Como comer bem ao parar de comer carne

16 de outubro de 2019
Se você decidiu parar de comer carne, recomendamos que faça isso de forma gradual, junto com um profissional que possa te guiar e acompanhar nesse processo.

Ser vegetariano, assim como ser vegano, são tendências sociais que tem como fundamento parar de comer carne com base em certos motivos, como os maus-tratos dos animais ou temas de saúde. Ambas as tendências aumentam cada vez mais.

Se você quer deixar algum alimento de lado, como a carne, por exemplo, deve tomar essa medida levando em consideração alguns aspectos para que seu organismo não seja prejudicado.

Será que comemos muita carne?

Segundo o estudo ANIBES, realizado pela Fundación Española de la Nutrición (Fundação Espanhola da Nutrição), aproximadamente 2% da população espanhola parou de comer carne diariamente.

Do mesmo modo, nesse estudo, faz-se referência ao fato de que 12% da população desse país não consome carne processada. Vale destacar ainda que as pessoas veganas, ou seja, aquelas que não comem carne nem peixes, correspondem a 1% da população espanhola.

Por outro lado, foram publicados os resultados de outro estudo no qual é observada uma redução da população espanhola que consome carne vermelha, 43% dos espanhóis reduziram seu consumo.

Para que parar de comer carne não tenha consequências para sua saúde, você pode seguir estes conselhos. De qualquer forma, você deve saber que como cada pessoa é diferente e tem diferentes necessidades nutricionais, o mais recomendável em todos os casos é que seja feita uma mudança gradual, junto com um profissional que possa te guiar e acompanhar nesse processo.

Carne de vaca

Coma outras proteínas

Em primeiro lugar, é importante levar em consideração que se deve continuar consumindo proteínas oriundas de outros alimentos. Por exemplo, se você não é vegano, o ovo pode ser um alimento proteico e com gorduras saudáveis que pode substituir outro alimento de origem animal.

O mais recomendável são 4 ovos por semana ou 2 claras por dia. Sempre é mais aconselhável, se houver essa opção, é claro, dar preferências a ovos orgânicos, de galinhas que não sofreram maus-tratos.

Além dos ovos, também há outra série de alimentos que podem proporcionar uma boa base de proteínas. No entanto, nunca deixe de procurar um especialista para que ele possa recomendar uma receita adequada específica para você.

Talvez você também se interesse por:  Alimentos para um atleta vegano: confira os melhores

Alguns desses alimentos são:

Um dado relevante a levar em consideração é que, quando juntamos os cereais com as proteínas das leguminosas, podemos obter proteínas de melhor qualidade. Um exemplo muito conhecido são as lentilhas combinadas com arroz. A qualidade e a quantidade de proteínas é melhor e mais alta que se as combinássemos com chouriço, por exemplo.

Não abuse dos laticínios

É importante levar em consideração e, especialmente quando não se é vegano, que não é bom abusar dos laticínios. Isso se deve ao fato de que um abuso desse tipo de alimento pode vir a aumentar os níveis de colesterol, assim como causar problemas digestivos.

Além disso, existem novas opções como os preparados de soja e outras opções que podem ser complementos alimentares muito saudáveis para as pessoas que decidiram parar de comer carne.

Se quiser deixar de comer carne inclua lacticínios

Preste atenção no consumo de vitamina B12

A vitamina B12, também conhecida como cobalamina, é uma vitamina solúvel em água que desempenha papéis essenciais na formação de glóbulos vermelhos, no metabolismo das células, na função nervosa e na produção de DNA.

Leia também:  Como fazer almôndegas veganas de aveia

No suposto caso de parar de comer carne, é provável que você possa desenvolver um déficit dessa vitamina. Mesmo que se saiba atualmente que ela pode ser armazenada em uma quantidade equivalente durante muitos anos. Por essa razão, é importante que você mantenha controlados seus níveis e que consuma alimentos que a contenham, como os ovos, os laticínios e a espirulina, por exemplo.

Quais são as razões para parar de comer carne?

Há 4 anos, a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, um organismo dependente da OMS, já alertava sobre as possíveis consequências que o consumo elevado de carne processada poderia trazer à nossa saúde.

Principalmente, alertava-se sobre o fato de que o consumo excessivo podia estar relacionado com o câncer colorretal. As conclusões não foram tão claras em relação ao consumo de carnes vermelhas. Porém, também foi associado a um provável risco no aparecimento de certas doenças.

Além da própria saúde, muitas pessoas decidem parar de comer carne devido aos maus-tratos dos animais que é comum na indústria alimentícia, assim como a perda de regiões florestais no planeta, que são usadas para a criação de gado.

Conclusão

Se você quer parar de comer carne, tem que se certificar de que com sua nova dieta consiga satisfazer todas as suas necessidades nutricionais. Para isso, recomendamos que você procure um especialista a fim de receber orientações em relação aos seus novos hábitos alimentares.

  • Organización Mundial de la Salud, O. (2015). Carcinogenicidad del consumo de carne roja y de la carne procesada. Web Page.
  • Requejo, O. H., & Rodríguez, M. C. R. (2015). Nutrición y cáncer. Nutricion Hospitalaria. https://doi.org/10.3305/nh.2015.32.sup1.9483
  • Rojas Allende, D., Figueras Díaz, F., & Durán Agüero, S. (2017). Ventajas y desventajas nutricionales de ser vegano o vegetariano. Revista Chilena de Nutrición. https://doi.org/10.4067/S0717-75182017000300218