o equilíbrio.

Dores físicas e emoções: dor nos pés

O excesso de sentimentos negativos e a falta de momentos de alegria são causas da dor crônica nos pés.

A depressão, a exposição aos problemas dos outros e ao estresse causado pela sobrecarga de trabalho são os disparadores desta condição médica.

Mergulhar os pés em água morna com sal é uma ótima maneira de relaxar. No entanto, práticas saudáveis que causam sensação de bem-estar são necessárias para um alívio total.

Passar um tempo com a família, brincar com uma criança ou um animal de estimação são divertidas maneiras de aliviar esse fardo.

As dores citadas aqui e sua relação com problemas emocionais se baseiam na análise dos especialistas consultados pela littlethings.com.

Embora mais estudos sejam necessários para confirmar esse vínculo, é bom ter isso em mente para tentar prevenir estas situações.