Como eliminar parasitas com cravos secos e linhaça

A vantagem de se usar cravos secos e sementes de linhaça para eliminar parasitas é que esses ingredientes naturais não desequilibram o pH da flora intestinal e ajudam a fortalecê-lo.
Como eliminar parasitas com cravos secos e linhaça

Última atualização: 06 Dezembro, 2018

Os parasitas intestinais, também conhecidos na linguagem popular como “vermes”, são organismos que desencadeiam doenças perigosas quando colonizam o intestino.

Podem ser do tipo protozoos (como a Giárdia) ou vermes (como as tênias), que conseguem entrar no corpo por meio do consumo de alimentos ou líquidos contaminados.

O principal fator de risco é a exposição à ambientes com condições sanitárias precárias. No entanto, também pode ser causada por um mau manuseio de alimentos ou contato com um elemento contaminado por alguém infectado.

A gravidade com que ocorre pode variar dependendo da resposta do sistema imunológico de cada pessoa.

Dessa forma, é importante prestar atenção desde as etapas iniciais, uma vez que existe um risco contínuo de complicações.

Felizmente, além de recorrer a tratamentos médicos, pode-se usar remédios 100% naturais que podem ajudar a expulsá-los facilmente.

Entre estes encontra-se um remédio de cravo seco e linhaça, reconhecido por sua capacidade de limpar o intestino sem alterar a flora bacteriana.

Tratamento com cravos secos e linhaça para eliminar parasitas intestinais

A mistura de cravos secos e sementes de linhaça é um remédio que ajuda a restaurar o bom funcionamento do intestino, minimizando o impacto negativo causado por infecções parasitárias.

Ambos os ingredientes ajudam a eliminar parasitas intestinais, bem como alteram o ambiente que precisam para se desenvolverem.

Ao contrário de outros remédios para eliminar parasitas, esses não alteram o pH da flora intestinal e, pelo contrário, ajudam a fortalecê-lo para melhorar a resposta contra infecções.

Benefícios do cravo para eliminar parasitas

O cravo tem propriedades antiparasitárias, antibacterianas e anti-inflamatórias que podem ajudar a destruir vários tipos de microrganismos que conseguem proliferar no sistema digestivo.

  • É eficaz para eliminar parasitas, já que seus óleos essenciais conseguem parar seu crescimento.
  • Impede esses organismos de liberarem toxinas através da corrente sanguínea, o que poderia causar outras complicações de saúde.
  • Reduz a irritação do revestimento do intestino, inchaço, e dor abdominal recorrente.

Leia mais: Cravo-da-índia: para que serve?

Benefícios da linhaça contra parasitas

Famosa por ser uma fonte significativa de fibra, ácidos graxos polinsaturados e fitoquímicos, a linhaça é um ótimo remédio para uma grande variedade de problemas digestivos.

  • Contém uma quantidade significativa de fibra solúvel, uma substância que se torna um tipo de gelatina que absorve as toxinas para facilitar a eliminação de parasitas.
  • Além disso, fornece fibra insolúvel, necessária para “varrer” os excessos que normalmente se acumulam dentro do cólon.
  • Tem um efeito laxante suave que combate o trânsito intestinal lento para aliviar a constipação.
  • Fortalece o sistema imunológico e aumenta a presença de anticorpos que ajudam a combater infecções.
  • Tem efeitos antiparasitários e anti-inflamatórios que restauram a saúde digestiva na presença desses organismos.
  • Nutre a flora intestinal e evita sua deterioração.

Saiba mais: Benefícios da água de linhaça

Como preparar este remédio de cravos secos e sementes de linhaça?

O cravo seco e a linhaça podem ser usados como suplemento para tratar infecções parasitárias. No entanto, o consumo regular também é recomendado como um preventivo desses problemas.

Ingredientes

  • 1 ½ colheres de sopa de cravos secos (20 g)
  • ¾ xícara de linhaça (sementes) (cerca de 100 g)

Preparação

  • Primeiramente, triture o cravo até que se torne um pó.
  • Em seguida, triture as sementes de linhaça e misture o pó com o cravo.

Modo de consumo

  • Adicione algumas colheres de sopa da mistura em uma xícara de água morna.
  • Consuma com o estômago vazio.
  • Repita o remédio por 3 dias seguidos, repouse o mesmo tempo e repita a tomada.
  • Opcionalmente, pode-se adicioná-lo na vitamina do café da manhã ou nos sucos de frutas.

Como saber se tenho parasitas?

Algumas infecções parasitárias ocorrem de forma leve e não produzem sintomas evidentes. No entanto, uma vez que se complicam, desencadeiam uma série de reações que permitem suspeitar de seu desenvolvimento.

Os sintomas incluem, por exemplo:

  • Episódios de diarreia, alterações na cor e textura das fezes
  • Alterações no apetite, perda de peso sem motivo aparente
  • Deficiências nutricionais
  • Sensação de fadiga, insônia e irritabilidade
  • Inflamação e dor abdominal
  • Tosse seca
  • Comichão na área anal ou vaginal
  • Náuseas e vômitos

Se essas manifestações se agravarem com o passar dos dias, é importante consultar o médico imediatamente.

Por fim, para evitá-las, basta reforçar as medidas de higiene, principalmente quando se manipula alimentos ou objetos de uso compartilhado.

Pode interessar a você...
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como posso saber se tenho parasitas intestinais? Sintomas frequentes

Os parasitas intestinais são um transtorno que provoca vários sintomas que dificultam o diagnóstico, já que podem ser confundidos com outras doenças.



  • Chaieb, K., Hajlaoui, H., Zmantar, T., Kahla-Nakbi, A. Ben, Rouabhia, M., Mahdouani, K., & Bakhrouf, A. (2007). The chemical composition and biological activity of clove essential oil, Eugenia caryophyllata (Syzigium aromaticum L. Myrtaceae): A short review. Phytotherapy Research. https://doi.org/10.1002/ptr.2124
  • Cortés-Rojas, D. F., de Souza, C. R. F., & Oliveira, W. P. (2014). Clove (Syzygium aromaticum): A precious spice. Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine. https://doi.org/10.1016/S2221-1691(14)60215-X
  • Nzeako, B. C., Al-Kharousi, Z. S. N., & Al-Mahrooqui, Z. (2006). Antimicrobial activities of clove and thyme extracts. Sultan Qaboos University Medical Journal.
  • Nuñez, L., & D’Aquino, M. (2012). Microbicide activity of clove essential oil (Eugenia Caryophyllata). Brazilian Journal of Microbiology. https://doi.org/10.1590/S1517-83822012000400003
  • N., H. (2012). Pharmacological properties of flax seeds: A review. Hygeia.