Benefícios cardiovasculares da dieta mediterrânea?

22 Dezembro, 2018
Graças aos seus grandes benefícios e uma variedade de alimentos saudáveis, a dieta mediterrânea é um dos planos nutricionais com o maior número de seguidores no mundo.

A dieta mediterrânea é um dos planos nutricionais com maior quantidade de seguidores no mundo. Como você pode imaginar, o termo se refere aos hábitos e práticas culinárias dos países do Mediterrâneo.

Tornou-se uma das favoritas depois que vários estudos demonstraram que esta dieta pode prevenir doenças degenerativas. Entre aquelas que podem ser evitadas com maior sucesso, estão aquelas relacionadas com problemas cardiovasculares.

Vale a pena conhecer um pouco mais sobre esse estilo de alimentação. Você está pronto para entender como pode melhorar seu estilo de vida com mudanças mínimas? Quanto à economia não se preocupe. A grande maioria dos alimentos que você precisa já está à sua mão.

O uso do azeite de oliva

Azeite de oliva na dieta mediterrânea

Nas distintas receitas da dieta mediterrânica é utilizado unicamente o azeite de oliva. Este fornece gorduras monoinsaturadas, ao contrário dos óleos convencionais, nos quais prevalecem as gorduras saturadas.

Vários estudos indicaram que o azeite de oliva pode reduzir em até 45% a probabilidade de sofrer doenças cardiovasculares. O que pode diminuir os níveis de colesterol ruim no sangue.

Da mesma forma, o azeite de oliva regula o metabolismo. Por isso, é ideal para pessoas com constipação. Por sua vez, também nos protege de doenças gastrointestinais, e facilita a absorção de nutrientes.

O azeite de oliva também possui propriedades antioxidantes devido ao seu alto teor de vitamina E. Assim sendo, cuida da pele dos danos causados ​​pelos radicais livres, que são encontrados no meio ambiente e que promovem o envelhecimento precoce.

Outra característica do azeite de oliva é que, mesmo em altas temperaturas, pode manter a sua composição química. Isso significa que não gera toxinas quando aquecido. Devido à essa característica, é o azeite mais recomendado para a fritura de alimentos.

Sabia? Limão, azeite de oliva e vinagre de maçã: um remédio ideal para os cálculos renais

Peixe em vez de carne vermelha

O peixe é uma carne branca que nos fornece vários nutrientes essenciais. Dentre todos, o mais proeminente é o ômega 3. Que é uma gordura poli-insaturada essencial, que devemos fornecer ao nosso organismo em grandes quantidades.

Os ácidos graxos dos peixes protegem nosso coração, reduzindo a presença de colesterol ruim (LDL) no sangue, favorecendo a circulação, e regulando a pressão arterial. De acordo com a dieta mediterrânea, você deve comer peixe pelo menos 3 vezes por semana.

Consumo frequente de frutas e verduras

Frutas e verduras nos fornecem nutrientes, como vitaminas e minerais. Esses alimentos são ricos em antioxidantes, que nos protegem de sofrer um infarto do miocárdio e de arteriosclerose.

Esta última é uma doença que causa a perda de elasticidade das paredes arteriais. Tente consumir de 5 a 6 porções de frutas e verduras durante o dia. O ideal, é que sejam variadas para obter diferentes benefícios.

Descubra também: Tratamento caseiro de mel e nozes para cuidar da saúde da tireoide

Frutos secos e sementes

Frutos secos e sementes na dieta mediterrânea

Embora os frutos secos e as sementes são compostos principalmente de gordura, trata-se de ácidos graxos saudáveis monoinsaturados e poli-insaturados. Isso significa que reduzem os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue, associados a doenças cardiovasculares.

É ideal incluir duas a três porções de frutos secos e sementes por dia. Tente variá-los e não exagerar. Embora cinco nozes possam fazer maravilhas pela sua saúde, excedê-las pode causar alterações metabólicas.

Incorpore o melhor da dieta mediterrânea em sua vida

Resumindo, a dieta mediterrânea é uma maneira de se alimentar de forma saudável, protegendo-nos de doenças cardiovasculares. Por isso devemos adotá-la para cuidar do nosso organismo. É uma dieta sumamente variada, por isso você vai descobrir que cada refeição é uma verdadeira delícia.

A dieta mediterrânea é o oposto de dietas que restringem ao máximo a quantidade de alimentos; é uma dieta em que os alimentos saudáveis ​​são abundantes. Para aumentar os benefícios desta dieta é aconselhável adotá-la por toda a vida.