6 hábitos para alcançar a maturidade emocional

· 3 de outubro de 2017
Sermos conscientes de nossos pontos fracos e daquilo que não gostamos em nós mesmos nos permitirá reconhecer nossas emoções com mais facilidade e assim ter uma maior maturidade emocional.

Você está buscando formas de alcançar a maturidade emocional? Também conhecida como inteligência emocional, esta é uma habilidade que permite que as pessoas que a desenvolvem tenham plena consciência sobre suas emoções.

As pessoas com uma grande maturidade emocional sabem distinguir suas emoções, compreendê-las e, principalmente, geri-las da maneira correta.

Ainda que a priori possa parecer algo simples e que todos sabem fazer, a verdade é que a maioria de nós tende a não saber gerenciar o que sente.

Como podemos começar a solucionar isso?

Como alcançar a maturidade emocional

1. Pratique a atenção plena

Mulher feliz por alcançar a maturidade emocional

O mindfulness é uma excelente prática que nos iniciará na atenção plena. Graças a esta aprenderemos a não julgar antes do tempo e começaremos a observar.

A maturidade emocional se baseia em não reagir de forma impulsiva diante de qualquer estímulo, mas sim em nos darmos uns minutos para pensar em como responder da maneira correta.

  • Com a prática, o mindfulness nos permitirá ser conscientes de nossos pensamentos e sentimentos, e a começar a gerenciá-los de uma forma muito mais inteligente.

2. Começar a aprender com os erros

Não assumir a responsabilidade pelos nossos próprios atos e impor a culpa dos mesmos aos demais não é assumir os erros e nem aprender com eles.

Errar não é negativo. E mais, podemos aprender com nossos erros. Por isso, é importante não escapar deles, mas sim acolhê-los e tomá-los como um impulso para fazer melhor da próxima vez.

  • Não poderemos alcançar a maturidade emocional se não assumirmos a responsabilidade por todos e cada um de nossos fracassos.

3. Tenha um diário de emoções

Mulher escrevendo em seu diário

Conhecermos a nós mesmos é muito importante, mas parece que nunca temos tempo. Por isso, é melhor ter um diário de emoções!

O ideal é que cada noite, antes de deitar, você dedique um tempo a escrever nesse diário tudo que experimentou durante o dia, mas desde sua parte emocional.

O que aconteceu que fez com que você se sentisse tão feliz? Como você se sentiu quando lhe deram aquela notícia? De que maneira você respondeu a aquele insulto?

Refletir sobre estas perguntas e outras mais irá ajudá-lo a se conhecer melhor.

4. Contar até 5 antes de agir

Ainda que pareça uma besteira, o diário de emoções pode nos ajudar a ser conscientes de que devemos pôr este exercício em prática.

Não importa a situação na qual nos encontremos, muito menos se as emoções que surgem são positivas ou negativas.

Em ambos os casos, temos que ser conscientes de sempre contar até 5 e, depois, reagir, agir ou tomar uma decisão. No momento em que pensamos antes de agir, muitas coisas mudam.

5. Praticar o desapego

Liberdade para pensar

Às vezes nos apegamos a nosso parceiro, mas, e nossas crenças e recordações? Isso não é maturidade emocional, sim o contrário.

Ninguém nos ensina a praticar o desapego, algo que é muito saudável, mas que não é fácil.

  • É importante não se apegar a nenhuma ideia, pensamento ou pessoa. É difícil, mas com a prática tudo se consegue. Comecemos a soltar!

6. Para que serve a reclamação?

A reclamação se instalou em nossa sociedade como se fosse um vírus. Isso nos tira a responsabilidade da qual já falamos lá no tópico 2.

  • A maturidade emocional nos ensina que temos que ser consequentes, mas também aceitar aquilo que vem e que não podemos mudar.
  • O passado, por exemplo, é algo que trazemos constantemente ao nosso presente, mas, isso ajuda em algo? Muito pelo contrário: causa uma grande infelicidade.

Para alcançar a maturidade emocional é importante nos concentramos no presente, não nos atarmos ao que nos faz sofrer, além de aprender a aceitar os problemas e assumir os equívocos.

Com os 6 hábitos anteriores postos em prática todos os dias, conseguiremos transformar nossa vida e fazer com que ela seja muito melhor.

Porque podemos mudar tudo aquilo que não gostamos em nós e adotar novos hábitos que nos permitam ser pessoas melhores.

Ao alcançar a maturidade emocional é possível ter um certo controle sobre nossas emoções e, principalmente, aprender como geri-las da melhor maneira para promover o nosso bem-estar.