Como prevenir a síndrome do pescoço de texto?

29 Fevereiro, 2020
A síndrome do pescoço de texto é um conjunto de sintomas associados ao uso de smartphones. O principal sinal é a dor cervical. A seguir, falamos sobre como podemos preveni-la.
 

O que conhecemos como síndrome do pescoço de texto tem outro nome em inglês. A expressão mais conhecida para designá-lo é “Text neck”, que pode ser traduzida como “pescoço de texto”, em clara referência às mensagens de texto enviadas pelo telefone celular.

A síndrome do pescoço de texto é o conjunto de sintomas, principalmente dolorosos, que surgem pelo uso de smartphones. Essa dor começa na região cervical e, geralmente, se estende aos ombros e às costas. Além disso, também pode ser acompanhada por dor de cabeça.

Os mais afetados são os jovens, que costumam fazer um uso mais intensivo de dispositivos móveis. Considere que existem quase três bilhões de usuários de celulares no mundo, o que gera uma enorme população suscetível.

Embora neste caso o problema central seja a dor, o alerta médico sobre os distúrbios gerados por esses dispositivos já existe há algum tempo. Alguns deles são, por exemplo, os efeitos da luz das telas na visão ou os danos articulares por traumas repetitivos.

Embora a síndrome do pescoço de texto não apareça na classificação internacional de doenças, a condição existe. Podemos dizer que é uma cervicalgia (dor cervical ou dor no pescoço) e, às vezes, uma síndrome vertiginosa.

Nesse caso, em particular, a dor cervical tem sua causa na posição da cabeça, como veremos agora.

A causa da síndrome do pescoço de texto

O problema subjacente da síndrome do pescoço de texto é a posição. Está associada ao uso de telefones celulares, mas o que causa a dor, em última instância, é a cabeça inclinada anormalmente por um longo tempo.

 

Quando a cabeça fica reta, em posição normal ou neutra, o peso que recai sobre a coluna é de cerca de cinco quilos. É equivalente ao peso das estruturas do crânio.

Mulher usando celular
O uso excessivo de dispositivos móveis é uma das principais causas da síndrome do pescoço de texto.

No entanto, quando a cabeça está inclinada para a frente, o peso que o pescoço deve suportar aumenta. Com uma inclinação de 45 graus, esse peso passa de cinco para mais de vinte quilos.

O problema é que a inclinação se torna um hábito e tende a piorar. Assim, quanto mais prolongado o uso do smartphone, maior a inclinação que usamos para ler e escrever em nosso dispositivo. Isso acontece progressivamente, sem percebermos.

Comparado aos computadores, o telefone celular provoca uma maior inclinação da cabeça. Além disso, também foi descoberto que, com o uso de computadores, há uma menor lateralização da cabeça e menor elevação dos ombros.

Tudo isso tem a ver, de certo modo, com ergonomia. Os ergonomistas, ou seja, aqueles que estudam a postura e como ela afeta a saúde, usam uma metodologia para avaliar o risco. Chama-se método RULA e, para um uso comum e diário do telefone celular, atribui uma pontuação de 6 como risco muito alto.

 

Continue lendo: 4 tipos de dor de cabeça e seus tratamentos

Qual é a postura ideal para usar o smartphone?

Como qualquer atividade que envolva uma postura específica, existem maneiras mais corretas e saudáveis de fazê-la. No caso do telefone celular, existem três conceitos principais para uma postura correta:

  • A cabeça deve estar em uma posição neutra, de zero graus.
  • O braço com o smartphone deve estar sempre no nível dos olhos para não forçar a cabeça para baixo.
  • O pescoço deve ter momentos de relaxamento e descanso, em intervalos regulares, para variar de posição.

Como a síndrome do pescoço de texto está ligada ao uso prolongado de computadores, as recomendações também se aplicam a eles. A cabeça deve estar a zero grau para uso de computadores, com uma elevação do monitor ao nível dos olhos e mantendo as pausas em intervalos regulares.

Dor de pescoço
A dor cervical também pode surgir por passar muito tempo no computador em uma posição inapropriada.

Saiba mais: Sintomas do torcicolo muscular

Como prevenir a síndrome do pescoço de texto?

Para prevenir a síndrome do pescoço de texto não são necessárias medidas drásticas. Deixamos aqui algumas recomendações básicas que podem ser colocadas em prática de imediato:

 
  • Interrompa o uso do smartphone: você deve fazer pausas das telas, especialmente do telefone celular, para relaxar os olhos e os músculos do pescoço.
  • Faça alongamentos: quando você não estiver com os dispositivos, aproveite a oportunidade para virar a cabeça e alongar os músculos cervicais. Você também pode esticar os membros superiores para acompanhar o relaxamento do pescoço.
  • Levante os braços e os suportes: as telas devem estar no nível dos olhos, em uma posição neutra da cabeça. É útil revisar a postura do braço que segura o telefone celular, além de regular a altura de escrivaninhas e mesas.
  • Ajuste a luz da tela: a luminosidade do telefone é capaz de superestimular os músculos oculares, e isso está relacionado às contraturas cervicais.
  • Não use o celular na hora de dormir: é comum ler e revisar mensagens na hora de dormir. Essa posição é totalmente inapropriada, forçando nossos braços e mantendo a visão e o pescoço superestimulados, sem um bom apoio.

Por fim, em caso de dor devido à síndrome do pescoço de texto, consulte um profissional de saúde. Certamente serão sugeridas sessões de fisioterapia e algum analgésico para aliviar a dor momentaneamente. Não é uma condição alarmante, mas é muito melhor se pudermos preveni-la.

 
  • Chronic Conditions Team. Text Neck: Is Smartphone Use Causing Your Neck Pain? Healthessentials. 2015.
  • Cuéllar J, Lanman T. “Text neck”: an epidemic of the modern era of cell phones?. The Spine Journal.2017;17:901-902.
  • Mössle T, Kleimann M, Rehbein F, Pfeiffer C. Media use and school achievement–boys at risk? Br J Dev Psychol. 2010;28:699–725.