Com que idade começamos a envelhecer?

10 de maio de 2020
Os cientistas concordam que a idade em que começamos a envelhecer é a idade em que as células começam a apresentar certas falhas. Nesse sentido, ainda existem muitas perguntas não respondidas e enigmas que não foram resolvidos.

Não é fácil definir com que idade começamos a envelhecer, uma vez que o próprio conceito de envelhecimento é relativo. Às vezes existem rugas no rosto, mas uma ótima saúde e vitalidade ao mesmo tempo. Outras vezes acontece o contrário: a pele é lisa, mas a saúde não anda muito bem.

Um dos aspectos que dificulta saber com que idade começamos a envelhecer são os mitos culturais tão difundidos hoje em dia. Existem muitos métodos para manter uma aparência relativamente jovem, mesmo em idades avançadas, mas isso não significa que não haja envelhecimento.

A aparência externa é apenas uma das variáveis ​​que definem o envelhecimento, e certamente não é a mais importante. Existe todo um conjunto de processos que definem com mais precisão o ponto em que o declínio da vitalidade começa.

O processo de envelhecimento

A primeira coisa que deve ser dita é que o envelhecimento é um processo complexo, em relação ao qual ainda há mais perguntas do que respostas. Não é fácil determinar com que idade começamos a envelhecer, entre outros motivos, porque isso não ocorre na mesma idade para todas as pessoas.

Na verdade, nem todos os órgãos da mesma pessoa envelhecem ao mesmo tempo. Da mesma forma, o envelhecimento biológico é uma coisa e o envelhecimento psicológico ou social é outra. De qualquer maneira, costuma-se aceitar que o envelhecimento começa quando ocorre um declínio funcional nos tecidos.

Embora a precisão não seja perfeita, estima-se que o envelhecimento começa quando as células começam a falhar. Essas falhas incluem:

  • Acúmulo de defeitos nos genes
  • Encurtamento dos telômeros – estruturas que formam as extremidades dos cromossomos
  • Erros na eliminação de proteínas defeituosas
Com que idade começamos a envelhecer?

Leia também: Como o cigarro afeta a pele?

Com que idade começamos a envelhecer?

Não há um acordo sobre o ponto em que começamos a envelhecer. Os mais conservadores apontam que esse processo começa aos 25 anos, pois os primeiros sinais de falha celular já aparecem nessa idade. Em particular, tem início um processo gradual de perda de massa muscular.

Jaime Miquel, ex-diretor do Laboratório de Envelhecimento da NASA, afirma que começamos a envelhecer aos 30 anos. Ele indica que, nessa idade, o programa genético começa a se deteriorar e ocorrem mudanças na aparência. Essas mudanças incluem:

  • Ganho de peso
  • Diminuição da velocidade do metabolismo
  • Alterações nos níveis de alguns hormônios
  • Perda de memória
  • Alterações nos padrões de sono

A velocidade com que o processo se desenvolve a partir daí depende da genética e do estilo de vida de cada um.

O estudo da Universidade de Stanford para entender quando começamos a envelhecer

Segundo um estudo realizado na Universidade de Stanford, o envelhecimento ocorre em três etapas e não acontece de maneira uniforme. A pesquisa foi publicada na revista Nature Medicine e afirma que existem cinco indicadores de envelhecimento. São os seguintes:

Com base nesses parâmetros, foram estabelecidos três grandes momentos de envelhecimento na vida. O primeiro ocorre aos 34 anos, o segundo aos 60 e o terceiro aos 78 . Desse ponto de vista, a idade em que começamos a envelhecer é de 34 anos.

Na opinião de Tony Wyss-Coray, professor de neurologia e ciências neurológicas e diretor do estudo, nessas idades ocorrem mudanças notáveis ​​no nível das proteínas transmitidas pelo sangue. É isso que marca esses picos de envelhecimento.

Os radicais livres e o envelhecimento

Você também pode se interessar: Como seu metabolismo funciona na sua idade

Idade cronológica e idade biológica

A idade cronológica é o conceito tradicional de idade. Refere-se ao número de anos que completamos desde que nascemos. Esse é um indicador basicamente social e cultural, mas com uma importância muito relativa do ponto de vista biológico.

A idade biológica, por outro lado, é medida a partir da deterioração sofrida pelas células do nosso corpo. Mais precisamente, pode-se dizer que é medida a partir da capacidade de energia do nosso corpo para reparar as falhas nessas células.

Isso pode ser estabelecido com base no comprimento dos telômeros. Os telômeros são as extremidades dos cromossomos. Estes são encurtados cada vez que uma célula se divide, até que se esgotam e a célula morre. O estado desse processo permite medir nossa idade biológica, que nem sempre coincide com a cronológica.

Salech, M. F., Jara, L. R., & Michea, A. L. (2012). Cambios fisiológicos asociados al envejecimiento. Revista Médica Clínica Las Condes, 23(1), 19-29.