O timo: mediador do bem-estar e do sistema imune

Para potencializar a funcionalidade do timo é fundamental cuidar da alimentação, praticar exercícios e administrar os focos de estresse para assim melhorar também a resposta de nosso sistema imune
O timo: mediador do bem-estar e do sistema imune

Última atualização: 19 Fevereiro, 2021

A glândula timo é um órgão que, historicamente, mais aspectos espirituais lhe são atribuídos. Seu nome vem do grego thýmos, que significa “energia vital” e está localizado bem no centro do peito e atrás do esterno.

Para muitos, é como um centro biológico de poder e o ponto onde se concentraria o “quarto chacra”, que, segundo essas tradições, representaria o coração ou a capacidade de amar.

Talvez seja por isso que sempre teve aquela conotação mágica para diferentes culturas e práticas, muito distantes, é claro, de uma abordagem científica. Agora, há alguma verdade em todas essas ideias? Esta pequena glândula é tão relevante para a saúde física e emocional e o bem-estar?

Como todas as glândulas do corpo, o timo cumpre um propósito específico e essencial para a saúde. Dentro dele, um tipo muito importante de células amadurecem: os linfócitos TEssas células são essenciais para o sistema imunológico, por isso é interessante saber muito mais informações sobre essa glândula tão proeminente mas, às vezes, pouco conhecida.

É verdade que a glândula timo media nossas emoções positivas?

É verdade que a glândula timo media nossas emoções positivas?

Se revisarmos a maior parte da bibliografia e artigos realizados sobre a glândula timo, descobriremos que apresentam, em média, um foco pouco científico. Muita da informação se encontra sob o prisma espiritual, o que mascara um pouco a real função deste órgão que, por si só, já é tão interessante como relevante.

Para começar, o timo não media nossas emoções nem potencializa a felicidade. Na verdade, o que ele faz é cuidar de uma resposta imunológica adequada.

Funções do timo

O timo não é uma estrutura única, mas um órgão formado por dois lobos localizados no mediastino, bem na frente do coraçãoO que ele realmente faz é receber as células T imaturas da medula óssea. Lá, ele fará com que esses organismos essenciais para o sistema imunológico amadureçam, para que possam responder ao ataque de células estranhas e patógenos.

Também fará esse processo por meio da seleção positiva, ou seja, aquelas células que não são adequadas serão “limpas” graças a um tipo de macrófago.

Uma vez que as células T mais adequadas estejam totalmente desenvolvidas e totalmente adaptadas e funcionais, elas serão liberadas na corrente sanguínea para “matar” os patógenos. Eles também ativarão as células B para produzir mais anticorpos e armazenar “memórias” de como lidaram com certas infecções.

O timo muda com o tempo

Muda com o tempo

Outra ideia que se popularizou sobre este sistema linfoide é que, ás vezes cresce e outras diminui dependendo de nossas emoções. Não é verdade. O timo é maior durante a infância, mas chegada à puberdade vai se encolhendo. Seus tecidos vão sendo substituídos pouco a pouco por tecido adiposo.

Isso é negativo ou perigoso? Na verdade não, é um simples processo natural e que não traz risco algum para nossa saúde. A razão? A linfopoiese T ou a maturação das células T é seguida a todo momento como processo imprescindível para nossa resposta imune.

Quais doenças estão associadas com esta glândula?

O timo, como qualquer outra glândula de nosso organismo, pode se inflamar, perder funcionalidade, sofrer o desenvolvimento de células cancerosas ou a presença de cistos. Veja em detalhes:

  • A aplasia do timo ou Síndrome de DiGeorge é uma doença pouco comum onde a resposta imune é deficiente e onde, além disso, podem aparecer pequenos cistos.
  • Na hiperplasia tímica, por outro lado, os pacientes apresentam o aparecimento de folículos linfoides dentro do timo. É uma doença derivada do Lúpus.
  • O timoma já seria um tipo de tumor que aparece principalmente em mulheres. Podem ser benignos ou malignos.

Descubra também: 7 maus hábitos que podem afetar a tireoide

Algumas recomendações

Algumas recomendações

Assim como você pode ver, o timo é uma glândula pouco conhecida ou mal compreendida que, no final das contas, é imprescindível para nosso bem-estar e para dispor de um sistema imune forte e com boa capacidade de resposta.

A seguir, propomos algumas simples estratégias para potencializar sua funcionalidade:

  • Consuma frutas e verduras frescas de cultivo orgânico.
  • Tente ter uma alimentação o mais natural possível, evitando portanto comida pré-cozida, rica em gorduras saturadas, conservantes, açúcar branco, etc.
  • Os alimentos ricos em vitamina E, como os abacates ou o gérmen de trigo, são muito positivos.
  • Consuma frutas ricas em vitamina C.
  • O brócolis, o alho e a cebola também são ideais.
  • Consuma cúrcuma.
  • O chá verde também é recomendado.
  • Opte por peixes ricos em ácidos graxos ômega 3.
  • Importante também não descuidar da vitamina D.
  • Realizar exercícios suaves todos os dias melhora a oxigenação e a boa circulação.

Para concluir, um bom estilo de vida, onde administremos também de forma adequada nossos focos de estresse, reverterá, sem dúvidas, no bem-estar do timo e do organismo.

Pode interessar a você...
7 alimentos que melhoram a saúde cerebral e o bem-estar mental
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
7 alimentos que melhoram a saúde cerebral e o bem-estar mental

Se não cuidarmos bem do nosso cérebro, ele se degenera. Neste artigo, descubra quais alimentos devemos consumir para manter a saúde cerebral em dia...



  • Rhodes RT. (2015). Understanding DiGeorge syndrome.
    igliving.com/magazine/articles/IGL_2015-06_AR_Understanding-DiGeorge-Syndrome.pdf
  • Liu, D., & Ellis, H. (2016, April 2). The mystery of the thymus gland
    ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27037529
  • Sargis, R. (2014, June 10). An overview of the thymus
    endocrineweb.com/endocrinology/overview-thymus