5 dicas para proteger a saúde hepática

16 de abril de 2020
A prática de hábitos saudáveis, especialmente no que diz respeito à dieta, é decisiva para cuidar da nossa saúde hepática. Descubra 5 dicas importantes. 

Proteger a nossa saúde hepática é uma questão fundamental, pois o fígado participa de diversas funções do nosso corpo. No entanto, muitos fatores da vida moderna o prejudicam, tais como os aditivos alimentares, hábitos tóxicos, poluição, estresse, etc…

Neste artigo, compartilhamos algumas dicas para proteger a saúde do seu fígado. Dessa forma, você poderá melhorar sua saúde geral e garantir uma melhor qualidade de vida. Continue lendo para conhecê-las!

Por que é importante proteger a saúde hepática?

O fígado participa de mais de 500 funções vitais. Estas são apenas algumas delas:

  • É responsável pelo metabolismo dos macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas).
  • Regula a coagulação do sangue.
  • Apoia o sistema imunológico.
  • Intervém no metabolismo de alguns hormônios.
  • Armazena glicose.
  • É responsável pela purificação de substâncias tóxicas no corpo.

Infelizmente, muitos fatores da vida moderna podem prejudicar a função hepática. No entanto, questões hereditárias e infecções virais também influenciam o funcionamento do fígado. Por isso, é sempre importante cuidar da saúde desse órgão para prevenir doenças.

Descubra também: As 5 melhores frutas para a sua saúde hepática e renal

5 dicas para proteger a saúde hepática

1. Alimentos orgânicos e sem aditivos

Alimentos saudáveis
O consumo de alimentos orgânicos é essencial para proteger a nossa saúde hepática. Devido ao seu teor de vitaminas, minerais e compostos antioxidantes, são essenciais para ajudar esse órgão em suas funções.

Os aditivos alimentares não são seguros. Essas substâncias com propriedades conservantes, fungicidas, corantes ou adoçantes, entre outras, causam danos ao DNA em diferentes órgãos. Entre eles, destaca-se o fígado, responsável pela eliminação de substâncias tóxicas do organismo.

Nesta mesma seção, destacamos a importância de evitar alimentos com pesticidas. A única maneira de fazer isso é comer alimentos orgânicos nos quais você confia ou cultivados pela sua própria família.

Uma dieta rica em vegetais orgânicos seria uma maneira de ajudar a desintoxicar o fígado. Em particular, ela deve ser rica em vegetais crus, frutas cítricas, oleaginosas e sementes.

2. Reduzir o consumo de açúcar

A obesidade e a diabetes são duas doenças que se tornaram cada vez mais comuns nas últimas décadas. Embora os excessos alimentares e o sedentarismo sejam dois fatores-chave, o consumo de açúcar também é um aspecto decisivo.

O açúcar e todos os produtos que o contêm (como os refrigerantes, por exemplo) afetam diretamente o acúmulo de gordura no fígado. Com o tempo, isso pode levar a doenças hepáticas gordurosas.

Por isso, é essencial reduzir o consumo de açúcar em nossa dieta. Podemos substituí-lo por outros adoçantes, como a estévia, o açúcar de coco, o xilitol, aspartame ou o mel puro.

Leia também: Benefícios de reduzir o consumo de açúcar para a saúde

3. Tomar cardo mariano

As sementes do cardo mariano ou cardo de leite contêm silimarina, um composto muito benéfico para proteger a saúde do fígado. Estudos demonstram a sua eficácia no tratamento de diferentes tipos de doenças hepáticas, tais como a cirrose, o fígado gorduroso, a resistência à insulina, etc…

A silimarina destaca-se por seu alto poder antioxidante e anti-inflamatório. Ao contrário de outros remédios, este se destaca por promover a regeneração do fígado. Seu tratamento a longo prazo pode ser eficaz em casos de cirrose e até para prevenir metástases nas células cancerígenas.

4. Controlar a raiva para proteger a saúde hepática

Mulher feliz de braços abertos
Aprender a lidar com emoções como a raiva pode contribuir para a saúde do fígado. Embora ignoremos isso, as emoções têm um impacto significativo no bem-estar e na saúde geral.

De acordo com a medicina chinesa antiga, todos os órgãos têm uma relação com as nossas emoções. Essa conexão entre o corpo e a mente nos transmite uma perspectiva diferente para complementar qualquer tratamento médico.

No caso do fígado, a emoção predominante quando sofremos alguma alteração nesse órgão é a raiva. Em outras palavras, combater a raiva pode nos ajudar a evitar desequilíbrios do fígado, juntamente com outros bons hábitos.

Embora não haja estudos científicos que possam provar essa relação, a psicossomática mostra que as emoções afetam a nossa saúde. Por isso, devemos tentar melhorar as emoções positivas dia após dia. Além disso, que mal viver com alegria e serenidade poderia nos fazer?

5. Um estilo de vida saudável

Para finalizar, e como uma forma de síntese, devemos apontar qual é a melhor maneira de proteger nossa saúde hepática: ter uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável. Isso inclui evitar o cigarro e o álcool, dormir bem durante a noite, beber bastante água e viver com alegria.

Colocar essas dicas em prática não é fácil, pois elas exigem mudanças importantes em nossa vida diária. No entanto, proteger sua função hepática vai ajudá-lo a viver melhor. Acredite: esse esforço vai valer a pena!

  • Sasaki, Y. F., Kawaguchi, S., Kamaya, A., Ohshita, M., Kabasawa, K., Iwama, K., … Tsuda, S. (2002). The comet assay with 8 mouse organs: Results with 39 currently used food additives. Mutation Research – Genetic Toxicology and Environmental Mutagenesis. https://doi.org/10.1016/S1383-5718(02)00128-6
  • Abdelmalek, M. F., & Day, C. (2015). Sugar sweetened beverages and fatty liver disease: Rising concern and call to action. Journal of Hepatology. https://doi.org/10.1016/j.jhep.2015.05.021
  • Guan, Y.-S., & He, Q. (2015). Plants Consumption and Liver Health. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. https://doi.org/10.1155/2015/824185
  • Lee, Y.-S., Ryu, Y., Jung, W.-M., Kim, J., Lee, T., & Chae, Y. (2017). Understanding Mind-Body Interaction from the Perspective of East Asian Medicine. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. https://doi.org/10.1155/2017/7618419
  • Feher, J., & Lengyel, G. (2011). Silymarin in the Prevention and Treatment of Liver Diseases and Primary Liver Cancer. Current Pharmaceutical Biotechnology. https://doi.org/10.2174/138920112798868818