Como o teletrabalho afeta a saúde?

O teletrabalho é uma opção especialmente importante neste momento de pandemia. Saiba quais são suas vantagens e suas consequências para a saúde a seguir.
Como o teletrabalho afeta a saúde?

Última atualização: 20 Novembro, 2020

Neste período de pandemia, muitas pessoas pararam de trabalhar presencialmente e mudaram para um regime de teletrabalho, fazendo home office através de computadores e da Internet. Esta é uma situação nova para a maioria, e tem vantagens e desvantagens. A seguir, vamos explicar como o teletrabalho afeta a sua saúde.

O que é o teletrabalho?

Embora seja uma opção que não é possível para todos os tipos de funções, o teletrabalho consiste em desempenhar seu papel na empresa em um lugar distante da sede da mesma; ou seja, sem ter que ir ao escritório.

Isso é feito através das tecnologias de comunicação, seja por videoconferência, e-mail ou outras ferramentas digitais.

Quais são as vantagens do teletrabalho?

Na situação atual de pandemia que estamos passando, a principal vantagem do teletrabalho é que ele permite que você continue mantendo sua atividade profissional sem sair de casa, por isso ele é compatível com o isolamento social.

Além disso, independentemente do seu papel nesta situação excepcional, o teletrabalho tem muitas outras vantagens. Algumas delas são as seguintes:

  • Ele possibilita que o trabalhador não precise se deslocar para o local de trabalho. Assim, as pessoas economizam tempo e dinheiro no dia a dia, já que não têm que pagar pelo transporte público ou pela gasolina, e não perdem tempo no trânsito.
  • Permite que você passe mais tempo em casa: mais tempo com as crianças ou para realizar tarefas domésticas.
  • Favorece a autogestão de cada funcionário. Embora em algumas empresas as horas de trabalho sejam pré-definidas mesmo no teletrabalho, em outras este não é o caso, e alguns prazos serão simplesmente necessários para completar as tarefas correspondentes. Neste caso, cada pessoa estará livre para distribuir o seu horário de trabalho.
O teletrabalho e a saúde ocular

Você pode estar interessado: 10 conselhos para espairecer durante a quarentena

Como o teletrabalho afeta a nossa saúde?

Embora, como já vimos, ele tenha muitas vantagens, também há algumas desvantagens no teletrabalho. Devemos ter em mente que somos seres sociais. Com o teletrabalho, perdemos o hábito de ir ao escritório e interagir com os colegas.

Isso, na maioria das vezes, nos proporciona bem-estar e nos relaxa, permitindo que nos relacionemos com outras pessoas. Dias de trabalho solitários em casa podem aumentar a nossa ansiedade.

Outra desvantagem vem do uso das tecnologias. Sentar na frente do computador por muito tempo pode gerar tédio e ansiedade. Além disso, pode nos causar outros desconfortos, como:

  • Irritação nos olhos.
  • Tensão cervical.
  • Dor muscular nas costas e pescoço.
  • Dores de cabeça.

Da mesma forma, por não ter uma rotina de transporte, gastamos menos energia. O teletrabalho muitas vezes significa sair da cama e se sentar, após poucos minutos, na frente da tela do computador, sem muito mais atividade física durante o dia.

Isso pode nos fazer não gastar tanta energia quanto estamos acostumados e dificultar a qualidade do sono, podendo levar a problemas de insônia e transtornos de horário.

Outra consequência da falta de atividade física são os problemas digestivos. A falta de movimento faz com que nosso sistema digestivo não funcione como deveria. As digestões ficam mais pesadas, e podemos ter problemas com a prisão de ventre, sensação de saciedade, gases ou azia.

Também é possível que o contrário aconteça e que, devido à ansiedade acumulada, estejamos constantemente com fome.

Mulher trabalhando de casa

Gerencie o teletrabalho para cuidar da sua saúde

Embora, sem dúvida, o teletrabalho tenha muitas vantagens para todos, devemos ter em mente que ele também afeta a saúde de maneira negativa. No entanto, é verdade que muitas dessas desvantagens têm uma solução.

Manter hábitos saudáveis, com horários pré-definidos e uma boa higiene postural, são algumas das medidas que podem torná-lo mais suportável. Além disso, é importante monitorarmos nossas refeições nestes dias de baixa atividade física.

Outra dica é estabelecer uma rotina diária de exercícios que possamos realizar em casa para manter a forma, liberar a tensão e gastar energia. Com todas essas diretrizes, será mais fácil trabalhar em casa e poderemos aproveitar as coisas boas que esta prática nos oferece.

Pode interessar a você...
As melhores coisas que pode fazer para sair da rotina
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As melhores coisas que pode fazer para sair da rotina

Para conseguir sair da rotina é bom tomar as rédeas da situação e começar a tomar decisões que obriguem a abandonar a zona de conforto.