Como lidar com críticas negativas?

Por que, em vez de considerá-lo um ataque pessoal, não aprendemos a usar a crítica negativa para crescer como indivíduos e melhorar? É uma questão de mudar sua perspectiva
Como lidar com críticas negativas?

Última atualização: 06 Agosto, 2021

As avaliações negativas provocam sentimentos como raiva e tristeza. No entanto, enquanto muitas pessoas lidam bem com elas, outras não. Nunca é tarde para aprender a lidar com as críticas negativas e, em vez de grandes inimigas, transformá-las em nossas aliadas.

Por isso, hoje daremos algumas dicas para aceitar o que sentimos quando os outros nos dão sua opinião e redirecionar nossas emoções de forma positiva. Na verdade, você pode aceitar as avaliações negativas como ferramentas de crescimento pessoal. Vamos ver como fazer isso a seguir.

As críticas negativas são necessárias

Mulher com pássaro

Embora tenhamos o hábito de rejeitar tudo que nos faz mal, a verdade é que o negativo também nos ajuda a construir o nosso caráter. Ele nos testa e nos permite amadurecer e aprender, o que nunca é demais. Quando a crítica negativa ecoa em nossas vidas, é importante aceitar que nossa primeira reação será de raiva, perplexidade ou desconforto…

Haverá emoções infinitas que assumirão o controle, mas devemos estar preparados para tomar uma decisão a respeito delas. Quando esses sentimentos aparecem, é hora de escolher entre três caminhos:

  • O primeiro, que sempre nos recomendam, é não dar ouvidos. Dessa forma, ignoramos o que ouvimos, damos as costas e continuamos com nossas vidas. Essa escolha tem suas consequências. Virar as costas para o que não gostamos nem sempre é uma boa decisão porque pode nos impedir de aprender muito.
  • O segundo caminho, aquele que escolhemos constantemente, é aquele em que habitam a tristeza e o sentimento de depressão.
  • O terceiro, o mais recomendado, é lidar com as críticas negativas de forma assertiva. Como fazer isso?

1. Mantenha a mente aberta para lidar com críticas negativas

Uma crítica não o define, simplesmente aponta algo que você faz ou pensa. Portanto, uma vez que os sentimentos de raiva ou tristeza passem, é importante abrir a sua mente. Os comentários negativos não prejudicam você. É como pensar que os erros nos fazem fracassar.

Você deu um valor equivocado a essas opiniões que lhe causam desconforto, mas que podem dizer muitas verdades. Portanto, a atitude que você deve ter deve ser a de dialogar com aquela pessoa que o criticou. Dessa forma, você pode ver as coisas a partir de um novo ponto de vista, que irá enriquecê-lo e ser de grande ajuda em situações semelhantes futuras.

2. Qual foi a intenção da crítica?

Manter uma atitude aberta não significa que você deva considerar tudo pelo seu valor nominal ou acreditar na verdade do que a outra pessoa diz. Nada disso. Você deve se perguntar sobre a verdadeira intenção de todas as críticas negativas que forem direcionadas a você.

Às vezes, as críticas negativas têm o objetivo de irritá-lo. Talvez a outra pessoa não esteja tendo um bom dia e esteja descontando você, ou esteja com inveja do que você conquistou. Outras vezes, as críticas serão destinadas a ajudá-lo. Na verdade, não há maldade nenhuma por parte da pessoa que o criticou. Portanto, é importante descobrir a verdadeira intenção do crítico para não cair em equívocos.

3. Tome ou não decisões em relação às críticas negativas

A crítica vai afetá-lo tanto quanto você deixar que o afete

Você descobriu que as críticas negativas feitas a você têm o objetivo de ajudá-lo? Então é hora de decidir se você deve fazer mudanças em sua vida ou não. Às vezes, você descobrirá que pode crescer e amadurecer com algumas modificações simples em seus hábitos que lhe permitirão ser uma pessoa melhor.

No entanto, outras vezes, agir de acordo com as críticas não trará nada de bom e será um esforço desperdiçado. Você determina se é pertinente valorizar uma opinião ou não. Não perca seu tempo pensando nisso se essa crítica não vai levá-lo a lugar algum.

Pensamentos finais

Como você reage às críticas negativas? Você sabe como direcioná-las da melhor forma ou, pelo contrário, é muito afetado por elas? Às vezes ficamos na defensiva porque elas danificam o nosso ego. Porém, adotar uma atitude diferente pode nos enriquecer e nos ajudar muito como pessoas.

Pode interessar a você...
As críticas construtivas são boas para a sua saúde
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As críticas construtivas são boas para a sua saúde

As chamadas "críticas construtivas" são totalmente diferentes do que passar o dia se queixando. Entenda como funcionam e como contibuem para o seu ...



  • Barceló, Manuel Güell. ¿ Por qué he dicho blanco si quería decir negro?: Técnicas asertivas para el profesorado y formadores. Vol. 2. Graó, 2005.
  • Caballo, Vicente E. “Asertividad: definiciones y dimensiones.” Estudios de psicología 4.13 (1983): 51-62.
  • Castanyer, Olga, and Estela Ortega. ¿ Por qué no logro ser asertivo?. Desclée De Brouwer, 2003.