Como aprender a nadar na piscina

· 26 de março de 2019
Se você quiser aprender a nadar, é importante começar primeiro nas áreas onde a água não cubra muito para evitar o medo e ganhar confiança em si mesmo.

Aprender a nadar na piscina pode nos dar uma maior segurança do que se tentarmos em uma praia. O fluxo das ondas, os possíveis redemoinhos que às vezes se formam na margem e nos arrastam, podem causar muito medo, o que não nos ajudará a aprender a nadar.

A piscina é um local seguro, no qual podemos aproveitar as zonas menos profundas para aprender a nadar. Além disso, ao ter escadas e lugares para segurar, saberemos que não corremos o perigo de nos afogar.

Como podemos começar a aprender a nadar na piscina? A seguir, daremos algumas dicas para você começar.

Confira também: 5 benefícios psicológicos de praticar natação

Escolha um local que dê pé

Mulher nadando

Para aprender a nadar na piscina é necessário se colocar na parte que dê pé e a água não o cubra muito. Se, ainda dando pé, a água chega acima do peito, isso pode gerar muita ansiedade e repercutirá negativamente em sua tentativa de aprendizado.

O importante é se sentir tranquilo e relaxado; do contrário, será impossível aprender a nadar. Vamos ver os passos específicos que devem ser seguidos para começar:

  • Primeiro os pés: se agarrando em uma escada ou a uma das bordas da piscina, deixe que o corpo flutue e mova os pés. Isso trará confiança suficiente para saber que não irá afundar. Pode testar diferentes movimentos com os pés que correspondem com os diferentes estilos de nado.
  • O estilo do nado: assim que controlar o movimento dos pés, o estilo que deverá cultivar primeiro é o de peito, conhecido coloquialmente como sapo. As pernas ficam encolhidas e se esticam ao mesmo tempo que os braços o fazem para frente. Para avançar traçam um círculo para trás para depois voltar para frente.

Para se sentir mais seguro antes de começar a bracejar sozinho, pode-se aumentar a segurança se sujeitando a uma boia ou com ajuda de alguém que te sustente enquanto movimenta os braços. Desta forma, ganhará confiança.

Preste atenção na respiração

Aprender a nadar na piscina não só requer destreza física, como também é importante prestar atenção na respiração. Esta acompanhará os movimentos, além de permitir estar mais ou menos tempo nadando.

No princípio, é normal respirar com nervosismo, o que faz com que nos esgotemos muito rapidamente. Assim, o fato de que algumas pessoas sejam capazes de passar tanto tempo nadando pode chegar a nos desconcertar.

Cada estilo de natação tem sua própria técnica de respiração. Aqueles que requerem submergir a totalidade da cabeça ajudam a manter um ritmo ao respirar. Quando a cabeça está fora da água é necessário dar uma tragada grande de ar. No início, é normal que não inspiremos o suficiente.

A razão é que aprender a nadar nos ajuda a aumentar nossa capacidade pulmonar. Assim, até que tenhamos praticado o suficiente, sentiremos que nos falta o ar ou que nos afogamos. Não é problema. Continue perseverando.

Não deixe de ler: Os melhores conselhos para ensinar seus filhos a nadar

Adicione dificuldade

Apender a nada é bom para os músculos

À medida que vamos aprendendo a estar mais seguros nadando, a realizar corretamente o estilo de peito e a respirar sem nos esgotar tanto, devemos ir adicionando dificuldade. A seguir deixamos algumas ideias:

  • Tente ficar mais fundo na água: ainda que continue dando pé, tente se aproximar mais da área da piscina onde te cubra mais. Coloque sua confiança à prova e, pouco a pouco, conseguirá nadar onde não dá pé, sem ter medo de se afogar.
  • Teste outros estilos: Quando dominar o estilo mais básico, não fique com ele. Existem outros muitos estilos de natação como a borboleta ou o crawl. Adicionar dificuldade te permitirá ser mais hábil na hora de nadar e melhorará nesta habilidade.

Em conclusão, nadar tem muitos benefícios para a saúde, já que é um exercício tão bom como qualquer outro. Além disso, é um dos mais completos, já que envolve todas as partes do corpo. Sendo assim, dedique tempo e aprenda a nadar na piscina, será bom para você.

Então, ainda não sabe nadar? Já tinha tentado, mas desistiu muito rápido? Não desanime. Com o tempo conseguirá dominá-lo. Nadar é um exercício muito completo que pode ser realizado tanto na piscina como na praia. Que melhor do que desfrutar e se exercitar ao mesmo tempo?

  • Soler, J. M. (1952). Natación. Natación. Publicado Mensualmente Por El Club Natación de Barcelona. https://doi.org/10.1016/S0304-405X(99)00053-7

  • Maglione, J. (2008). Manual natación para todos – natación para la vida. FEDERACION INTERNACIONAL DE NATACION.

  • Santos Pereira, J., Silva, J. E. da, Martin Dantas, E. H., Natali, A. J., & Vale, R. G. de S. (2006). Efectos crónicos de un programa regular de natación. Sobre la tensión arterial de adultos hipertensos. RICYDE: Revista Internacional de Ciencias Del Deporte = International Journal of Sport Science. https://doi.org/10.5232/ricyde2006.00402