O que fazer diante da conjuntivite em crianças?

A conjuntivite em crianças pode ter várias causas: bactérias, vírus, processos alérgicos ou entrada de corpos estranhos no olho. Diante de qualquer sinal de desconforto ocular, é importante consultar o pediatra.
O que fazer diante da conjuntivite em crianças?

Última atualização: 08 Fevereiro, 2021

A conjuntivite em crianças e adultos é uma doença que responde à inflamação da camada da conjuntiva, uma membrana mucosa transparente que reveste o olho. Esta condição causa coceira e vermelhidão ocular, mas de acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, geralmente não compromete a visão.

Ao contrário de várias crenças populares, a conjuntivite pode ter várias causas que vão além das infecções bacterianas, como vírus, reações alérgicas, traumatismos, o uso de lentes e inclusive a insônia.

Além disso, no caso de crianças, cuidados especiais devem ser tomados ao abordar a patologia. Organizações como a Dos pediatras en casa alertam que a conjuntivite é uma das doenças infantis mais comuns. Não se preocupe, pois a seguir explicaremos como abordá-la.

O que é a conjuntivite?

Como já dissemos, a conjuntivite se refere à inflamação da camada conjuntiva do olho. Segundo fontes especializadas em oftalmologia, como a Pro visu, costuma afetar os dois olhos ao mesmo tempo, embora também possa se distribuir de forma assimétrica.

Estudos científicos mostram que, em crianças de um a nove anos de idade, é a doença ocular mais comum. De todas as consultas pediátricas por desconforto ocular, quase 41% correspondem à conjuntivite, enquanto os 30% restantes são causados ​​por lesões.

Menina com conjuntivite
A conjuntivite é comum na infância, mas não são apenas as bactérias que a causam.

Você pode se interessar: 7 recomendações para combater a conjuntivite de forma natural

Sintomas da conjuntivite em crianças

Depois de definir a natureza desta doença e sua prevalência em bebês, é hora de aprender a detectá-la. Fontes pediátricas como a Kidshealth nos ajudam a fazer isso listando os sintomas em crianças. Estes são os seguintes:

  • Vermelhidão ocular.
  • Desconforto no olho: a criança pode dizer que sente “areia” nos olhos.
  • Secreção ocular
  • Dor e inflamação da conjuntiva.
  • Em algumas crianças, podem ocorrer inflamação das pálpebras e fotofobia (a luz direta causa desconforto).

Causas da conjuntivite em crianças

Como já dissemos, as causas da conjuntivite não se resumem apenas a infecções. Fontes já citadas e o National Eye Institute (NEI) exploram os diversos motivos que desencadeiam uma inflamação da conjuntiva. Vamos falar sobre eles abaixo.

Conjuntivite bacteriana: a mais comum

Em crianças, a infecção bacteriana é de longe a causa mais comum de conjuntivite (ocorre em até 78% dos casos). Em adultos este não é o caso, pois os vírus provocam 36% dos sintomas, e as bactérias 40%.

Os micro-organismos que causam essa patologia costumam ser os mesmos que causam doenças respiratórias ou são encontrados na pele: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae e Moraxella catarrhalis.

Viral

Este é um agente causal muito menos comum em bebês, uma vez que os vírus causam cerca de 13% dos casos de conjuntivite. Os adenovírus (ADVs), segundo a Biblioteca Virtual em Saúde, são responsáveis ​​por até 50% das conjuntivites virais em crianças.

Outras causas da conjuntivite em crianças

Nem tudo é uma questão de vírus ou bactérias. Apresentamos algumas das possíveis causas que ainda precisam ser exploradas:

  • Alérgicas : correspondem a 2% dos casos de conjuntivite na infância. São sazonais e costumam estar associadas à sinusite.
  • Por corpos estranhos: entrada de elementos estranhos nos olhos ou pelo uso de lentes de contato.
  • Infecções por fungos.
  • Infecções por amebas.
  • Contaminação: interna ou externa, causada por poluição ou agentes químicos.
  • Traumáticas: por inchaços e arranhões nos olhos.

As crianças têm muito menos probabilidade de desenvolver esses tipos de conjuntivite. Rara é a situação em que um bebê é exposto a produtos químicos tóxicos ou usa lentes de contato por tempo suficiente para desenvolver a patologia.

Cuidados em casa

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), as conjuntivites viral e bacteriana são altamente contagiosas. Por isso, ao se deparar com uma criança com essa condição, precauções extremas são essenciais. Isso inclui as seguintes medidas:

  • Lavar as mãos com água morna e sabão frequentemente, principalmente após entrar em contato com a criança.
  • Evitar tocar e esfregar os olhos. Da mesma forma, deve-se ensinar a criança a não fazer isso, pois evita a transmissão da doença e que o quadro clínico do paciente piore.
  • Lavar as fronhas, lençóis, toalhas e outros materiais de seu filho com mais frequência do que o  habitual.
  • Não usar os itens pessoais da criança infectada.

Colírio em crianças
O tratamento com colírio deve ser indicado por um médico

Quando consultar um médico?

Conforme indicado pelas organizações pediátricas que já mencionamos, existem doenças oculares graves que compartilham os sintomas com a conjuntivite. Por isso, se a criança se queixar de desconforto ocular, a consulta ao pediatra é obrigatória.

A conjuntivite de origem viral costuma ser autocurativa, ou seja, cura-se sozinha em poucos dias. Por outro lado, as causadas ​​por bactérias requerem o uso de antibióticos na forma de gotas ou pomadas.

Para saber mais: Como tratar as infecções oculares com 5 remédios naturais

Não automedique a criança em caso de conjuntivite

Ser médico de casa nunca é uma boa ideia. Não adianta tratar uma criança com conjuntivite viral com antibióticos, por exemplo. Isso pode até piorar o quadro.

Por isso, diante de qualquer desconforto ocular que seu filho apresente, uma consulta com o pediatra é o passo mais lógico e responsável. Nem todas as dores oculares correspondem a uma conjuntivite, por isso é necessário fazer um diagnóstico rápido e preciso.

Pode interessar a você...

As 8 melhores dicas caseiras para curar a conjuntivite
Mejor con SaludLeerlo en Mejor con Salud
As 8 melhores dicas caseiras para curar a conjuntivite

Saiba como curar a conjuntivite, uma inflamação da membrana transparente que recobre a pálpebra e a parte branca do globo ocular