Propriedades do cravo-da-índia

· 13 de dezembro de 2013
O cravo-da-índia se destaca por suas propriedades anestésicas, antibacterianas e anti-inflamatórias. Ele deve ser consumido em doses moderadas para que não se torne tóxico.

Todos nós sabemos que algumas ervas apresentam propriedades favoráveis ao nosso bem-estar e saúde, mas poucos sabem quais são essas propriedades, e ainda menos falamos sobre o cravo-da-índia. 

Deixando um pouco de lado seu uso na cozinha, alguns de seus benefícios medicinais são o alívio de problemas digestivos, náuseas e muitos outros. Entraremos em detalhes a seguir.

O que é o cravo-da-índia?

Os cravos são as flores fechadas de cor rosa da árvore do cravo. Os brotos são recolhidos à mão quando estão rosados e quando secos ficam marrons. Devido à sua forma cônica, assemelham-se a pequenos cravos, dai seu nome.

Seu nome em inglês deriva de clavus, uma palavra latina que significa “unha”. Por fora, a consistência do cravo é dura, no entanto, seu interior conta com um composto oleoso que é a base de suas propriedades nutricionais e seu sabor.

Seu uso remonta ao ano 216 AC, quando o exército chinês o utilizava como remédio para o mau hálito.

Benefícios para a saúde

O eugenol, um anti-inflamatório natural.

Nutricionalmente falando, o cravo apresenta um alto conteúdo de ácidos graxos ômega 3, de manganês, magnésio, vitamina K, potássio, vitamina B e cálcio.

O cravo também contém quantidades significativas de um componente ativo chamado eugenol, que se converteu em objeto de numerosos estudos sobre a saúde.

Leia também: Os grandes benefícios do magnésio

São pesquisas que tratam sobre a prevenção da toxidade dos contaminantes ambientais como tetracloreto de carbono, os cânceres do trato digestivo e a inflamação das articulações.

Anestésico e antibacteriano

Nos Estados Unidos, o eugenol extraído do cravo é utilizado com frequência na odontologia, em obturações temporárias e para a dor nas gengivas, já que este e outros componentes do cravo (incluindo o β-cariofileno) se unem, transformando o cravo em um suave anestésico e também um agente antibacteriano.

Descubra: Como usar cravo-da-índia para melhorar a digestão

Por essa razão, também encontrará o óleo de cravo-da-índia em alguns sprays para a dor de garganta.

Atividade anti-inflamatória

O eugenol também funciona como uma substância anti-inflamatória. Em estudos com animais, foi comprovado que ao incorporar este elemento nas dietas deles, são obtidos benefícios anti-inflamatórios importantes.

Por outro lado, o cravo também contém uma variedade de flavonoides, incluindo o canferol, que contribui para as suas propriedades anti-inflamatórias, além de ser um antioxidante.

Armazenamento do cravo

Os cravos-da-índia devem ser guardados em um recipiente de vidro bem fechado e em um lugar fresco, escuro e seco.

O cravo moído mantém suas propriedades durante uns seis meses, enquanto que o cravo inteiro se mantém fresco durante aproximadamente um ano, se o armazenarmos corretamente.

Como última informação, não se esqueça de que se utilizado em proporções erradas, o cravo pode ser venenoso, por isso tome as devidas precauções antes consumi-lo, e consuma em doses moderadas.

  • Cortés-Rojas, D. F., de Souza, C. R. F., & Oliveira, W. P. (2014). Clove (Syzygium aromaticum): A precious spice. Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine. https://doi.org/10.1016/S2221-1691(14)60215-X
  • Gülçin, I., Elmastaş, M., & Aboul-Enein, H. Y. (2012). Antioxidant activity of clove oil - A powerful antioxidant source. Arabian Journal of Chemistry. https://doi.org/10.1016/j.arabjc.2010.09.016