Tratamentos para a diarreia relacionada a antibióticos

29 Maio, 2020
Você está com diarreia devido ao uso de antibióticos? Se isso já aconteceu com você alguma vez, não deixe de conferir este artigo para saber como tratar esta condição.

A diarreia geralmente é um sintoma que indica que estamos sofrendo de uma doença, como a gastroenterite. Às vezes, também é um sinal de alarme que nos alerta sobre possíveis intoxicações alimentares. No entanto, muitas pessoas buscam atendimento médico para quadros de diarreia relacionada ao uso de antibióticos.

Essa é uma das razões pelas quais os antibióticos sempre devem ser comprados com receita médica. Como aponta o artigo Conceitos básicos para o uso racional de antibióticos em otorrinolaringologia’, a diarreia é um efeito colateral de alguns antibióticos conhecidos como aminoglicosídeos, clindamicina, macrolídeos e penicilina.

O impacto desses medicamentos em nosso sistema gastrointestinal é bastante agressivo.

Por que os antibióticos podem causar diarreia?

As razões pelas quais os antibióticos podem levar à diarreia são os seus próprios efeitos tóxicos no intestino, conforme declarado no artigo ‘Diarreia por antibióticos’.

Esses tipos de medicamentos também alteram a flora intestinal, causando a redução de bactérias benéficas e fazendo com que outras, como a bactéria Clostridium difficile, se multipliquem, causando diarreia.

Clostridium difficile

Há uma série de componentes nos antibióticos que podemos observar para conhecer as possibilidades que temos de sofrer diarreia se os consumirmos. Esses elementos, alguns dos quais já mencionamos acima, são clindamicina, ampicilina, amoxicilina e cefalosporinas.

Para receber um diagnóstico preciso e descobrir se são os antibióticos que estão causando diarreia, é importante ir ao médico para que ele possa realizar os exames apropriados. Estes consistirão em uma análise das fezes e, nos casos mais graves, uma colonoscopia também poderá ser recomendada.

Não deixe de ler: O que fazer se uma criança tiver diarreia

Sintomatologia da diarreia relacionada a antibióticos

Embora a diarreia possa ser um sintoma derivado de antibióticos, que pode afetar crianças, adultos e idosos, sua presença em idosos é muito maior.

Na verdade, a diarreia geralmente se manifesta em pessoas que acabaram de passar por uma cirurgia abdominal ou que não estão comendo adequadamente. Vamos ver quais dos seus sintomas estão relacionados à ingestão de antibióticos:

  • Fezes líquidas e frequentes.
  • Nos casos mais graves, pode surgir sangue nas fezes.
  • Dor abdominal aguda.
  • Presença de febre e mal-estar geral.
  • Desidratação

Os idosos que tomam antibióticos e apresentam esses sintomas devem consultar um médico sem demora. O motivo é que, em casos graves, pode ocorrer uma desidratação que poderá até mesmo levar à morte. Além disso, caso se trate de uma perfuração no intestino, é necessária uma intervenção cirúrgica imediata.

Tratamentos

A pessoa que manifesta diarreia devido à ingestão de antibióticos deve seguir o conselho do seu médico. Caso a situação não seja classificada como grave, será realizado um acompanhamento, que em nenhum momento significará a interrupção do consumo dos antibióticos.

Em outros casos, o médico poderá recomendar a substituição do medicamento prescrito.

Diarreia em idosos

E se a diarreia for grave? Você pode tentar trocar o antibiótico, embora o mais comum em situações extremas seja parar de tomá-lo e até tomar antidiarreicos.

Não podemos nos esquecer de seguir as instruções dadas pelo médico em relação à dieta e de nos hidratarmos constantemente, mantendo sempre uma garrafa de água por perto. O consumo de probióticos também tem uma resposta positiva nesses casos.

Leia também: Como combater a diarreia

Prevenção da diarreia relacionada a antibióticos

Para evitar diarreia devido ao consumo de antibióticos, é essencial evitar a automedicação. As farmácias estão proibidas, pelo menos na Brasil, de vendê-los a seus clientes a menos que apresentem uma receita médica.

Portanto, você deve ir ao médico se não estiver se sentindo bem, em vez de se automedicar.

No caso de estar em contato com alguém com diarreia, é preciso cuidar para impedir a propagação. A melhor maneira de fazer isso é lavar as mãos depois de tocar a pessoa afetada. No caso de trabalhar em uma instituição de saúde, o uso de luvas é essencial.

Você já foi diagnosticado com diarreia por consumir antibióticos? Você costuma se automedicar? Esperamos que este artigo tenha conseguido ajudá-lo a estar mais ciente da necessidade de procurar um médico em vez de tomar medidas sem antes consultar um profissional, algo que pode colocar a sua saúde gastrointestinal em risco.

  • Bustos, S. P., & Chamorro, J. F. V. (2018). Probióticos en diarrea aguda, asociada a antibióticos y nosocomial: evidencia en pediatría. Revista Colombiana de Gastroenterología33(1), 41-48.
  • Ecker, L., Ochoa, T. J., Vargas, M., Del Valle, L. J., & Ruiz, J. (2013). Preferencias de uso de antibióticos en niños menores de cinco años por médicos de centros de salud de primer nivel en zonas periurbanas de Lima, Perú. Revista Peruana de Medicina Experimental y Salud Pública30(2), 181-189.
  • Poma Gálvez, Jonnathan. (2012). Diarrea disenterica en niños: el uso de antibioticos según la encuesta demográfica y de salud familiar – Endes 2011. Revista de Gastroenterología del Perú32(4), 429. Recuperado en 11 de marzo de 2019, de http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1022-51292012000400015&lng=es&tlng=es.