Estresse e ansiedade? Sinta-se melhor com estas batidas naturais

· 6 de maio de 2016
Consumir alimentos naturais é a melhor forma de enfrentar o estresse e a ansiedade, e por isso podemos incluí-los em diferentes receitas de batidas e vitaminas para aproveitar seus benefícios.

Apesar do estresse e ansiedade serem mecanismos de defesa que nos permitem agir antecipadamente em certas situações para buscar melhores recursos, nem sempre sabemos controlá-los da melhor forma e eles nos sobrecarregam.

Em alguns momentos, fatores biológicos como a nossa própria pré-disposição ou o fato de ter que viver situações onde pedem mais do que podemos dar fazem com que soframos estados de ansiedade que afetam diretamente a nossa saúde.

Aprender a controlar estas situações, estabelecer prioridades e nos apoiarmos em pessoas que possam nos ajudar sempre fará com que nos sintamos melhor. Além disso, algo tão simples como cuidar de nossa dieta pode nos beneficiar muitíssimo.

O que comemos tem efeitos diretos sobre a forma como nos sentimos física e emocionalmente. Por isso, hoje em nosso espaço queremos falar sobre 3 batidas deliciosas que permitirão aliviar o estresse e a ansiedade.

Não deixe de conferir a seguir.

Batida de manga, nozes e limão para reduzir o estresse e ansiedade

Esta batida antioxidante e rica em nutrientes vai permitir relaxar os músculos, favorecer a transmissão neuromuscular e cuidar de nossos vasos sanguíneos.

Todos estes benefícios se devem a uma combinação muito interessante entre o magnésio presente na manga e o alto teor de vitamina C do limão.

Graças às enzimas e minerais do limão, da manga e das nozes, conseguiremos aliviar tanto a agitação quanto o nervosismo, e até combater a insônia.

Conheça: 5 vitaminas fantásticas para combater a insônia naturalmente

Devemos levar em conta que o poder destas batidas é cumulativo. Ou seja, se nos habituarmos a beber umas duas bebidas com estes componentes todos os dias, pouco a pouco iremos notar os benefícios.

Ingredientes

  • 1 manga
  • Suco de 1 limão
  • 4 nozes
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • O primeiro passo é procurar uma manga que não esteja excessivamente verde nem muito madura. Descasque, retirar a semente central e corte-a em pedaços pequenos para facilitar a batida.
  • A seguir, obtenha o suco de um limão e vá preparando as nozes. Descasque-as e triture-as um pouco para que se integrem melhor ao restante dos ingredientes.
  • Já no liquidificador, basta acrescentar um copo de água, o suco de limão, a manga picada e as nozes. Bata durante alguns segundos até conseguir uma textura homogênea.

Beba pela manhã ou no final da tarde, após chegar em casa.

Batida de abacate, morango e tofu para aliviar o estresse e a ansiedade

Batida de abacate para aliviar o estresse e a ansiedade

É possível que entre os ingredientes desta batida você tenha se surpreendido bastante com o tofu. É interessante saber que o tofu é um dos alimentos mais ricos em cálcio, um mineral muito adequado para tratar o estresse e a ansiedade.

  • Graças ao cálcio conseguimos um equilíbrio eletrolítico adequado, necessário para controlar os nervos e regular a secreção hormonal.
  • Se, além disso, o combinarmos com as propriedades do abacate, rico em ômega 3, conseguiremos controlar a ansiedade graças ao seu efeito relaxante.
  • Os morangos, por sua parte, são maravilhosos para tratar o estresse e a ansiedade graças ao seu tesouro natural à base de vitaminas B1, B2, B3, B6 e B12.

Um déficit destas vitaminas pode nos causar insônia e nos impedir de controlar melhor nossos focos de estresse e ansiedade.

Ingredientes

  • 1 abacate pequeno
  • 8 morangos
  • 50 g de tofu
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • Uma vez que tenhamos nossos ingredientes em mãos (se forem orgânicos, ainda melhor), começaremos descascando o abacate e retirando a semente central. Iremos cortá-lo em pedaços pequenos e reservar.
  • O passo seguinte muito simples: lave os morangos, corte-os pela metade e leve ao liquidificador junto com as 50 g de tofu, o abacate e o copo de água. Bata bem e sirva em seu copo favorito.

Leia também: Morango: uma fruta muito benéfica para o organismo

É delicioso!

Batida de tomate contra a fadiga mental e o estresse

Batida de tomate para aliviar o estresse e a ansiedade

Assim como mencionamos no início, existem alimentos que podem regular muitas de nossas funções básicas para nos proporcionar calma e bem-estar.

O consumo regular de frutas e verduras frescas melhora de forma notável a nossa saúde, mas se além disso escolhermos as “mais adequadas”, também iremos regular os sintomas do estresse e da ansiedade.

O tomate, combinado com a salsinha, a alface e o aipo, favorecem a liberação de serotonina, um neurotransmissor que nos oferece calma e bem-estar. Por isso, seria muito bom tomar esta batida natural para começar melhor o dia.

Ingredientes

  • 4 folhas de alface
  • 2 tomates
  • 2 folhas de salsinha
  • 1 ramo de aipo
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • O primeiro passo será lavar bem todas as verduras e, em seguida, cortá-las em pedaços para facilitar a batida.
  • Acrescente ao liquidificador os tomates e as folhas de alface junto com o aipo, as folhinhas de salsinha (com pouco já conseguimos um sabor intenso) e o copo de água.
  • Bata até obter uma bebida homogênea e, se desejar, não hesite em acrescentar alguns cubos de gelo. É refrescante e irá ajudá-lo a clarear a mente e desintoxicar seu organismo.

É ideal para começar o dia com mais energia! Você vai perder?

  • Masibo, M., & Qian, H. (2008). Major mango polyphenols and their potential significance to human health. Comprehensive Reviews in Food Science and Food Safety. https://doi.org/10.1111/j.1541-4337.2008.00047.x
  • Mohanapriya, M., Ramaswamy, L., & Rajendran, R. (2013). Health and Medicinal Properties of Lemon (Citrus Limonum). International Journal Of Ayurvedic And Herbal Medicine.
  • Hayes, D., Angove, M. J., Tucci, J., & Dennis, C. (2016). Walnuts (Juglans regia) Chemical Composition and Research in Human Health. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. https://doi.org/10.1080/10408398.2012.760516