Como aliviar um olho roxo: 6 tratamentos naturais

17 de janeiro de 2020
Para contribuir para o alívio do olho roxo, podemos tirar proveito das propriedades anti-inflamatórias de alguns ingredientes naturais, como a camomila, a arnica e compressas de gelo.

Quando sofremos uma contusão no rosto, é muito fácil ficar com o olho roxo.

Embora seja verdade que esse geralmente não seja um problema de saúde grave, a dor e a inflamação causam desconforto à pessoa.

Dra. Murchison diz que “a contusão ocular desaparece sem tratamento e em um alguns dias ou semanas. Nas primeiras 24 a 48 horas, a aplicação de compressas frias ajuda a reduzir a inflamação e aliviar a dor“.

Em alguns casos, pode ser necessário o uso de anti-inflamatórios não esteroides (como o ibuprofeno).

6 tratamentos naturais para o olho roxo

Segundo a sabedoria popular, é possível aliviar o desconforto aplicando alguns tratamentos naturais, como a arnica ou a camomila. Abaixo, falaremos mais detalhes sobre esses remédios.

Recomendamos ler: Como atenuar as cicatrizes da pele?

1. Arnica

Creme de arnica ajuda a aliviar o olho roxo

Devido às suas propriedades anti-inflamatórias, a arnica é um ingrediente presente em vários produtos, incluindo loções e pomadas para aliviar a dor e o desconforto causados ​​pelas contusões.

  • Podemos aplicar a loção de arnica diretamente sobre a pele ou preparar cataplasmas de infusão de arnica, que aplicaremos com a ajuda de uma gaze.

2. Gelo

Um dos remédios caseiros mais fáceis de aplicar é o gelo. No entanto, devemos ter em mente que o gelo não tem que tocar a pele diretamente. Podemos usar um pano ou um saco que permita que o frio passe.

Muitas vezes menosprezamos o poder curativo da água em diferentes temperaturas, o que é conhecido como hidroterapia:

  • De forma geral, se a contusão ou problema a tratar estiver quente ao tato, podemos aplicar água fria ou gelo.
  • Por outro lado, se a pele estiver fria, use água quente ou qualquer outra fonte de calor local.

3. Coalhada

Embora não exista evidência científica de que a sua aplicação seja especialmente benéfica, acredita-se que a aplicação de queijo quark, requeijão e queijos frescos, possa ajudar a aliviar o olho roxo e outras contusões em diferentes partes do corpo.

  • Deve ser aplicado com algum tipo de gaze ou pano poroso que permita que o queijo passe sem cair.
  • Podemos colocá-lo na área afetada várias vezes ao dia.

4. Aloe vera

A aloe vera é uma planta que age como um kit de emergência. Propriedades anti-inflamatórias, calmantes, antissépticas e curativas são atribuídas ao gel extraído das suas folhas. Por esse motivo, é considerada como um bom remédio para aliviar e curar o olho roxo e outras lesões.

Recomendamos ter nossa própria fábrica em casa. Dessa forma, será suficiente cortar uma folha quando precisarmos. Além disso, podemos mantê-la na geladeira por vários dias.

5. Pepino

Por outro lado, acredita-se que, ao colocar duas fatias de pepino nas pálpebras fechadas, obtemos não apenas um tratamento de beleza muito popular, mas um bom remédio para contusões. Seu efeito anti-inflamatório, hidratante e descongestionante seria útil para os olhos inchados, para bolsas sob os olhos e o olho roxo.

Além disso, acredita-se que o pepino dê uma grande sensação de frescor que pode contribuir para o alívio.

Confira os Benefícios do suco de pepino

O pepino ajuda a aliviar o olho roxo

6. Camomila

Quem não tem camomila em casa? Esta flor medicinal de propriedades calmantes e anti-inflamatórias pode resolver muitos problemas específicos relacionados aos olhos. Além disso, tem a vantagem de que podemos aplicá-la de maneira direta.

Para este efeito, podemos usar gaze ou qualquer tecido, ou um sachê de infusão.

Nota final

Esperamos que você considere esses remédios úteis. Lembre-se de que alguns podem funcionar melhor que outros, tudo depende da pessoa. Por fim, lembramos que essas soluções visam aliviar contusões, não ocultar a sua origem.

Dessa forma, em casos de violência doméstica, devemos notificar as autoridades e fazer a reclamação relevante para evitar situações semelhantes no futuro.

  • Atherton P. The essential Aloe vera: The actions and the evidence. 2nd ed 1997.
  • Surjushe, A., Vasani, R., & Saple, D. G. (2008). Aloe vera: a short review. Indian journal of dermatology53(4), 163-6.
  • Kawakami, A. P., Sato, C., Cardoso, T. N., & Bonamin, L. V. (2011). Inflammatory Process Modulation by Homeopathic Arnica montana 6CH: The Role of Individual Variation. Evidence-based complementary and alternative medicine : eCAM2011, 917541.
  • Hutter JA, Salmon M, Stavinoha WB, Satsangi N, Williams RF, Streeper RT, et al. Anti-inflammatory C-glucosyl chromone from Aloe barbadensis. J Nat Prod. 1996;59:541–3.