As vitaminas essenciais para a dieta

29 Janeiro, 2020
As vitaminas essenciais são elementos vitais que podem ser obtidos através de uma dieta saudável e alguns suplementos.

As vitaminas são componentes essenciais para o corpo humano. Elas estão envolvidas em seu desenvolvimento e crescimento, e algumas não são criados pelo próprio organismo. No entanto, são essenciais para o funcionamento saudável e adequado de muitos órgãos. É por isso que essas vitaminas são elementos vitais que podem ser obtidos através de uma dieta saudável e alguns suplementos.

Existem muitos tipos de vitaminas, treze no total. Todas agem em conjunto com as enzimas e células do nosso corpo para fortalecer seus processos metabólicos e adicionar altas doses de energia. Vamos então analisar como esses micronutrientes influenciam nas dietas alimentares e por que são uma parte fundamental delas.

As vitaminas essenciais fazem parte de uma cadeia alimentar

Vitamina A

A maioria das vitaminas são encontradas em muitos dos alimentos que consumimos. Por exemplo, todos os vegetais e frutas têm micronutrientes essenciais, isto é, vitaminas que entram no nosso corpo quando são ingeridas. O mesmo vale para muitos dos alimentos de origem animal que comemos. Tais animais também se alimentam de frutas e vegetais, e absorvem micronutrientes no próprio corpo. No momento que os ingerimos obtemos uma maior contribuição nutricional.

Você pode estar interessado: A importância das vitaminas na alimentação infantil

As vitaminas fortalecem o nosso corpo

Muitas vitaminas, como a vitamina C, colaboram com o sistema imunológico. E dão ao corpo a capacidade de combater todos os tipos de infecções ou doenças. Pesquisas recentes destacam o uso de frutas com alto teor de vitamina C para prevenir doenças como a obesidade e combater o excesso de peso.

Outras, como a vitamina E, ajudam nos cuidados com a pele, unhas e cabelos. Ou seja, todos esses micronutrientes proporcionam benefícios ao organismo em geral, ainda mais se for seguido um regime alimentar especial.

Algumas vitaminas essenciais favorecem o crescimento muscular

O grupo B de vitaminas contribui para a manutenção dos músculos

Se você estiver suplementando a dieta com algum exercício físico ou aeróbico, poderá optar pelo consumo de vitaminas B3 e B6. Estas são ideais para o crescimento e desenvolvimento muscular, também permitem a recuperação do tecido corporal e da elasticidade da pele. Assim, tais vitaminas B3 e B6 podem ser encontrados em alimentos e frutas como abacaxi, abacate, uvas, bananas, entre outros. E também existem suplementos completos que os incluem.

Você pode estar interessado: 10 deficiências de vitaminas comuns e suas soluções

Muitas vitaminas servem como complemento na dieta

Se consumimos uma dieta variada e equilibrada obteremos uma grande diversidade de vitaminas para o nosso corpo. No entanto, em algumas dietas mais restritivas ou determinadas épocas de maior desgaste é conveniente suplementar a alimentação com complementos vitamínicos. Isso garante um suprimento correto de todos os micronutrientes.

Isso também evitará doenças como anemia ou desnutrição. Por exemplo, a vitamina B12 aumenta a quantidade de glóbulos vermelhos no corpo. Esta geralmente é encontrada em muitas carnes e peixes. É uma vitamina de origem animal principalmente.

Oferecem uma alta quantidade de antioxidantes

Algumas vitaminas, como a A, C e E têm propriedades antioxidantes muito potentes e desempenham um papel importante na proteção das células do corpo. Neutralizam os radicais livres que podem causar deterioração da pele e a velhice. Por isso, uma dieta alimentar que inclua a ingestão de alimentos ricos em vitaminas, adicionará mais antioxidantes ao corpo, dando maior potencial ao bem-estar do corpo.

Por exemplo, muitas dessas vitaminas também são frequentemente usadas em tratamentos de pele e rejuvenescimento. Deve-se notar que os benefícios dessas vitaminas quando complementados com uma dieta correta, são surpreendentes. E isso favorece qualquer tipo de pessoa em geral. Por exemplo, estudos recentes nos Estados Unidos mostraram que uma alta concentração de vitamina D em mulheres promove a fertilidade e protege a gravidez.

No entanto, o consumo de vitaminas também deve ser limitado, pois um excesso delas no organismo pode causar sérios problemas de saúde. Finalmente, é muito importante consumi-las nas doses recomendadas pelos nutricionistas, e sem exceder os limites.

 

  • Ganceviciene, R., Liakou, A. I., Theodoridis, A., Makrantonaki, E., & Zouboulis, C. C. (2012). Skin anti-aging strategies. Dermato-Endocrinology, 4(3), 308–319. https://doi.org/10.4161/derm.22804
  • Mumford, S. L., Garbose, R. A., Kim, K., Kissell, K., Kuhr, D. L., Omosigho, U. R., … Schisterman, E. F. (2018). Association of preconception serum 25-hydroxyvitamin D concentrations with livebirth and pregnancy loss: a prospective cohort study. The Lancet Diabetes & Endocrinology, 6(9), 725–732. https://doi.org/10.1016/S2213-8587(18)30153-0
  • Anhê, F. F., Nachbar, R. T., Varin, T. V, Trottier, J., Dudonné, S., Le Barz, M., … Marette, A. (2018). Treatment with camu camu (Myrciaria dubia) prevents obesity by altering the gut microbiota and increasing energy expenditure in diet-induced obese mice. Gut, gutjnl-2017-315565. https://doi.org/10.1136/gutjnl-2017-315565