Bebida da "felicidade" para reduzir os sintomas da depressão

Ainda que os efeitos desta vitamina sejam muito benéficos para combater a depressão, ela é muito calórica, e por isso recomenda-se consumi-la com moderação.
Bebida da "felicidade" para reduzir os sintomas da depressão

Última atualização: 12 Fevereiro, 2021

Comer de forma saudável significa melhorar o humor. Por isso, há quem se proponha a beber regularmente uma bebida da “felicidade” como a que vamos apresentar. Isso ajudará a complementar a abordagem psicológica e farmacológica para lidar com a depressão.

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer que a depressão é um transtorno muito sério e só deve ser tratada com um psicólogo ou psiquiatra. Não pode ser resolvida apenas com a alimentação, mas adotando uma série de bons hábitos de vida, além de fazer terapia.

Um estudo realizado na Universidade de Mysore e no Departamento de Pesquisa em Tecnologia de Alimentos indica que uma nutrição saudável melhora a saúde mental.

O papel da alimentação na depressão

A alimentação sozinha não vai curar esse tipo de distúrbio psicológico, mas pode contribuir, por exemplo, para melhorar a bioquímica cerebral para que o paciente se sinta um pouco melhor. Contudo, isso não significa que a depressão possa ser tratada sem a orientação de um profissional.

Nenhum remédio caseiro pode substituir a avaliação do profissional, embora uma dieta adequada possa ser agregada às indicações, principalmente se contiver determinados nutrientes. De fato, um artigo da Harvard Medical School afirma que complementar uma alimentação saudável com terapia e cuidado pessoal favorece o bem-estar psicológico.

Bebida da felicidade: um complemento para melhorar o humor

Neste espaço, vamos apresentar essa bebida da “felicidade”. É uma receita popular, nutritiva e saborosa com certos elementos que podem servir para melhorar a química cerebral que tantas vezes orquestra o desânimo e a baixa energia.

As vitaminas naturais se tornaram uma opção de alimentação saudável, visto que combinam as propriedades de frutas, verduras e outros alimentos que trazem grandes benefícios para a saúde.

A importância de aumentar a produção de serotonina e dopamina

Os níveis de serotonina e dopamina costumam mudar no organismo por diversas razões. O estresse, a ansiedade e a depressão são algumas delas. Esses dois neurotransmissores são os que promovem o bem-estar e a motivação.

Para produzir serotonina e dopamina, você precisa do triptofano, um aminoácido essencial ligado ao tratamento da depressão em estudos como o de 2016 publicado na revista Nutrients.

Hoje em dia, como revela um estudo do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Warneford, em Oxford, sabemos que, quando os níveis de serotonina aumentam, é mais provável lidar com a depressão.

  • O consumo diário ou regular de alimentos que estimulam a produção de serotonina contribui para melhorar a saúde mental e física e, consequentemente, prevenir a depressão.
  • Segundo o artigo da Harvard Medical School citado antes, está provado que uma alimentação rica em gorduras e açúcares pode tornar a pessoa mais vulnerável a estados depressivos

A boa notícia é que, incorporando à dieta alimentos ricos em serotonina e aminoácidos essenciais, como o triptofano, podemos reduzir o risco de depressão e outros transtornos emocionais, como o estresse e a ansiedade.

É aí que entra em jogo a bebida natural que compartilharemos a seguir. Além de ser fácil de preparar, ela proporciona boas quantidades de todos esses nutrientes necessários para ajudar no tratamento dessa condição.

Como preparar a bebida da “felicidade”?

Essa bebida natural surge da combinação de ingredientes como a banana e o espinafre, ambos conhecidos por suas diversas propriedades benéficas para a saúde.

Certos estudos, como um realizado em animais na Universidade Bahauddin Zakariya, Multan, Paquistão, revelam os supostos benefícios da banana na redução do impacto da depressão e na melhora da memória.

Em contrapartida, outras pesquisas aplicadas aos humanos, como uma publicada no Journal of Psychiatry and Neuroscience, afirma que a serotonina contida na banana não atravessa a barreira hematoencefálica. Portanto, mais estudos são necessários para efetivamente descobrir seus efeitos na química cerebral.

Porém, a esse potencial efeito da banana, devemos acrescentar o do espinafre, que aparece em publicações médicas como um alimento positivo para esse problema. O motivo é seu conteúdo de antioxidantes, que lutam contra os radicais livres, responsáveis ​​por danos cerebrais.

Além disso, essa bebida também contém um pouco de gengibre, óleo de linhaça e manteiga de amendoim. Tais ingredientes aumentam a sensação de bem-estar por causa das seguintes características:

  • Gengibre: segundo a Food Chemistry, é um alimento com significativo teor de antioxidantes, cujos efeitos foram descritos anteriormente.
  • Óleo de linhaça: O artigo WebMD citado anteriormente fala sobre o selênio nas sementes, incluindo as sementes de linhaça, como um nutriente importante para manter o bom humor.
  • Manteiga de amendoim: de acordo com o que é explicado no mesmo artigo, é aconselhável ingerir esse alimento, pois é uma fonte natural de proteína, que fornece energia e deixa a pessoa mais alerta.

Ingredientes

Lembre-se de que essa receita contém muitas calorias. Para ter certeza da sua conveniência para o seu caso em particular, é recomendável consultar um nutricionista.

  • Banana (1 unidade).
  • Espinafre (1 punhado).
  • Manteiga de amendoim (1 colher de sopa ou 15 gramas).
  • Óleo de linhaça (1 colher de sopa ou 14 gramas).
  • Gengibre (1 colher de chá ou 5 gramas).
  • ½ litro de água ou leite vegetal.

Modo de preparo

  • Descasque a banana e corte-a em pedaços.
  • Lave bem o espinafre e leve-o ao liquidificador juntamente com a banana.
  • Junte a manteiga de amendoim, o óleo de linhaça e o gengibre.
  • Adicione o leite vegetal ou a água e bata tudo até obter uma mistura homogênea.

Conselhos finais

Lembre-se que para combater a depressão, o diagnóstico e o tratamento com psicólogo ou psiquiatra são essenciais. Além do que é indicado pelo profissional, você pode acrescentar atividades benéficas, como fazer uma rotina de exercícios e consumir alimentos que você sabe que são saudáveis ​​para o seu corpo.

Pode interessar a você...
A tristeza e a depressão. Veja as 4 diferenças entre elas.
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
A tristeza e a depressão. Veja as 4 diferenças entre elas.

A tristeza e a depressão apresentam muitos pontos em comum, mas ao mesmo tempo são dois conceitos completamente diferentes. Aprenda a diferenciá-los.