Brócolis para crianças: por que é tão recomendado?

· 30 de dezembro de 2018
O brócolis é uma fonte importante de vitaminas, minerais, fibra e outros nutrientes chave para o desenvolvimento das crianças. Te contamos por que incluir o brócolis na dieta infantil.

Muitos pais ainda não conhecem os benefícios do brócolis para crianças. Ainda que alguns acreditem que é desagradável para os menores, trata-se de um dos alimentos mais recomendados para complementar sua nutrição. Por que é tão popular?

Apesar de suas propriedades incidirem de forma positiva em qualquer idade, aconselha-se dentro da dieta das crianças porque apoia seu processo de desenvolvimento. Também é um grande aliado do sistema imunológico, pois ajuda a reforçar as defesas para evitar doenças.

Propriedades nutricionais do brócolis

Brócolis para as crianças na panela

O brócolis se destaca na dieta infantil porque oferece mais nutrientes em comparação com outras verduras crucíferas como as couves, a couve-flor ou o repolho. Recomenda-se como preventivo da anemia ferropriva, já que é uma fonte importante de ferro.

Para sermos mais específicos, 100 gramas de brócolis pode oferecer:

  • Calorias: 32 kcal.
  • Proteínas: 5,5 gramas.
  • Lipídios: 0,3 g.
  • Glicídios: 4,86 g.
  • Vitamina A: 3500 UI.
  • Vitamina B1: 100 mg.
  • Riboflavina ou vitamina B2: 210 mg.
  • Vitamina C: 118 mg.
  • Cálcio: 130 mg.
  • Fósforo: 76 mg.
  • Ferro: 1,3 mg.

Leia também: Meus filhos não comem peixe: o que posso fazer?

Benefícios do brócolis para crianças

Devido ao seu interessante teor de nutrientes, o brócolis na dieta infantil pode oferecer muitos benefícios. Não só contribui para um ótimo desenvolvimento físico do menor, como também intervém de forma positiva em seu humor e habilidades cerebrais.

Ajuda a prevenir doenças

Crianças comendo brócolis e verduras

A concentração de vitaminas, minerais e compostos antioxidantes que caracterizam o brócolis ajudam a cuidar da saúde das crianças. Ao ajudar a cumprir com seus requisitos nutricionais, melhora suas defesas e permite enfrentar a muitas doenças.

Por exemplo, seu teor de ferro e ácido fólico mantém uma boa produção de glóbulos vermelhos para evitar a anemia. Além disso, sua fibra alimentar melhora o uso da glicose e previne problemas como a anemia e a obesidade.

Combate a prisão de ventre

Uma das razões para dar brócolis para crianças é porque previne e trata a prisão de ventre. Como alguns já sabem, este transtorno é habitual nos menores devido a suas contínuas mudanças alimentares e ao baixo consumo de água.

O brócolis, por ter um teor significativo de fibra, estimula a motilidade intestinal e favorece a eliminação das fezes. Ainda que seja certo que pode causar flatulências, como acontece com outros vegetais crucíferos, é muito recomendado para cuidar da saúde digestiva.

Reduz o risco de obesidade

Criança que não quer brócolis

A obesidade infantil é um dos transtornos que podem diminuir a qualidade de vida dos menores. Apesar de poder ser de origem genética, às vezes se desenvolve pelos hábitos alimentares. Porém, escolher ingredientes saudáveis como brócolis diminui os riscos.

Seu baixo teor calórico permite desfrutar de receitas mais leves. Além disso, graças as suas proteínas, vitaminas e minerais, apoia as funções metabólicas para um uso melhor dos açúcares e gorduras.

Ajuda a fortalecer os ossos

Adicionar brócolis na dieta infantil pode apoiar o processo de crescimento e fortalecimento dos ossos. A combinação de cálcio, magnésio e zinco que este vegetal oferece age de forma direta sobre a estrutura óssea, o que diminui o risco de fraturas.

Veja também: Receitas de sorvete de limão para surpreender aos seus filhos

Protege a saúde cardiovascular

A fibra dietética que o brócolis contém ajuda a decompor o colesterol para evitar seu acúmulo no sangue. Por sua vez, o magnésio regula o ritmo cardíaco e diminui o risco de doenças cardíacas e nas artérias.

Como adicionar o brócolis na dieta infantil?

Brócolis para crianças

Como havíamos comentado, o brócolis produz gases, por isso é melhor atrasar sua inclusão na alimentação do bebê até que seu sistema digestivo esteja mais maduro. Mais tarde, pode-se começar a adicionar através de deliciosas receitas.

As crianças podem rejeitar o vegetal por seu aspecto. Porém, há estratégias simples para que o comam com mais facilidade. Em seguida, repassamos algumas:

  • Dê o exemplo: você não pode pedir que seu filho coma brócolis se você não come.
  • Trabalhe na apresentação: a forma como apresenta a comida e sua forma de cozimento influencia para que tenham vontade de comer.
  • Acompanhe com outros alimentos: não tem por que estar só na salada. De fato, pode adicioná-lo ao macarrão ou fazer uma pizza.
  • Não abusar das quantidades: uma criança não tem a mesma capacidade de assimilar a comida que um adulto. Além disso, o excesso de brócolis pode causar indigestão e gases.
  • Faça purês ou papinhas: são formas efetivas de fazê-las comer sem problemas.

Você já inclui dá brócolis para crianças? Como fiou claro, ele é uma alimento com muitos benefícios. Não deixe de falar com seu filho do quão importante é comê-lo e, claro, prepare-o pelo menos uma vez por semana.

  • Moreno, D. A., & García-Viguera, C. (2008). El brócoli, fuente de ingredientes funcionales: glucosinolatos. Alimentación, Nutrición y Salud.
  • Rozano, V., Quiróz, C., Acosta, J., Pimentel, L., & Quiñones, E. (2004). Hortalizas, las llaves de la energía. Revista Digital Universitaria. https://doi.org/ISSN: 1067-6079