Acido úrico: como reduzir os níveis no sangue

· 5 de outubro de 2014
As dietas hiperproteicas que são usadas para perder peso podem resultar em um excesso de ácido úrico. Em seu lugar, optaremos por uma alimentação saudável e equilibrada, aliada à prática de atividade física.

O alto nível de ácido úrico no sangue pode causar diferentes males como gota, pedras nos rins e insuficiência renal. Conheça um pouco mais sobre o problema e sua solução utilizando remédios caseiros. Aprenda nesse artigo como reduzir o ácido úrico.

Ácido úrico: o que precisamos saber?

Trata-se de uma substância química produzida pela decomposição de moléculas de purina, encontradas em alimentos como o fígado, manjuba, etc.

Alguns vegetais e laticínios também apresentam purina. Entretanto, estudos demonstraram que não são negativos para a saúde, bem como não elevam a possibilidade de causar gota.

ácido úrico

 

O ácido úrico vai se “reciclando” quando as células morrem e ajuda a proteger os vasos sanguíneos. Os rins são encarregados de filtrá-lo e eliminá-lo pela urina. Em uma pequena proporção, também pode ser eliminado pelas fezes.

Quando o corpo produz muito ácido úrico, ele pode se acumular nas articulações, nos tendões e em alguns órgãos, como os rins.

Os níveis de ácido úrico elevados têm um papel determinante no desenvolvimento da enfermidade conhecida como gota. Entretanto, a gota pode ser igualmente causada pela hipertensão, doenças do coração ou renais.

Você também pode gostar:

Vinagre de maçã para reduzir o colesterol e o açúcar no sangue

As causas do aumento do ácido úrico são diferentes, não só podendo ser herança genética, obesidade, consumo excessivo de álcool ou uma dieta com muitas purinas negativas, como podendo ser causado por medicamentos diuréticos, radioterapia, quimioterapia, psoríase, ou fármacos imunossupressores.

Uns dos problemas destacados sobre a doença de ácido úrico é que a princípio os altos níveis não apresentam sintomas.

Alimentos e bebidas recomendadas para diminuir o ácido úrico

Alimentos recomendados

Consumir uma maçã com casca (vermelha ou verde) logo após o almoço ou jantar. A casca da maçã é rica em vitamina C. Sempre que possível, procure repetir essa sobremesa para que seu organismo mantenha a saúde. Além disso, as maçãs contam com ácidos “saudáveis” que desintoxicam o corpo de forma natural ao eliminar o ácido úrico.

propriedades digestivas da maça

Consumir mais alcachofras, pois esse vegetal possui excelentes propriedades diuréticas para eliminar o ácido úrico de forma natural. Existem diversas receitas para serem aproveitadas, contudo, a que surte melhor efeito é ferver e comer as alcachofras, bem como beber o líquido restante no qual ela foi cozida.

Entre os alimentos recomendados para reduzir o ácido úrico encontram-se as cebolas que servem para purificar o organismo e prevenir muitos problemas. A princípio ferva duas cebolas sem casca e cordadas em rodelas grandes. Em seguida coloque o suco de limão e beba algumas xícaras a cada dia.

Os morangos são igualmente bons como remédio para reduzir o ácido úrico e a gota. Pode-se optar por realizar uma infusão com suas folhas ou raízes, ou consumi-las como sobremesa diariamente.

morangos

Incluir alimentos ricos em potássio ajuda a prevenir formação de cristais de ácido e faz com que os rins o eliminem mais facilmente. Acrescente à sua dieta bananas, abacate, vegetais de folhas  verdes (espinafre, acelga), passas e ameixas passa, batatas, melancia, morango, damasco. Ainda é aconselhado ingerir hidratos de carbono complexos que estão presentes nas frutas, verduras e grãos integrais.

Limitar ou, se possível, eliminar todos os alimentos adoçados com frutose ou xarope de limão. Limitá-los significa evitar o aumento dos níveis de ácido úrico.

A frutose está presente nos refrigerantes e nas bebidas industrializadas (também em alguns sucos). Então, prefira beber água ou sucos naturais sem aditivos em relação aos adoçados.

Bebidas e técnicas recomendadas

Beber diariamente duas colheres de suco de cerejas com o objetivo de dissolver o ácido úrico que acumulado no sangue.

Ingerir com moderação alimentos e bebidas ricas em purina, tais como carnes vermelhas, aves, feijão, fava e bebidas alcoólicas. Reduzir seu consumo a uma vez por semana.

Procure substituir por alimentos de baixo conteúdo em gorduras e purinas como, por exemplo: arroz cozido, pão , queijo cottage e iogurte natural.

Beber ao menos oito copos de água ao dia, com a finalidade de obter uma grande quantidade de minerais essenciais e benéficos para o corpo. Além disso, eliminam as toxinas e as bactérias. Esse hábito vai potenciar simultaneamente a capacidade dos rins, fazendo com que ” trabalhem” o suficiente.

O excesso de sal e a cafeína produzem efeito contrário, tornando as tarefas renais mais lentas, dessa forma, o melhor é evitá-los

Você também pode gostar:

5 truques para ter um café da manhã saudável e pobre em calorias

como expelir mais ácido úrico

Realizar uma técnica de desintoxicação. Uma vez a cada dois meses aproximadamente, elimine de forma geral os cristais que vão se formando no organismo devido ao ácido úrico. A técnica consiste em dissolver meia colher de bicarbonato de sódio em 1/4 de litro de água e beber oito vezes ao dia. Não é recomendável o consumo dessa mistura para pessoas que sofrem de hipertensão ou insuficiência renal.

Utilize mais vinagre de maçã para temperar saladas e alimentos. Muitas pesquisas indicam que seu uso serve para reduzir o ácido úrico, devido ao rico conteúdo em potássio e ácido acético. Além de usá-lo para preparo de comidas, também é possível preparar uma mistura de duas colheres de vinagre em uma xícara com água fria e bebê-la duas vezes ao dia.

Evite as dietas repletas de proteínas, como aquelas que são usadas para perder peso, porque podem causar uma excessiva produção de ácido úrico. O melhor para emagrecer, portanto, é fazer uma dieta saudável e balanceada e realizar exercícios físicos.